Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘promoção de leitura’

logo

 

O Boys Reading é um projeto europeu, envolvendo um grupo de investigadores, pais, professores, bibliotecários e alunos do Chipre, Croácia, Grécia, Polónia, Portugal e Roménia, que visa promover as competências da leitura e da literacia junto dos rapazes entre os 11 e os 15 anos de idade, familiarizando-os com os tipos (categorias) de livros, temas e enredos preferidos (subcategorias) e títulos de literatura juvenil e para jovens adultos, assim como oferecer sugestões sobre a forma de os apresentar em contextos educativos formais e informais.

 

Resultados recentes do PISA (Programa Internacional de Avaliação de Alunos) revelaram diferenças na avaliação da leitura entre rapazes e raparigas, com as raparigas a superarem os rapazes. Alguns países ficaram abaixo do nível médio relativamente às notas de leitura do PISA. Assim, existe uma extrema necessidade de atenção especial devotada ao desenvolvimento da literacia e atitudes dos rapazes adolescentes em relação à leitura, uma vez que é mais provável que este grupo esteja em risco de abandono escolar por relutância a envolver-se com a leitura. Existe ainda uma ideia generalizada de que os rapazes adolescentes são mais propensos a serem caracterizados como leitores relutantes. As diferenças de género na leitura e, especificamente, o insucesso dos rapazes parece ser uma questão preocupante. No entanto, os rapazes que se recusam a ler podem ler e irão ler se forem envolvidos em atividades de literacia que estejam relacionadas com os seus interesses e passatempos favoritos.

 

A professora bibliotecária Carla Nunes e os professores Filipa Nunes e Joaquim Ponciano do AE Afonso de Paiva, a convite da entidade parceira do projeto, o Instituto Politécnico de Castelo Branco, e ao abrigo do protocolo de colaboração existente entre o Agrupamento Afonso de Paiva e a Escola Superior de Educação, encontram-se a frequentar um curso de formação contínua no âmbito deste projeto, acolhendo orientações e partilhando ideias para a promoção da leitura bem-sucedida para rapazes adolescentes, focando três temas:
1. Políticas e projetos orientados para o estudante que promovem a igualdade de género;
2. Métodos pedagógicos de sensibilização de género, ideias de ensino inovadoras e melhores práticas;
3. Métodos pedagógicos que promovam a motivação intrínseca e extrínseca dos rapazes para a leitura, perceções de competência e eficácia ou interação social e motivação.

 

Nas oficinas já realizadas foi feita uma análise e reflexão sobre práticas pedagógicas, tendo em conta os fatores que afetam a leitura de rapazes, e trabalhadas propostas de criação de ambientes de aprendizagem que promovam atividades significativas para os rapazes. A valorização de diferentes géneros e temas literários e a disponibilização de uma variedade de recursos, incluindo não só os impressos, mas também os materiais de leitura em linha, foram alguns dos aspectos igualmente focados e trabalhados nas sessões, procurando responder às necessidades diversificadas dos chamados leitores relutantes.

 

Em janeiro e fevereiro, a Biblioteca Escolar Afonso de Paiva em articulação e colaboração com os professores envolvidos no Boys Reading, irá promover sessões de mediação de leitura junto de alunos rapazes entre os 11 e os 15 anos, procurando fornecer experiências em contexto de biblioteca escolar e sala de aula que respondam aos interesses, necessidades e estilos de aprendizagem de rapazes e que motivem para a leitura.

Brevemente daremos conta do que foi feito e dos seus resultados.

Anúncios

Read Full Post »

Hoje é Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor e Irina Bokova, Diretora-Geral da UNESCO, escreveu para assinalar este dia de 2015 um belíssimo texto, onde regista a luta contra o analfabetismo junto dos jovens e dos grupos sociais mais desfavorecidos, numa perspetiva inclusiva e por meio das tecnologias da informação.

Aos livros, diz Irina Bokova, cabe a missão de “inspirar a compreensão, o diálogo e a tolerância”.

cartaz

O Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor é uma oportunidade para reconhecer o poder dos livros na mudança das nossas vidas para melhor e para apoiar os livros e aqueles que os produzem.

Como símbolos globais de progresso social, os livros – aprendizagem e leitura – tornaram-se alvos para aqueles que denigrem a cultura e a educação, que rejeitam o diálogo e a tolerância. Nos últimos meses, temos visto ataques contra crianças nas escolas e a queima pública de livros. Neste contexto, o nosso dever é claro – devemos redobrar os esforços para promover o livro, a caneta, o computador, juntamente com todas as formas de leitura e de escrita, de modo a combater o analfabetismo e a pobreza, a construir sociedades sustentáveis, e a fortalecer as bases da paz.

A UNESCO tem liderado a luta contra o analfabetismo, a ser incluída como elemento fundamental nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de 2015. A alfabetização é a porta para o conhecimento, essencial para a auto-estima e o empoderamento individuais. Os livros, em todas as formas, desempenham um papel essencial neste aspecto. Com 175 milhões de adolescentes no mundo – a maioria meninas e mulheres jovens – incapazes de ler uma única frase, a UNESCO está empenhada no domínio das tecnologias de informação e comunicação, em especial as tecnologias móveis, de forma a apoiar a alfabetização e a alcançar os excluídos com aprendizagem de qualidade.

Os livros são plataformas de valor incalculável para a liberdade de expressão e o livre fluxo de informação – estes são essenciais para todas as sociedades actuais. O futuro do livro como objeto cultural é inseparável do papel da cultura na promoção de vias mais inclusivas e sustentáveis ​​para o desenvolvimento. Através da suaConvenção sobre a Proteção e a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, que celebra o seu 10º aniversário este ano, a UNESCO pretende promover a leitura entre os jovens e os grupos marginalizados. Estamos a trabalhar com a International Publishers Association, a International Booksellers’ Federation e a International Federation of Library Associations para apoiar as carreiras profissionais nas editoras, livrarias, bibliotecas e escolas.

Este é o espírito norteador de Incheon, na Coreia do Sul, que foi designada Capital Mundial do Livro 2015, em reconhecimento do seu programa para promover a leitura entre as pessoas e as camadas mais desfavorecidas da população. Esta designação entra em vigor no Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor e será comemorada com os participantes do ano anterior, Port Harcourt, na Nigéria.

Juntos, vamos comemorar os livros como a personificação da criatividade, o desejo de compartilhar ideias e conhecimentos, para inspirar a compreensão, o diálogo e a tolerância. Esta é a mensagem da UNESCO sobre o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor.

Mensagem de Irina Bokova, Diretora-Geral da UNESCO, por ocasião do

Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor 2015

Read Full Post »

E os vencedores desta 1ª fase são…

Vencedores_CNL_1fase

MUITOS PARABÉNS!!!

DSC03805

Read Full Post »

Dezembro é o mês do Natal e foi com a magia própria deste mês, que a Biblioteca Escolar programou para os mais pequenos dos jardins de infância e escolas do Agrupamento Afonso de Paiva, atividades de animação dedicadas à leitura e aos livros e a todos os que gostam de ouvir histórias contadas.
Das atividades desenvolvidas, destacamos as sessões de animação de leitura “Contos de Natal”, oferecendo aos nossos alunos mais novos dos JI e EB de Sarzedas e Salgueiro do Campo, umas belas histórias de Natal, com o objetivo principal de proporcionar alguns momentos de divertimento, despoletando emoções e fomentando o incomparável prazer da fruição do texto fictício, alimentando todas as fantasias.

DSC03762

Estes momentos foram conseguidos pelo ritmo e cadência proporcionados pelas “Histórias de Natal contadas em verso” de Alexandre Parafita e pela fantástica desconstrução do imaginário infantil, brilhantemente apoiada nas divertidíssimas ilustrações de Luís Henriques, que a autora Rita Taborda Duarte nos apresenta no livro “Sabes, Maria, o Pai Natal não existe” onde o Frederico, como muitos meninos crescidos, não acredita que o Pai Natal exista. Tentar convencer a Maria e os nossos pequenitos dos JI do mesmo é que não foi tarefa fácil!

DSC03746

No final de cada sessão ainda houve espaço para contar uma história fresquinha, acabada de publicar, de um certo e muito conhecido Lobo Mau que foi procurar o eterno Capuchinho Vermelho, mas encontrou o Pai Natal. Clara Cunha, a autora do “Cuquedo” escreveu este novo livro “Feliz Natal, Lobo Mau” e desta vez a sua imaginação levou-nos mais longe, ao mundo fantástico dos contos tradicionais e das figuras lendárias.

DSC03758

No final e porque todos se portaram muito bem, receberam um presente, oferta da Direção do AE Afonso de Paiva.
E mais não dizemos, porque o melhor mesmo… é ler os livros!

DSC03768

Read Full Post »

c_leitura

Os alunos do 5º e 6º ano da EB Afonso de Paiva, pela 4ª vez consecutiva, vão participar hoje, dia 14 de janeiro, entre as 14h e as 15h, em mais uma iniciativa de promoção da leitura promovida pela biblioteca escolar em colaboração com os professores de português do 2º ciclo.

A atividade procura responder à vontade de participar dos leitores mais novos, que tanta apetência e interesse manifestam pela leitura e pelos livros e por ações lúdicas e pedagógicas desta natureza.

A prova partiu da leitura obrigatória de uma obra selecionada em função do nível etário dos alunos: “Três histórias do futuro” de Luisa Ducla Soares e inclui, de acordo com o regulamento, uma prova escrita para seleção dos vencedores.

Boa sorte a todos!

Read Full Post »

A “Noite das Bruxas” ou Halloween é uma festa mundialmente celebrada no dia 31 de outubro, na véspera do Dia de Todos os Santos e Finados, feriado português de cunho cristão. É uma data, típica nos países de língua inglesa, sobretudo dos Estados Unidos. Porém e contrariamente ao que algumas pessoas pensam, a sua origem pouco tem a ver com os Estados Unidos e com crianças, doçuras ou travessuras.

Pensa-se que a história tenha mais de 2500 anos e que tenha surgido dos antigos povos celtas, que viviam no território que compreende a Inglaterra, a França e a Alemanha. Para os célticos o dia 31 de outubro era o último dia de verão e o início do ano novo céltico, véspera do Dia de Todos os Santos (antigamente apelidado de All Hallows Eve), sendo este dia feriado e chamado de Samhain. Acreditavam que neste dia, os espíritos saiam dos cemitérios e destruíam as suas colheitas. Ora, para assustar estes fantasmas, acendiam grandes fogueiras e enfeitavam as suas casas com objetos assustadores como abóboras enfeitadas, caveiras, ossos, entre outros. Em 1840 este costume foi levado pelos irlandeses para os Estados Unidos, sendo hoje em dia uma das festas mais populares do país e do mundo.

No nosso agrupamento as tradições são para cumprir e este ano, mais uma vez, os grupos disciplinares de Inglês e a Biblioteca Escolar celebraram o Halloween promovendo o já habitual concurso, desta feita sob o tema Haunted Houses (casas assombradas), numa semana que para além das exposições dos trabalhos (na biblioteca escolar e no fórum Castelo Branco), dos alunos, pais e família, teve ainda direito a sessões animadas de leitura, a partir do livro “O estranho mundo de Jack” de Tim Burton, promovidas pela professora bibliotecária para as turmas de 1º ciclo das escolas Afonso de Paiva, S. Tiago, Castelo e Mina e as turmas de 5º ano da escola Afonso de Paiva. A semana contou ainda com uma “assustadora e terrífica” decoração que foi acompanhada de montras de livros “horrendas e aterradoras” nos espaços “assombrados” das bibliotecas de S. Tiago e Afonso de Paiva em que muitos se atreveram a entrar! 😉

Aqui vos deixamos um vídeo com os melhores momentos desta última semana de outubro:

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Free photo slideshow generated with Smilebox

Read Full Post »

Manuela Azevedo, vocalista dos Clã, escolheu e contou para a TKNT a história da Aranha Paulina. Um texto de Regina Guimarães e edição dos Cadernos do Teatro Campo Alegre. A história que meninos e meninas – às vezes os pais até gostam mais – vão ouvir antes de deitar. Esta, antes de muitas outras com muitos outros cantores.

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »

Blogue do IILP

Promocão e difusão da língua portuguesa

Astrid Lindgren Memorial Award

The World's Largest Children's Literature Award

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

MixLit

O DJ da literatura

abiblioterapeuta.wordpress.com/

A Biblioterapeuta: porque os livros curam.

Alerta Premika

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Hafuboti

little bits of library goodness

Educação para a Sexualidade

Recursos para Jardim de Infância e Ensino Básico

TRANSMAGINAR

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Cultura LIJ / ISSN 2545-6849-10

Revista de Cultura y Literatura Infantil y Juvenil - ISSN 2545-6849-10 Marzo 2018

Literacia de Informação

Da Informação ao conhecimento com a biblioteca escolar

%d bloggers like this: