Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘promoção da escrita’

O Programa da Semana da Leitura 2018 dedica o dia de hoje, 22 de março, aos leitores e à sua capacidade de descobrir, ler, conhecer, aprender e viver outras vidas através dos livros.

As professoras de português do 3º ciclo em colaboração com a professora bibliotecária apresentam, na sua 4ª edição, a tertúlia literária “Há conversa com livros”, com alunos das dezassete turmas de 3º ciclo do agrupamento Afonso de Paiva que decorrerá entre as 8.30h e as 13.30h, na biblioteca escolar Afonso de Paiva. Os alunos apresentam oralmente a diferentes turmas, uma breve sinopse do livro que escolheram, seguindo-se uma breve leitura de excertos significativos ou comentário crítico sobre o que leram, com pequenas conversas com e sobre os livros lidos e apresentados.  Esta atividade contempla não só o domínio da educação literária como estabelece uma relação direta com o domínio da oralidade, no âmbito das metas curriculares de português, procurando assim incentivar e motivar os alunos à prática da oralidade de modo a promover a língua portuguesa, pelo desenvolvimento da competência comunicativa ao nível da compreensão e expressão oral.

Ha_Conversa_Livros

A partir das 14h e na biblioteca escolar S. Tiago, a educadora Luz Lopes da equipa das bibliotecas escolares Afonso de Paiva irá apresentar uma sessão de animação da leitura, no âmbito do projeto Saber Ler+: Práticas Inclusivas de Leitura, a partir da obra de Shel SilversteinA árvore generosa, destinada aos alunos, professores e técnicos das diferentes equipas do departamento de educação especial: UEE, EREBAS e SNIPI, contemplando ainda os alunos do Clube de Leitur@s.

aarvoregenerosa.capa

Para terminar mais um magnífico dia, teremos pelas 17h, na EB Mina, uma sessão de apresentação, pelos alunos da turma 1 da EB Mina da professora Filipa Nunes e pelos alunos da turma 1 da EB Castelo da professora Teresa Lourenço, de uma história adaptada a partir da obra de Anna Llenas “O monstro das cores”, dirigida aos pais e encarregados de educação de ambas as turmas. Este foi mais um trabalho colaborativo, articulado entre a biblioteca escolar, o professor de música Carlos Vicente e as professoras do 1º ciclo, em que através deste livro, não só as emoções foram explicadas às crianças através das cores (já que a personagem principal é um monstro que muda de cor consoante o que está a sentir e, como ele não percebe porque muda de cor, uma menina que se torna sua sua amiga, vai explicar-lhe o que significa estar triste, estar alegre, ter medo, estar calmo e sentir raiva), como ainda houve lugar a todo um processo criativo e de trabalho curricular, pelo reconto, ilustração, gravações áudio (podcast) e vídeo, criando assim um audioconto e um vídeoconto em publicação digital.

Vai ser uma surpresa maravilhosa para todos esta apresentação preparada pelos alunos e seus professores!

O-Monstro-das-Cores

 

Anúncios

Read Full Post »

dia21.arvore.poesia.teatro

No Programa da Semana da leitura 2018 e para hoje, 21 de março, o dia estará repleto de leituras e outras aventuras…

As bibliotecas escolares Afonso de Paiva apresentam, neste dia que assinala e celebra a árvore, a poesia e o teatro, muitas leituras… de outros mundos e com aventuras por novos e velhos mundos de histórias…

De manhã e no auditório Afonso de Paiva, teremos uma sessão de leitura em voz alta pela professora bibliotecária Carla Nunes de um excerto do livro “O homem que plantava árvores”, dirigida aos alunos das seis turmas de 7º ano do agrupamento Afonso de Paiva, seguido da visualização do vídeo de Frédéric Back, baseado no belíssimo conto do francês Jean Giono, de 1953. Seguidamente e em colaboração com o Projeto Eco-Escolas, os alunos irão plantar árvores na escola, cedidas pela Câmara Municipal de Castelo Branco, afixando uma pequena placa poética, identificando cada uma das árvores plantadas.

capa

Posteriormente e das 10.30h às 13h, teremos no auditório do IPDJ de Castelo Branco, entidade parceira desta atividade, dois espetáculos de leitura encenada de poesia com base na obra “O pássaro da cabeça” de Manuel António Pina (metas curriculares de português de 5º ano), dirigida a todos os alunos das seis turmas de 5º ano do agrupamento, encenada pela secção de projetos artísticos para a infância e juventude -“O Rebento”, da Companhia de Teatro “Cepa Torta, pretendendo com este espetáculo cativante, aproximar as crianças dos livros de leitura obrigatória, facilitando o usufruto da mesma na sala da aula e complementando, de forma prazerosa e a partir de outras leituras, neste caso o teatro, as aprendizagens.

Resultado de imagem para companhia de teatro cepa torta

Paralelamente e entre as 9.30h e as 12h, as bibliotecas escolares Afonso de Paiva em parceria com a editora Escafandro, promovem mais um encontro de autor, desta vez no JI das Violetas e dirigido a todos os alunos do pré-escolar do agrupamento, que irão assistir a uma dramatização do livro “Não é justo, Alice” pela sua própria escritora, Joana Ramos. O livro, recomendado pelo IDEPH (Instituto do Desenvolvimento e Estimulação do Potencial Humano) , retrata de forma simples e objetiva os pensamentos e sentimentos de uma criança quando sente que cometeu uma injustiça. Nas palavras de Joana Ramos “Quando as crianças têm a sorte de crescer com irmãos, há muitas fontes potenciais de conflito, principalmente as que resultam da necessidade de partilhar. Entre irmãos repartem-se espaços e brinquedos, mas também se reparte a atenção dos adultos e as responsabilidades”, afirma Joana Ramos, autora do texto. “Neste crescimento partilhado abundam as situações de pequena crise, e é aí que nós, pais e educadores, podemos efetivamente educar de uma maneira mais eficaz e consequente: na resolução de situações reais, quotidianas e que as nossas crianças sentem com muita intensidade. ”

cartaz.Ramos

De tarde e a terminar o dia, os alunos de 2º ciclo apurados irão realizar a 2ª fase do Concurso de Ditado, a partir de excertos das obras “A viúva e o papagaio” de Virgínia Woolf (5º ano) e “Pedro Alecrim” de António Mota (6º ano), numa atividade orientada pelos professores de português do 2º ciclo e inserida no Programa da Semana da leitura 2018.

 

Read Full Post »

I Seminário RIUL realiza-se na Escola Superior de Educação de Castelo Branco no próximo dia 19 de março.
I Seminário de Promoção da Leitura e da Escrita RIUL
O Seminário aberto a todos os interessados, decorre das 14:30h às 18:00h no auditório da ESE Castelo Branco.  O programa pode ser consultado nesta ligação e os interessados devem fazer inscrição nesta ligação. A sessão será BYOD – Bring Your Own Device.

Read Full Post »

20170329_161121

 

A Rede Interconcelhia de Bibliotecas Escolares de Castelo Branco e Vila Velha de Rodão procura consolidar e ampliar um dos principais objetivos da Rede de Bibliotecas Escolares: formar novos leitores. E foi com este intuito que o grupo de professores bibliotecários de Castelo Branco e Vila Velha de Rodão promoveu mais uma vez, e já pelo 6.º ano consecutivo, o Concurso Interconcelhio de Leitura e Escrita para alunos do 2.º ciclo, que envolveu, na primeira fase, cerca de 500 alunos dos dois concelhos.

Nesta etapa final, realizada no dia 29 de março em colaboração com a Dra. Graça Batista e toda a equipa da Biblioteca Municipal José Baptista Martins, em Vila Velha de Rodão, participaram os 28 finalistas das duas modalidades, escrita e leitura, tendo sido distinguidos pelo júri vários alunos das diferentes escolas básicas, mas foi a nossa aluna Rita Pires da turma 3 do 6º ano (AE Afonso de Paiva) que obteve o 1º Lugar no Concurso de Leitura, havendo ainda e também na modalidade de Leitura duas Menções Honrosas para as alunas Mariana Lourenço e Raquel Luís (AE Afonso de Paiva). da turma 5 do 5º ano, colocando assim o AE Afonso de Paiva a vencer pelo segundo ano consecutivo este concurso.

A organização fez questão de brindar todos os concorrentes com uma medalha de participação, uma vez que o principal objetivo da atividade consistia em festejar e partilhar o gosto pelos livros e pela expressão escrita, duas áreas em que todos estes alunos já se tinham distinguido nas respetivas escolas.

Para além da prestação de provas, o dia foi preenchido com atividades de convívio entre os participantes e com a apresentação do livro Venci-te, Jeremias, cujas autoras, Inês Cardoso e Catarina Alves, vieram a Vila Velha de Ródão para falar da obra e conceder autógrafos e ainda com uma visita à exposição sobre Cargaleiro, patente na Casa de Artes e Cultura do Tejo e uma visita guiada ao Centro de Interpretação de Arte Rupestre e Sala de Arqueologia de Vila Velha de Rodão.

Parabéns a todos os nossos pequenos grandes leitores e escritores que participaram na primeira fase deste concurso e uma felicitação especial, extensível a todos os que tornaram possível a concretização desta iniciativa, às nossas LEITORAS TOP!!!

PARABÉNS Rita, Mariana e Raquel!

Read Full Post »

cleitura

Realizam-se hoje, quarta-feira, 29 de março, na biblioteca municipal José Baptista Martins em Vila Velha de Rodão a fase final da 6ª edição do Concurso Interconcelhio de Leitura e Escrita. Em provas estarão cerca de 3 dezenas de alunos do 2º ciclo das escolas básicas dos concelhos de Castelo Branco e Vila Velha de Rodão, marcando assim mais um dia na semana da leitura do Agrupamento Afonso de Paiva.

Boa sorte para os nossos 6 finalistas: Lara, Maria Inês, Mariana, Miguel, Raquel e Rita!!!!!!

 

cartaz.contador.ciclos.Violetas

Paralelamente e durante a manhã no JI das Violetas, todos os alunos do pré-escolar dos JI das Violetas, Castelo, Salgueiro do Campo e Sarzedas assistirão a sessões de contos pelo contador de histórias Pedro Simões, a partir do livro “O ciclo do ovo”, no âmbito da iniciativa “Contadores de Histórias”, em parceria com a editora Asa, parceira da nossa semana da leitura.

 

luisa-dacostaelefante-cor-de-rosa-140623060728-phpapp01-thumbnail-4

De tarde e já na Biblioteca Escolar S. Tiago, os alunos de 2º ano da turma 7ST apresentarão a dramatização da história “O elefante cor-de-rosa” de Luísa Dacosta aos seus colegas e amigos das turmas de 2º ano das escolas do Castelo e de S. Tiago.

Read Full Post »

A Biblioteca Escolar Afonso de Paiva coloca em destaque a importância da literacia nesta era da informação e num mundo em constante mudança. A exigência da capacidade de fazer uso social da leitura e da escrita, refletir e desenvolver um pensamento crítico, processar, sintetizar e saber avaliar uma dada informação é fundamental tanto para ter sucesso na vida escolar, como na vida profissional ou social. Intrinsecamente relacionada com as competências em literacia está a capacidade efetiva de compreender, refletir e interpretar um texto a partir do desenvolvimento ajustado de capacidades cognitivas e metacognitivas (Giasson, 2000; Snow, 2002). Ler possibilita o desenvolvimento das estruturas linguísticas, cognitivas, culturais e afetivas e possibilita-nos ainda a evasão, a descoberta de outros espaços, tempos, mundos e outras vidas, permite-nos vivenciar experiências gratificantes, compreender melhor o mundo, desenvolver estruturas afetivas a partir da identificação com personagens, sentimentos, problemas ou perspetivas. Permite-nos igualmente um maior desenvolvimento social, pela compreensão dos outros, alargar conhecimentos, aceder ao saber, desenvolver competências de leituras para outras leituras e como ferramenta de comunicação, mobilizando diferentes estratégias que facilitam a compreensão leitora.

Considerando que os leitores são, em primeira instância, construção da escola, e, incontornavelmente, das bibliotecas escolares, é justamente nesse espaço que se constroem e formam, em maior escala, comunidades de leitores e se propicia o desenvolvimento das competências de literacia, tornando-se fundamental centrar nas bibliotecas escolares e nas conceções e práticas dos professores a atenção nos processos usados para construir e reconstruir os sentidos dos textos, propiciar competências de leitura, visando a formação de leitores autónomos, leitores capazes de interagir com materiais escritos de diversos géneros e em diversos suportes para, a partir deles, construírem conhecimento.

cil-fase1-1

São estas as premissas que levaram a rede interconcelhia de bibliotecas escolares dos concelhos de Castelo Branco e Vila Velha de Ródão, em parceria com as respetivas bibliotecas municipais e em colaboração com os professores de português do 2º ciclo dos diferentes agrupamentos de escolas, à realização da 6ª edição do Concurso Interconcelhio de Leitura e Escrita do 2º ciclo. Nesta 1ª fase, em seleção de obras/ textos da responsabilidade de cada agrupamento, são apurados, por agrupamento, 2 finalistas por cada ano, 5º e 6º, respetivamente, no caso da prova de leitura e 2 alunos no caso da prova escrita, ao nível do 2º ciclo.

No Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva as obras selecionadas para a prova de leitura foram “Graças e Desgraças da Corte d’el Rei Tadinho” para o 5º ano e “Rosa, minha irmã Rosa” para o 6º ano, ambas de Alice Vieira. De entre cerca de seis dezenas de participantes, das doze turmas de 2º ciclo do agrupamento, na prova de leitura foram apurados os alunos: Mariana Lourenço (5º5), Raquel Luís (5º5), Miguel Gama (6º1), Rita Pires (6º3). Na prova de escrita foram finalistas as alunas: Lara Barata (5º6) e Maria Inês Calmeiro (6º1). A 2ª fase, final deste concurso, será realizada em março, na semana da leitura, onde os finalistas das sete escolas envolvidas irão disputar os títulos de Campeões Interconcelhios de Leitura e de Escrita.

cil-1fase-2017

A ler e a escrever ninguém sai a perder!

Boa sorte para os nossos vencedores e parabéns a todos os participantes!

Um pequeno vídeo para recordar:

Read Full Post »

cartaz_cil2017_1fase

Na sexta edição deste concurso, uma iniciativa promovida pela rede interconcelhia de bibliotecas escolares dos concelhos de Castelo Branco e Vila Velha de Rodão, em parceria com as bibliotecas municipais dos referidos concelhos, com o apoio dos professores de português do 2º ciclo, a 1ª fase (intraescolar) do supracitado concurso de leitura e escrita decorrerá no próximo dia 11 de janeiro, quarta-feira.

As provas são realizadas nas salas 23, 24 e 25. Entre as 14.30h e as 15.30h será a prova de leitura e das 15.30h às 16.30h a prova de escrita. O tema para a prova de escrita que pode ter entre 150 a 200 palavras, é:

“Construíste uma máquina poderosíssima, à qual chamaste “Máquina para Salvar o Mundo”. Que máquina é essa? Como funciona? Como salvarias o mundo? Que novo mundo criarias?”

Prova de Leitura (30 questões de escolha múltipla e uma questão aberta)
5º ano (Graças e Desgraças da Corte d’el Rei Tadinho, de Alice Vieira)
6º ano (Rosa, minha irmã Rosa, de Alice Vieira)

 

Boa sorte a todos!

 

Read Full Post »

Older Posts »

Alerta Premika

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Hafuboti

little bits of library goodness

Educação para a Sexualidade

Recursos para Jardim de Infância e Ensino Básico (1.º e 2.º Ciclos)

TRANSMAGINAR

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Cultura LIJ / ISSN 2545-6849-10

Revista de Cultura y Literatura Infantil y Juvenil - ISSN 2545-6849-10 Marzo 2018

Literacia de Informação

Da Informação ao conhecimento com a biblioteca escolar

Hipermediaciones

Conversaciones sobre la comunicación digital interactiva

Amora negra

Página do escritor e contador de histórias Carlos Alberto Silva

A maioria das pessoas que caminhem atrás de mim serão crianças, por isso manterei os passos curtos." Hans Christian Andersen

BECRE-AEPM

Biblioteca Escolar / Centro de Recursos Educativos do Agrupamento de Porto de Mós

Pegada-de-papel

Blogue das Bibliotecas do Agrupamento de Escolas Martim de Freitas

%d bloggers like this: