Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘programa itinerâncias’

Semana dos Afetos, Sentimentos e Emoções

AE Afonso de Paiva | Bibliotecas Escolares

Semana dos Afetos | BE Afonso de Paiva

Ter afetos é ter a capacidade de dar e de receber, de amar e de ser amado, de inquietar e de ser inquietado. Os afetos exprimem-se através dos sentimentos e das emoções e têm uma ligação especial com o passado, com as experiências e vivências com as pessoas e o mundo que as rodeia. Os afetos têm a ver com aquilo que nos afeta, são algo de que somos dotados e exprimem-se em sentimentos e emoções que estão ligadas fundamentalmente ao presente. Este foi o mote que levou as Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, mais um ano, a dedicar uma semana, coincidente com o S. Valentim, aos afetos, emoções e sentimentos.

De 14 a 28 de fevereiro a Biblioteca Escolar Afonso de Paiva vestiu-se a rigor e para além de uma instalação temática alusiva, também se puderam ver e ler muitos livros sobre os afetos, emoções e sentimentos, numa mostra temática variada de títulos em suporte livro e não livro. Estiveram igualmente patentes no espaço três exposições: uma exposição de “Abanicos del Amor”, numa iniciativa das docentes de Espanhol com os alunos do 3º ciclo; uma segunda exposição de “Love Monsters”, atividade de projeto desenvolvida pelas professoras de Inglês do 1º ciclo com todos os alunos de 4º ano do agrupamento; e uma terceira exposição “Mural dos Afetos”, com desenhos realizados pelos alunos da turma 6AP de 2º ano, feitos a partir da história “Tanto, Tanto!” de Trish Cooke. Para além dos magníficos trabalhos e decoração a rigor, houve ainda o visionamento de filmes e puderam ouvir-se playlists muito apaixonadas e apaixonantes,durante os intervalos, horas de almoço e períodos sem aulas. Alunos e professores participaram ainda na iniciativa das bibliotecas “Vamos espalhar afetos” e deixaram as suas mensagens nos enormes corações das bibliotecas. Para a professora bibliotecária Carla Manuela Nunes, “o afeto pode ter variadas formas de ser expresso, através da escrita, do desenho, da música, da palavra, mas também da ação, do modo de nos comportarmos, de comunicarmos e de interagirmos. É a forma como o afeto é vivido que transforma o ser humano e que permite uma experiência de vida equilibrada.”

E porque as crianças e jovens necessitam de consolo, de braços que abracem, de ouvir histórias aconchegantes, de colo, de mimo, de vozes agradáveis e de sorrisos, as bibliotecas escolares não podiam deixar de celebrar igualmente esta semana com livros e leituras. Assim e no âmbito do Programa Itinerâncias “Malas com Rodas Cheias de Histórias”, os alunos das escolas de 1º ciclo e jardins-de-infância do AE Afonso de Paiva sem espaço físico de biblioteca, puderam assistir a sessões de animação de leitura, num total de dez, orientadas pela Educadora Maria da Luz Lopes, da equipa das BE, a partir das histórias “O Monstro das Cores” de Anna Llenas e “Era uma vez um gato xadrez…” de Bia Villela, apresentando cenários, ilustrações e os “monstros das emoções” em 3D, com vista a promover a inteligência emocional, os valores e os afetos, aprendendo a gerir emoções e a compreender sentimentos com, aproximadamente, duas centenas e meia de alunos do pré-escolar e 1º ciclo, criando espaços e possibilidades para a própria produção ou construção. Usualmente, emoção e sentimento surgem como sinónimos, mas a relação entre ambos é muito estreita. Para o neurocientista português António Damásio, a emoção é “um conjunto de reações corporais, automáticas e inconscientes, face a determinados estímulos provenientes do meio onde estamos inseridos. O sentimento surge quando tomamos consciência das nossas emoções, isto é, o sentimento dá-se quando as nossas emoções são transferidas para determinadas zonas do nosso cérebro, onde são codificadas sob a forma de atividade neuronal.”

Read Full Post »

O breve conto intitulado Meninos de todas as cores”, de Luísa Ducla Soares, publicado pela primeira vez pela ASA em 1976, no livro “O Meio Galo”, conta-nos a história de Miguel, um menino branco e contente da sua condição, que parte para uma viagem que o leva a diferentes lugares nos diversos continentes. Neles encontra crianças amarelas, pretas, vermelhas e castanhas, todas elas satisfeitas com as cores das suas peles.

 

Luisa Ducla Soares – “Meninos de todas as cores”

Categoria: Pessoas e blogues
Licença: Licença padrão do YouTube

Com o Miguel, neste mês de dezembro, viajaram pelo mundo os meninos de muitas cores das escolas de 1º ciclo de Castelo, Mina, Salgueiro e Sarzedas, no âmbito do Programa das Itinerâncias “Malas com Rodas Cheias de Histórias” da BE Afonso de Paiva e também os alunos das turmas de 1º ano das EB Afonso de Paiva e de 1º e 3º anos da EB S. Tiago, em sessões de animação de leitura decorridas nas escolas do agrupamento que não dispõem de biblioteca e nas Bibliotecas Escolares de S. Tiago e Afonso de Paiva.

 

1 2 3 456

A Biblioteca Escolar (BE) enquanto centro comunitário onde coexistem diversas culturas e onde se estimula uma educação multicultural diversificada, procura quer pela oferta documental existente quer pela diversidade de atividades que promove, o conhecimento dessas diversas e diferentes culturas, no respeito pelo desenvolvimento pessoal das crianças. Facilitar e promover o contacto com livros multiétnicos e outros materiais com essas características, em sessões de mediação de leitura, por forma a contribuir positivamente para o desenvolvimento de atitudes de tolerância e aceitação das diferenças culturais e étnicas, é um dos objetivos da BE no domínio da Leitura e da Literacia. Para Segun (1992:103) “o uso de livros para crianças que contenham uma orientação positiva no sentido de combater o racismo e restituir às crianças a sua autoestima, dando-lhes um lugar e uma boa imagem na literatura para crianças e fornecendo-lhes informação acerca dos seus países de origem” promove um melhor equilíbrio e adaptação pessoal e social. Adicionalmente, estes livros mostram às crianças a riqueza que a diversidade cultural traz às sociedades em que vivem, assim como a outras. O International Board on Books for Young People (IBBY), organização que pugna pela promoção da leitura e das obras de qualidade junto da infância e da juventude defende a ideia de que “os livros, enriquecendo os conhecimentos que os jovens possam ter dos valores e das tradições dos países estrangeiros, contribuem para desenvolver a convivência entre os povos e estão ao serviço da paz” (1994:desdobrável da Secção Portuguesa do IBBY).

 

 

José António Gomes no artigo intitulado “Literatura para a infância e a juventude entre culturas” (n/d), disponível em linha na Casa da Leitura, apresenta alguns títulos para crianças e jovens de autores portugueses, onde são abordados os temas da diversidade, multiculturalidade, tolerância e outros temas. Arrogamos a ideia de Gomes (n/d:15-16) quando diz que “Os livros para crianças (…) impõem-se como mediadores relevantes do diálogo entre culturas – estimulando a curiosidade, dando a conhecer outros povos e etnias, contribuindo para a integração em comunidades multiétnicas, estimulando, enfim, atitudes de valorização das diferenças que não ponham (…) em causa valores humanos fundamentais e universais.”

 

 

Ajudar os mais jovens pela leitura e na leitura a tomar consciência dos laços que se criam entre diferentes universos culturais assume-se como outro dos grandes objetivos da Biblioteca Escolar Afonso de Paiva.

Read Full Post »

Das duas Bibliotecas Escolares (BE) do Agrupamento Afonso de Paiva, uma está sediada na Escola Básica Afonso de Paiva e outra na Escola Básica S. Tiago (1º ciclo), servindo assim um público de aproximadamente 850 alunos de 1º, 2º e 3º ciclos.

A BE procura dar resposta a todos os alunos e professores, disponibilizando e facilitando o acesso à leitura e aos livros e, para os alunos das escolas mais afastadas geograficamente e que não dispõem de BE, torna-se imperioso e necessário a realização de um trabalho que desperte o gosto e o hábito da leitura, condição indispensável ao desenvolvimento social e à realização individual do aluno.
O Programa Itinerâncias “Malas com rodas cheias de Histórias” é mais uma iniciativa da Biblioteca Escolar Afonso de Paiva que procura despertar, incentivar e promover o gosto e o hábito da leitura, disponibilizando a 4 Escolas do 1º ciclo do Agrupamento – EB Castelo, EB Mina, EB Sarzedas e EB Salgueiro do Campo – 4 baús com livros, numa parceria com a Biblioteca Municipal de Castelo Branco. Os baús, em regime itinerante, rodam pelas escolas nos diferentes trimestres letivos, levando assim cerca de duas centenas de livros a aproximadamente 150 alunos.

maleta-de-cuentos_Paulo-Galindro12

(Ilustração de Paulo Galindro/2012)

Assim e neste que é o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares, as Escolas de 1º ciclo de Castelo, Salgueiro do Campo, Sarzedas e Mina, receberam a visita de uma “certa menina com caracolinhos de ouro” que decidiu dar as boas-vindas a todos os alunos, levando com ela a professora bibliotecária carregada de baús cheios de histórias e de livros para ler, contar e sonhar!
A formação integral, a melhoria da relação ensino-aprendizagem e o desenvolvimento sociocultural, são alguns dos objetivos gerais desta iniciativa da BE Afonso de Paiva, cumprindo desta forma mais uma das metas definidas pelo Plano de Ação da BE: promover o livro e a leitura junto de todos os alunos do Agrupamento, contribuindo para a formação de leitores autónomos e competentes. Crescer a Ler!

Ora espreitem lá… 😉

 DSC05318 DSC05326 DSC05330 DSC05335 DSC05352 DSC05355 DSC05411 DSC05439

Read Full Post »

CNAPEF

Conselho Nacional de Associações de Profissionais de Educação Física e Desporto

RECURSOS EDUCATIVOS

NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS

ANLite

Audiências, Notícias e Literacia | Audiences, News and Literacy

Blogue do IILP

Promocão e difusão da língua portuguesa

Astrid Lindgren Memorial Award

The World's Largest Children's Literature Award

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

MixLit

O DJ da literatura

abiblioterapeuta.wordpress.com/

A Biblioterapeuta: porque os livros curam.

Alerta Premika

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Hafuboti

little bits of library goodness

Educação para a Sexualidade

Recursos para Jardim de Infância e Ensino Básico

%d bloggers like this: