Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘festival literário de castelo branco’

29513316_1127404077399259_280843378190841275_n

Iniciado em 2012, o Festival Literário de Castelo Branco tem proporcionado o contacto a alunos e professores com grande número de autores (poetas, romancistas, dramaturgos, ensaístas, ilustradores, músicos…). Esta 6ª edição do Fronteira – Festival Literário de Castelo Branco decorre de 11 a 14 de abril e conta com a participação de 15 autores portugueses convidados. O Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva contará com a visita de 4 autores que irão estar à conversa com, aproximadamente, 400 alunos do 1º, 2º e 3º ciclos do agrupamento:

  • 11.abril – Maria Bouza (1º ciclo)
  • 12.abril – António Mota (2º ciclo)
  • 13.abril – Rachel Caiano (2º ciclo)
  • 13. abril – Filipa Melo (3º ciclo)

Da programação do Fronteira 2018 fazem parte mesas de debate, apresentações e entrevistas de vida, visitas às escolas albicastrenses e uma oficina de ilustração. Os três primeiros dias serão dedicados às escolas do concelho, sendo o último dia, dedicado à cidade, preenchido com um debate em torno dos 20 anos do Prémio Nobel de José Saramago, com conversas à volta dos temas: «A lusofonia é uma ficção?»; «Que autores de língua portuguesa se perfilam como potenciais Nobel?» e «Vinte anos depois, mudou alguma coisa na literatura portuguesa?».

Caracterizado pelo fomento e promoção de contacto de autores com alunos e professores das escolas do concelho e com a população albicastrense, o Fronteira distinguiu já autores como José Manuel Castanheira, Carlos Correia e António Salvado (albicastrenses), Mia Couto, Manuel Alegre e este ano, José Saramago, 20 anos depois da atribuição do Prémio Nobel da Literatura, contando com a presença de Pilar del Rio. Para a professora bibliotecária Carla Nunes, esta é mais uma iniciativa cultural de grande relevo e importância para a cidade e, sobretudo, com impacto muito positivo na promoção e fomento da leitura e dos livros, junto da comunidade escolar.

Read Full Post »

O encontro dos alunos de 1º ciclo das Escolas Básicas do Castelo, Mina, Salgueiro do Campo e Sarzedas com o escritor João Pedro Mésseder e com a ilustradora Rachel Caiano está marcado entre as 10.30h e as 12h no auditório.

Os alunos estarão à conversa com estes dois autores, recentemente galardoados com o Prémio SPA (Sociedade Portuguesa de Autores) “Melhor Livro Infantojuvenil” com “De umas coisas nascem outras” (Caminho), encerrando desta forma esta 11ª edição da Semana da Leitura no Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva.

 

 

Do programa de hoje, dia 31 de março e no âmbito da quinta edição do Fronteira – Festival Literário de Castelo Branco, irão igualmente visitar o nosso Agrupamento as escritoras Joana Bértholo e Clara Cunha. Num ambiente informal e descontraído, as autoras irão partilhar as suas experiência e responder às questões dos mais novos. As sessões decorrerão no auditório e entre as 9h e as 10h será a vez de Joana Bértholo conversar com alunos do 3º ciclo (7º e 8º anos). De tarde, entre as 14.30h e as 16h,  Clara Cunha irá estar à conversa com alunos do 1º ciclo (1º e 2º anos da EB Afonso de Paiva).

 

OBRIGADA A TODOS aqueles que, de uma forma ou de outra, tornaram esta Semana da Leitura numa festa das LETRAS, das PALAVRAS, das HISTÓRIAS, dos LIVROS, dos AUTORES, das ARTES e, acima de tudo, num imenso prazer: O PRAZER DE LER!

Read Full Post »

Painel elaborado pelos alunos do 3º ciclo do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva numa interpretação do poema “Cantiga Sua Partindo-se” de João Roiz de Castel-Branco, em trabalho colaborativo entre Biblioteca Escolar, Educação Visual, Artes e Português, no âmbito da 4ª edição do Fronteira – Festival Literário de Castelo Branco.

O painel esteve exposto durante o Fronteira e poderá ser apreciado durante o mês de abril, mês do livro, no átrio principal da Escola Afonso de Paiva.

 

12932647_993499437396878_2163520495577419940_n

Read Full Post »

E o dia de ontem, 9 de abril, foi o último dia da edição do Fronteira 2016, uma iniciativa da câmara municipal de Castelo Branco com produção executiva da Booktailors, também com a colaboração dos agrupamentos de escolas do concelho albicastrense.

10422351_711004675705870_3280755275583469721_n

12524249_711004795705858_6861062955617806478_n

12108855_700884630051208_6583350650337826038_n

Durante a tarde e na biblioteca municipal de Castelo Branco houve lugar a várias sessões de encontros com autores portugueses. Tito Couto (booktailors) moderou uma conversa com Nuno Camarneiro e Jacinto Lucas Pires, seguida do lançamento dos livros: «Desnorte», de Inês Pedrosa, e «Gramática do Medo», de Maria Manuel Viana e Patrícia Reis, durante uma animada conversa, moderada por Pedro Vieira (Booktailors). “Será o poeta um prosador com tiques de preguiça?” foi o mote da conversa entre José Eduardo Agualusa e Nuno Costa Santos para mais uma tertúlia literária. “Haverá escritores condenados ao desaparecimento nas próximas décadas?” –  Inês Pedrosa e Nuno Júdice deram o seu parecer, numa conversa com Pedro Vieira, sobre o expoente literário português mais recente e a devida elevação de alguns escritores portugueses.

 

O festival terminou pelas 21.30h, numa sessão de encerramento com uma “Missa mal dita” por Renato Filipe Cardoso, um espetáculo de poesia dita que homenageia os clássicos da poesia satírica e alguns textos contemporâneos num clima informal e de interação com o público, seguida de uma muita agradável presença de Luís Represas, moderada por Tito Couto que recordou momentos e canções dos Trovante e da sua própria obra e percurso artísticos, numa celebração da palavra e da poesia cantada.

10698555_700884796717858_2028089188647922792_n

Esperamos que o festival literário tenha vindo para ficar!

 

 

Read Full Post »

E hoje, sexta-feira, dia 8 de abril, o dia começou com a visita de escritores e ilustradores a algumas escolas do concelho de Castelo Branco.

Carlos Alberto Moniz, José Dias Pires, Luís Afonso, Luís Diogo, Madalena Moniz, Manuel Costa Alves e Sebastião Peixoto estiveram à conversa com alunos de vários graus de ensino, num ambiente descontraído e informal, a partilhar o seu trabalho e as suas experiências sob o tema «Vemos, ouvimos e lemos — as mil e uma maneiras de cruzar a fronteira das histórias». No Agrupamento Afonso de Paiva cerca de uma centena de alunos do 2º ciclo conversaram e apreciaram as belas ilustrações feitas pelo nosso convidado bracarense, Sebastião Peixoto.

 

Mais tarde, pelas 18h, Manuel Alegre, poeta e prosador incontornável no panorama literário português, estará presente na Biblioteca Municipal de Castelo Branco, para uma conversa com Tito Couto sobre os momentos mais marcantes da sua vida e obra literária.

 

MAlegre

Read Full Post »

sebastiao peixoto

Sebastião Peixoto é um conhecido ilustrador bracarense. Estudou Pintura, na Faculdade de Belas Artes do Porto e divide o seu tempo entre publicações em revistas, trabalho e projetos pessoais e visitas a escolas. É também colaborador em diversas publicações nacionais, sempre ‘abrindo portas’ ao seu próprio mundo mágico. A sua ilustração do rato Mickey tornou-se famosa. Colabora ainda com várias editoras na ilustração de livros infantis e manuais escolares. É autor dos blogues Brufen 600 e Ritalina – espaço dedicado à ilustração infantil.

 

10_64

“Sempre que tenham tempo peguem num livro e leiam, ou deliciem-se com as ilustrações dos vários e excelentes ilustradores que o nosso país tem!” (Sebastião Peixoto, esmiucaolivro)

 

E hoje, dia 8 de abril, por volta das 10.30h, no âmbito da 4ª edição do Fronteira – Festival Literário de Castelo Branco, recebemos este autor no Agrupamento Afonso de Paiva e cerca de 100 alunos de 2º ciclo vão poder partilhar uma sessão com o autor num ambiente descontraído e informal, de partilha do seu trabalho e das suas experiências sob o tema «Vemos, ouvimos e lemos — as mil e uma maneiras de cruzar a fronteira das histórias».

 

12705646_691593667646971_918881688533535555_n

 

Temos vários livros ilustrados pelo Sebastião Peixoto que podes ler e ver na nossa biblioteca.

Aqui te deixamos algumas das suas capas:

1507-1 (1) 1507-1 (2) 1507-1 (3) 1507-1 9789896282325 9789896572518 9789898309105 a_mata_dos_medos CapaLivroPag.Crianças11Abril images (1) images transferir

 

 

 

Read Full Post »

poetasalbicastrenses

E tem início hoje, dia 7 de abril, a quarta edição do Festival Literário de Castelo Branco, este ano sob o mote: As Fronteiras da Prosa e da Poesia.

A sessão inaugural é às 21.30h, na Biblioteca Municipal de Castelo Branco e conta com uma homenagem ao poeta albicastrense João Roíz de Castel-Branco, protagonizada pelo Grupo Teatral Váatão. Segue-se uma sessão de poesia, apresentada por José Dias Pires e dita por poetas naturais do concelho: António Salvado, João de Sousa Teixeira, Luís Diogo e Manuel Costa Alves.

 

Read Full Post »

12705646_691593667646971_918881688533535555_n

Apresentado no dia 18 de março, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Castelo Branco, com a presença vibrante do nosso Clube de Leitur@s, com uma “Roda de Poemas”, o festival tem este ano como tema “As Fronteiras da Prosa e da Poesia” e começa já esta quinta-feira, 7 de abril, com uma homenagem a João Roiz de Castel-Branco, pelo Teatro Váatão de Castelo Branco, com exposições, a partir de 8 de abril, de painéis elaborados pelos agrupamentos de escolas da cidade, a partir do poema de João Roiz  “Cantiga sua partindo-se”.

Mais de 20 nomes ligados às artes vão marcar presença em Castelo Branco de 7 a 9 de abril, no Fronteira 2016, uma iniciativa da Câmara Municipal de Castelo Branco com produção executiva da Booktailors.

Esta 4ª edição do Fronteira conta com Alice Vieira, Inês Pedrosa, Jacinto Lucas Pires, Manuel Alegre, Maria Manuel Viana e José Eduardo Agualusa que regressa à cidade depois de em agosto do ano passado ter estado no Cine Teatro Avenida, no âmbito da iniciativa Viagem Literária. A região albicastrense também está representada com os convites a António Salvado, João de Sousa Teixeira ou Manuel Costa Alves.

O programa conta com visitas dos escritores às escolas e na próxima sexta-feira de manhã o ilustrador Sebastião Peixoto irá estar no nosso agrupamento. Para o final do dia 8 de abril está marcada uma sessão especial com Manuel Alegre e no dia 9 vão estar em Castelo Branco Alice Vieira e Jacinto Lucas Pires. Maria Manuel Viana e Patrícia Reis apresentam no mesmo dia o livro “Gramática do Medo” e Inês Pedrosa “Desnorte”.

José Eduardo Agualusa, Matilde Campilho, Inês Pedrosa e Nuno Júdice são os nomes sonantes do encerramento da edição deste ano do festival, que termina com uma sessão especial com o músico Luís Represas, que revisita 40 anos de carreira.

 

Read Full Post »

Luís Portugal

E para este nosso último dia da Semana da Leitura, a Biblioteca Escolar Afonso de Paiva preparou 2 espetáculos: um musical e outro teatral!!

Os pequenos miúdos dos JI das Violetas, Castelo, Salgueiro do Campo, Sarzedas e Freixial do Campo têm direito a canções na escola, na voz de Luís Portugal e os pequenos do 1º ano das escolas de S. Tiago e Afonso de Paiva também e até prepararam um pequeno espetáculo musical, com o professor da AEC de Música, acompanhado por uma bela coreografia que o professor da AEC de Educação Física preparou com os pequenotes.

cartaz palavras viajeiras + escuro (final + leve)

De tarde, temos um espetáculo preparado pela companhia de teatro albicastrense “Váatão” que vai levar a “Filó & Sofia” até ao mundo das “Palavras Viageiras” no IPDJ de Castelo Branco, onde participarão cerca de 300 alunos do 1º ciclo das escolas Afonso de Paiva e S. Tiago.

E a viagem está quase a terminar… não sem antes encerrarmos a Semana da Leitura em grande. E para o final, a sobremesa: uma “Roda de Poemas” interpretados pelos alunos do Clube de Leitur@s Afonso de Paiva, que pelas 18h vão ler, declamar, dramatizar, cantar e brincar com as palavras, numa roda muito animada de poesia que promete deixar muita vontade de ler no público presente na Apresentação do 4º Festival Literário de Castelo Branco, na Câmara Municipal de Castelo Branco.

Não se esqueçam… LER é o melhor remédio!

Boas Leitur@s!

Read Full Post »

A edição deste ano do Fronteira – 3º Festival Literário de Castelo Branco, promovido pela Câmara Municipal de Castelo Branco, numa organização da Booktailors, realizou-se nos dias 10 e 11 de abril e terminou no dia 4 de maio, numa sessão de homenagem às palavras, pois como disse Mia Couto no Cine-Teatro de Castelo Branco “não se devem homenagear os autores, mas sim alguma coisa que é muito mais importante que os escritores, os livros e a leitura e essa relação de intimidade que a leitura proporciona”.

No âmbito da educação literária no 1º ciclo e ao longo do segundo período foram lidas, estudadas e analisadas duas obras do escritor moçambicano: “O gato e o escuro” e “O beijo da palavrinha” e como forma de assinalar o dia da visita do autor à cidade albicastrense, os alunos do 1º ciclo do agrupamento de escolas Afonso de Paiva decidiram “por ao vento” as palavras e as histórias e com um estendal de textos, excertos, ilustrações, poesias visuais e muito mais realizadas a partir das palavras de Mia Couto, os nossos alunos homenagearam assim os livros e a leitura, (re)descobrindo e (re)inventando palavras e leituras.

estendalario_2 estendalario_1

O “Estendalário” marcou o arranque de um abril dedicado ao escritor moçambicano nas bibliotecas escolares do agrupamento Afonso de Paiva, num mês cujo programa foi muito vasto e contemplou sessões de declamação, leitura, montras de livros, apresentações interativas e mostras biobibliográficas do escritor e poeta, assim como apresentações de alguns trabalhos dos alunos em suporte de papel e digital, nas bibliotecas escolares do agrupamento.

A iniciativa levada a cabo pela biblioteca escolar Afonso de Paiva em estreita colaboração com o departamento do 1º ciclo estendeu as palavras do escritor moçambicano Mia Couto aos alunos, difundindo e promovendo a lusofonia e o escritor e poeta. O “Estendalário” esteve no Cine-Teatro no dia 4 de maio e estará “ao sol” na escola Afonso de Paiva durante a última semana de maio, onde poderá ser visto e apreciado pela comunidade educativa.

estendalario_3 estendalario_4 estendalario_5

A escola é um meio para querermos o que não temos. A vida, depois, nos ensina a termos aquilo que não queremos.” (Mia Couto)

Read Full Post »

Older Posts »

CNAPEF

Conselho Nacional de Associações de Profissionais de Educação Física e Desporto

RECURSOS EDUCATIVOS

NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS

ANLite

Audiências, Notícias e Literacia | Audiences, News and Literacy

Blogue do IILP

Promocão e difusão da língua portuguesa

Astrid Lindgren Memorial Award

The World's Largest Children's Literature Award

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

MixLit

O DJ da literatura

abiblioterapeuta.wordpress.com/

A Biblioterapeuta: porque os livros curam.

Alerta Premika

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Hafuboti

little bits of library goodness

Educação para a Sexualidade

Recursos para Jardim de Infância e Ensino Básico

%d bloggers like this: