Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘encontros de autor’

cartaz

Anúncios

Read Full Post »

A ilustradora Danuta Wojciechowska apresentou o seu mais recente trabalho de ilustração que integra o livro infantojuvenil “A Água e a Águia”, numa aliança com o escritor Mia Couto, numa sessão que decorreu no auditório do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, na manhã do passado dia 20 de novembro. Neste novo livro, Mia Couto escreve e Danuta Wojciechowska ilustra um conto sobre as grandes águias da Terra e a sua relação com a água dos rios.

Este encontro, organizado pelas bibliotecas escolares do agrupamento, da responsabilidade da editora Caminho, com o apoio da Câmara Municipal de Castelo Branco e da Rede de Bibliotecas Escolares, esteve inserido num programa que os dois autores protagonizaram na cidade. No agrupamento, a ilustradora mostrou, partilhou e conversou com cerca de uma centena de alunos e seus professores, das turmas de 3º e 4º anos da escola básica Afonso de Paiva, sobre o que é ilustrar livros para crianças e ainda surpreendeu os pequenos com algumas técnicas de ilustração e possibilidades criativas de desenhar e pintar.

 

Danuta Wojciechowska nasceu no Canadá, em 1960 e dedica-se à ilustração infantil, ao design gráfico e à cenografia. Viveu e estudou na Suíça e em Inglaterra, mas escolheu Portugal para se fixar. Reside e trabalha em Lisboa desde 1984. Foi distinguida com o Prémio Nacional de Ilustração em 2003, entre outros prémios. Já ilustrou outras obras de Mia Couto, assim como de Ondjaki, José Eduardo Agualusa, Álvaro Magalhães, Alice Vieira, Lídia Jorge e Luísa Ducla Soares.

Read Full Post »

O Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto (27.janeiro) foi o pretexto para mais um encontro de autor promovido pelas Bibliotecas Escolares do AE Afonso de Paiva, em parceria com a Editora Asa, no passado dia 29 de janeiro, que marcou o início das atividades decorridas ao longo da semana, numa singela homenagem #paranãomaisesquecer.

À conversa com João Pinto Coelho, arquiteto, professor e o mais recente escritor português distinguido com o maior galardão literário do país, o prémio Leya 2017, atribuído ao seu romance “Os loucos da rua Mazur”, estiveram cerca de uma centena de alunos e uma dezena de professores do AE Afonso de Paiva, numa oportunidade de regressar ao cenário da Segunda Guerra Mundial pelas palavras do escritor que, fruto de talento e décadas de leituras e estudo sobre o Holocausto e investigações recentes, resultantes de duas ações do Conselho da Europa que integrou, nos levou às entranhas de Oświęcim (Auschwitz), a cidade polaca que já foi um lugar feliz, reescrita a cinzas pelos nazis na memória da Humanidade.

 

 

João Pinto Coelho registou que “mais do que respostas, o Holocausto devolve, cada vez mais, perguntas” e que por isso, não se cansa de semear dúvidas e inquietações entre mentes jovens quando vai às escolas falar do tema: “Aprendemos pouco com a História”, assinala, “Continuamos certos da nossa bondade e incapacidade de fazer coisas terríveis”, desafiando todos os presentes os presentes para olhar o Mal onde nunca o vemos: dentro de nós. O escritor captou totalmente a atenção de toda a plateia, quer pelo tema, quer pela (re)construção da tragédia, assim como os tempos paralelos que nos apresenta nos seus dois romances: “Perguntem a Sarah Gross” e “Os loucos da Rua Mazur”, um livro que nos dá a conhecer um lado diferente da Segunda Guerra Mundial, um livro sobre “a universalidade do mal e não sobre a sua banalidade”, como refere João Pinto Coelho.

As Bibliotecas Escolares Afonso de Paiva para além de estimularem a criação literária e o gosto pela leitura, estreitando laços entre os livros e os leitores, pretendem sempre ajudar e apoiar alunos e professores a entender melhor a importância da palavra e da literatura, bem como as transformações que hoje definem o mundo à nossa volta, com a promoção destes encontros e conversas com autores, na promoção de um trabalho de leitura empenhada, envolvida, que devolve a competência de ler nas crianças e jovens.

Read Full Post »

Bestiario.30.10.2017

Este ano, as bibliotecas escolares do agrupamento de escolas Afonso de Paiva decidiram juntar aos vampiros, aos zombies e às bruxas, piratas e uns “monstrinhos” das lendas do Algarve a Trás-os-Montes: Aventesmas, Moiras Encantadas, Maruxinhos, Olharapos, Ganchas e Trasgos, relembrando as invenções de uma infância passada, mas ainda muito presente no imaginário popular coletivo. A falta de contacto com estas personagens e a necessidade de preservar as antigas histórias portuguesas de monstros, bruxas, anões, gigantes e almas penadas, incentivaram o professor e escritor a não deixar que se percam estas memórias, criando esta novidade editorial: o Bestiário Tradicional Português. E como os mais novos podem já não conhecer o “bicho papão”, a “coca” ou o “homem do saco” contam agora com a ajuda do Bestiário para “cristalizar estas criaturas”, como pretende o autor, Nuno Matos Valente, que recolheu cerca de 40 seres que povoam o território português, produzindo a mais completa pesquisa de criaturas míticas tradicionais portuguesas, ilustradas pela Natacha Costa Pereira.

Cerca de 250 alunos das turmas de 3º, 4º e 5º ano das EB Afonso de Paiva, Mina e S. Tiago e seus professores tiveram assim oportunidade de ver e ouvir tudo o que o escritor nos contou no dia 30 de outubro, neste encontro de autor que encerra o mês internacional das bibliotecas escolares. Muitas foram as partilhas sobre este bestiário ilustrado, com informações detalhadas sobre os hábitos e características de cada criatura genuinamente portuguesa, com referências nas obras de Leite de Vasconcelos, Consiglieri Pedroso, Alexandre Herculano, Júlio Dinis, Teófilo Braga, entre outros, mas também fruto de contacto direto com pessoas que conhecem histórias e lendas, mostrando assim aos miúdos e graúdos que para quem quer brincar aos sustos, com monstros e criaturas do além, coisas que devem deter um lugar fundamental no crescimento da criança, há histórias e criaturas bem portuguesas e “que têm mais a ver com a nossa tradição”.

Aqui ficam registos fotográficos de alguns momentos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Read Full Post »

cartazmibe.2017

O tema para outubro – Mês Internacional das Bibliotecas Escolares é: “Ligando Comunidades e Culturas“. Baseia-se no tema anual da conferência IASL (International Association of School Librarianship) sobre “Aprender sem fronteiras”. Este ano estamos concentrados na ideia de que o ISLM conecta comunidades (comunidades de aprendizagem de todos os tipos e as nossas próprias comunidades sociais) e culturas ao redor do mundo enquanto compartilhamos o nosso amor pelas bibliotecas escolares e mostramos algumas das atividades maravilhosas que se realizam nas bibliotecas do agrupamento de escolas Afonso de Paiva.

Em outubro vamos planear, organizar, apoiar, desenhar, pintar, ler, escrever, contar, animar e inaugurar este mês das bibliotecas escolares com os nossos alunos e professores, desde o pré-escolar ao 3º ciclo do ensino básico e várias serão as atividades. Desde sessões de formação do(s) utilizador(es) das bibliotecas, para os alunos do 1º e 5º anos, sessões de animação e mediação leitora, no âmbito da 9ª edição do projeto Itinerâncias “Malas com Rodas Cheias de Histórias”, com livros e histórias para os alunos do pré-escolar e 1º ciclo do agrupamento que não dispõem de espaço físico de biblioteca nas suas unidades orgânicas, numa parceria com a biblioteca municipal de Castelo Branco, passando pelo encontro com o autor Nuno Matos Valente, para alunos do 1º e 2º ciclos, a participação na 8ª edição da Troca Internacional de Marcadores de Livros, com os alunos dos 8º anos, numa iniciativa da IASL e a celebração da festividade Halloween, com a sempre muita entusiasmante e “arrepiante” animação de leitura, decoração alusiva e montras de livros, nas bibliotecas Afonso de Paiva e S. Tiago e o já tradicional e muito participado Concurso de Halloween, este ano sob o tema “Mascotes de Piratas”, destinado a todos os alunos e famílias do agrupamento.

O ponto alto deste mês está destinado ao dia 23 de outubro, dia da biblioteca escolar, com a apresentação/ visionamento do vídeo “Apanhados a Ler” que acontecerá nas bibliotecas escolares Afonso de Paiva e S. Tiago, assinalando desta forma uma data que marca as ligações entre as bibliotecas escolares e as comunidades.

 

 

Read Full Post »

O encontro dos alunos de 1º ciclo das Escolas Básicas do Castelo, Mina, Salgueiro do Campo e Sarzedas com o escritor João Pedro Mésseder e com a ilustradora Rachel Caiano está marcado entre as 10.30h e as 12h no auditório.

Os alunos estarão à conversa com estes dois autores, recentemente galardoados com o Prémio SPA (Sociedade Portuguesa de Autores) “Melhor Livro Infantojuvenil” com “De umas coisas nascem outras” (Caminho), encerrando desta forma esta 11ª edição da Semana da Leitura no Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva.

 

 

Do programa de hoje, dia 31 de março e no âmbito da quinta edição do Fronteira – Festival Literário de Castelo Branco, irão igualmente visitar o nosso Agrupamento as escritoras Joana Bértholo e Clara Cunha. Num ambiente informal e descontraído, as autoras irão partilhar as suas experiência e responder às questões dos mais novos. As sessões decorrerão no auditório e entre as 9h e as 10h será a vez de Joana Bértholo conversar com alunos do 3º ciclo (7º e 8º anos). De tarde, entre as 14.30h e as 16h,  Clara Cunha irá estar à conversa com alunos do 1º ciclo (1º e 2º anos da EB Afonso de Paiva).

 

OBRIGADA A TODOS aqueles que, de uma forma ou de outra, tornaram esta Semana da Leitura numa festa das LETRAS, das PALAVRAS, das HISTÓRIAS, dos LIVROS, dos AUTORES, das ARTES e, acima de tudo, num imenso prazer: O PRAZER DE LER!

Read Full Post »

E hoje continua a festa das palavras e dos livros no Agrupamento Afonso de Paiva, nesta 11ª edição da Semana da Leitura que hoje, dia 27 de março, tem na sua agenda 2 sessões matinais da iniciativa “Contar as Metas” da Editora Asa, parceira nesta semana da leitura, onde cerca de uma centena de alunos do 5º e do 6º ano vão poder ouvir e escutar as obras “O Limpa-palavras” de Álvaro Magalhães e “Os Piratas” de Manuel António Pina cantadas e (re)contadas pelo convidado Sandro William Junqueira e ainda um Encontro de Autor de tarde com aproximadamente 120 alunos do 1º ciclo (3º e 4º anos das escolas Afonso de Paiva e S. Tiago) com o multifacetado escritor Sandro William Junqueira.

São muitas as perguntas e muitas serão as histórias que o Sandro Junqueira tem para nos contar e muitos são também os alunos do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva e os seus professores que, muito entusiasmados, o esperam para o ouvir e com ele conversar, nos encontros de hoje, dando assim continuidade a esta grande festa dos livros e dos seus leitores: a semana da leitura, este ano sob o tema: “O prazer de ler”

Estimado amigo Sandro William Junqueira, vai ser mesmo um prazer! Até já!

cartaz.Junqueira

Read Full Post »

Older Posts »

Astrid Lindgren Memorial Award

The World's Largest Children's Literature Award

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

MixLit

O DJ da literatura

abiblioterapeuta.wordpress.com/

A Biblioterapeuta: porque os livros curam.

Alerta Premika

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Hafuboti

little bits of library goodness

Educação para a Sexualidade

Recursos para Jardim de Infância e Ensino Básico

TRANSMAGINAR

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Cultura LIJ / ISSN 2545-6849-10

Revista de Cultura y Literatura Infantil y Juvenil - ISSN 2545-6849-10 Marzo 2018

Literacia de Informação

Da Informação ao conhecimento com a biblioteca escolar

%d bloggers like this: