Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘colaboração’

As Metas Curriculares de Português do Ensino Básico visam melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem através de uma cultura de rigor e de excelência desde o Ensino Básico. O 1.º Ciclo do Ensino Básico constitui-se como uma etapa fundamental no percurso escolar dos alunos e surgem como domínios da disciplina de Português, nas suas dimensões linguística e cultural, a Oralidade, a Leitura e a Escrita, a Educação Literária e a Gramática.

 

Passada a fase inicial de aprendizagem da leitura e da escrita, o ensino incide no desenvolvimento da fluência de leitura (nas suas vertentes da velocidade, da precisão e da prosódia), no alargamento do vocabulário, na compreensão da leitura, na progressiva organização e produção de texto, onde surge o domínio da Educação Literária (nos dois primeiros anos de escolaridade, denominado Iniciação à Educação Literária) que vem dar mais consistência e sentido ao ensino da língua, fortalecendo a associação curricular da formação de leitores com a matriz cultural e de cidadania. Ouvir ler e ler textos de literatura infantojuvenil é um percurso que conduz ao objetivo prioritário de compreensão de textos e é um estímulo à apreciação estética. O contacto com textos literários, portugueses e estrangeiros, em prosa e em verso, de distintos géneros, e com textos do património oral português, amplia o espetro de leituras e favorece a interação discursiva e o enriquecimento da comunicação. Especificamente para o domínio da Educação Literária, foi feita uma seleção a nível nacional de obras e textos literários para leitura anual, válida para o 1.º Ciclo, e foram, neste domínio, definidos sete títulos por ano de escolaridade, complementados com a promoção da leitura autónoma, para a qual se encontram indicadas as listagens do Plano Nacional de Leitura (PNL), garantindo a manutenção da escolha pessoal feita pelos alunos, sob orientação do professor e do professor bibliotecário.

 

Por forma a garantir um maior e melhor contacto com a diversidade de obras, géneros e autores e levar os alunos a um conhecimento e compreensão mais alargados das diferentes obras no âmbito das metas curriculares de português, complementando e articulando o trabalho curricular com a sala de aula, a biblioteca escolar Afonso de Paiva, mais especificamente, a professora bibliotecária Carla Nunes e a educadora Maria da Luz Lopes, lançaram um novo projeto de educação literária: “(Re)contar as Metas”. O projeto consiste em promover a mediação de leitura de obras definidas nas metas curriculares de português para o 1º ciclo, numa triagem feita pelos professores titulares das turmas, junto de todos os alunos dos 4 anos de escolaridade de todas as escolas do 1º ciclo do agrupamento de escolas Afonso de Paiva.

 

 

O projeto já começou e a primeira obra (re)contada foi “Uma Flor Chamada Maria” de Alves Redol, proposta para o 2º ano de escolaridade. As sessões de mediação leitora já começaram e as turmas de 2º ano das escolas de S. Tiago e Afonso de Paiva já conheceram a Maria… ou terá sido a Flor? Vamos lá ler para descobrir!…

Anúncios

Read Full Post »

logo

 

O Boys Reading é um projeto europeu, envolvendo um grupo de investigadores, pais, professores, bibliotecários e alunos do Chipre, Croácia, Grécia, Polónia, Portugal e Roménia, que visa promover as competências da leitura e da literacia junto dos rapazes entre os 11 e os 15 anos de idade, familiarizando-os com os tipos (categorias) de livros, temas e enredos preferidos (subcategorias) e títulos de literatura juvenil e para jovens adultos, assim como oferecer sugestões sobre a forma de os apresentar em contextos educativos formais e informais.

 

Resultados recentes do PISA (Programa Internacional de Avaliação de Alunos) revelaram diferenças na avaliação da leitura entre rapazes e raparigas, com as raparigas a superarem os rapazes. Alguns países ficaram abaixo do nível médio relativamente às notas de leitura do PISA. Assim, existe uma extrema necessidade de atenção especial devotada ao desenvolvimento da literacia e atitudes dos rapazes adolescentes em relação à leitura, uma vez que é mais provável que este grupo esteja em risco de abandono escolar por relutância a envolver-se com a leitura. Existe ainda uma ideia generalizada de que os rapazes adolescentes são mais propensos a serem caracterizados como leitores relutantes. As diferenças de género na leitura e, especificamente, o insucesso dos rapazes parece ser uma questão preocupante. No entanto, os rapazes que se recusam a ler podem ler e irão ler se forem envolvidos em atividades de literacia que estejam relacionadas com os seus interesses e passatempos favoritos.

 

A professora bibliotecária Carla Nunes e os professores Filipa Nunes e Joaquim Ponciano do AE Afonso de Paiva, a convite da entidade parceira do projeto, o Instituto Politécnico de Castelo Branco, e ao abrigo do protocolo de colaboração existente entre o Agrupamento Afonso de Paiva e a Escola Superior de Educação, encontram-se a frequentar um curso de formação contínua no âmbito deste projeto, acolhendo orientações e partilhando ideias para a promoção da leitura bem-sucedida para rapazes adolescentes, focando três temas:
1. Políticas e projetos orientados para o estudante que promovem a igualdade de género;
2. Métodos pedagógicos de sensibilização de género, ideias de ensino inovadoras e melhores práticas;
3. Métodos pedagógicos que promovam a motivação intrínseca e extrínseca dos rapazes para a leitura, perceções de competência e eficácia ou interação social e motivação.

 

Nas oficinas já realizadas foi feita uma análise e reflexão sobre práticas pedagógicas, tendo em conta os fatores que afetam a leitura de rapazes, e trabalhadas propostas de criação de ambientes de aprendizagem que promovam atividades significativas para os rapazes. A valorização de diferentes géneros e temas literários e a disponibilização de uma variedade de recursos, incluindo não só os impressos, mas também os materiais de leitura em linha, foram alguns dos aspectos igualmente focados e trabalhados nas sessões, procurando responder às necessidades diversificadas dos chamados leitores relutantes.

 

Em janeiro e fevereiro, a Biblioteca Escolar Afonso de Paiva em articulação e colaboração com os professores envolvidos no Boys Reading, irá promover sessões de mediação de leitura junto de alunos rapazes entre os 11 e os 15 anos, procurando fornecer experiências em contexto de biblioteca escolar e sala de aula que respondam aos interesses, necessidades e estilos de aprendizagem de rapazes e que motivem para a leitura.

Brevemente daremos conta do que foi feito e dos seus resultados.

Read Full Post »

Blogue do IILP

Promocão e difusão da língua portuguesa

Astrid Lindgren Memorial Award

The World's Largest Children's Literature Award

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

MixLit

O DJ da literatura

abiblioterapeuta.wordpress.com/

A Biblioterapeuta: porque os livros curam.

Alerta Premika

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Hafuboti

little bits of library goodness

Educação para a Sexualidade

Recursos para Jardim de Infância e Ensino Básico

TRANSMAGINAR

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Cultura LIJ / ISSN 2545-6849-10

Revista de Cultura y Literatura Infantil y Juvenil - ISSN 2545-6849-10 Marzo 2018

Literacia de Informação

Da Informação ao conhecimento com a biblioteca escolar

%d bloggers like this: