Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘câmara municipal de castelo branco’

banner–1339X278PX3-1-768x159


Numa organização conjunta entre a Câmara Municipal de Castelo Branco, Centro de Cultura Contemporânea e a Rede de Bibliotecas Escolares, o Concurso Ibérico “Três Imagens…Quantas emoções?” é uma iniciativa que decorre da Ilustrarte’18 – VII Bienal Internacional de Ilustração para a Infância, patente no Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco até ao dia 7 de outubro de 2018. Este concurso pretende incentivar a criatividade literária e multimédia dos jovens, sensibiliza-los para a dimensão estética, promover a multiliteracia, estimular a utilização de diversos suportes de criação e promover a escrita criativa.
O concurso é aberto a alunos, portugueses e espanhóis, matriculados no ensino básico, secundário e superior, público ou privado. Os concorrentes terão que fazer prova da visita à exposição, e as ilustrações ali expostas deverão servir de inspiração ao trabalho a apresentar a concurso. Os interessados podem participar de duas formas:

  1. 1º e 2º ciclos –  em suporte escrito, texto de poesia ou narrativo.
  2. 3º ciclo, secundário ou superior – dois suportes, escrito e/ ou multimédia

A pré-inscrição decorre online (em formulário próprio) até ao dia 8 de outubro. Os concorrentes deverão inscrever-se na categoria correspondente ao ano letivo que frequentaram no ano letivo 2017/18.

Os trabalhos deverão ser entregues até 11 de novembro e a divulgação dos resultados está agendada para o dia 10 de dezembro.
O regulamento do concurso, a ficha de Inscrição e demais documentos estão disponibilizados na página da Câmara Municipal de Castelo Branco e nas páginas dos parceiros da iniciativa.

Participa! Qual é a tua ideia?

Regulamento do Concurso Descarregar: Português / Espanhol 

regulamento_PT

regulamento_ES

Versões a Preto e Branco

regulamento_CB_PT_PB

regulamento_CB_ES_PB

Cartaz em Português / Espanhol

cartaz_PT

cartaz_ES

Formulário de Manifestação de interesse em participar no Concurso AQUI 

 

Anúncios

Read Full Post »

29513316_1127404077399259_280843378190841275_n

Iniciado em 2012, o Festival Literário de Castelo Branco tem proporcionado o contacto a alunos e professores com grande número de autores (poetas, romancistas, dramaturgos, ensaístas, ilustradores, músicos…). Esta 6ª edição do Fronteira – Festival Literário de Castelo Branco decorre de 11 a 14 de abril e conta com a participação de 15 autores portugueses convidados. O Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva contará com a visita de 4 autores que irão estar à conversa com, aproximadamente, 400 alunos do 1º, 2º e 3º ciclos do agrupamento:

  • 11.abril – Maria Bouza (1º ciclo)
  • 12.abril – António Mota (2º ciclo)
  • 13.abril – Rachel Caiano (2º ciclo)
  • 13. abril – Filipa Melo (3º ciclo)

Da programação do Fronteira 2018 fazem parte mesas de debate, apresentações e entrevistas de vida, visitas às escolas albicastrenses e uma oficina de ilustração. Os três primeiros dias serão dedicados às escolas do concelho, sendo o último dia, dedicado à cidade, preenchido com um debate em torno dos 20 anos do Prémio Nobel de José Saramago, com conversas à volta dos temas: «A lusofonia é uma ficção?»; «Que autores de língua portuguesa se perfilam como potenciais Nobel?» e «Vinte anos depois, mudou alguma coisa na literatura portuguesa?».

Caracterizado pelo fomento e promoção de contacto de autores com alunos e professores das escolas do concelho e com a população albicastrense, o Fronteira distinguiu já autores como José Manuel Castanheira, Carlos Correia e António Salvado (albicastrenses), Mia Couto, Manuel Alegre e este ano, José Saramago, 20 anos depois da atribuição do Prémio Nobel da Literatura, contando com a presença de Pilar del Rio. Para a professora bibliotecária Carla Nunes, esta é mais uma iniciativa cultural de grande relevo e importância para a cidade e, sobretudo, com impacto muito positivo na promoção e fomento da leitura e dos livros, junto da comunidade escolar.

Read Full Post »

Painel elaborado pelos alunos do 3º ciclo do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva numa interpretação do poema “Cantiga Sua Partindo-se” de João Roiz de Castel-Branco, em trabalho colaborativo entre Biblioteca Escolar, Educação Visual, Artes e Português, no âmbito da 4ª edição do Fronteira – Festival Literário de Castelo Branco.

O painel esteve exposto durante o Fronteira e poderá ser apreciado durante o mês de abril, mês do livro, no átrio principal da Escola Afonso de Paiva.

 

12932647_993499437396878_2163520495577419940_n

Read Full Post »

E o dia de ontem, 9 de abril, foi o último dia da edição do Fronteira 2016, uma iniciativa da câmara municipal de Castelo Branco com produção executiva da Booktailors, também com a colaboração dos agrupamentos de escolas do concelho albicastrense.

10422351_711004675705870_3280755275583469721_n

12524249_711004795705858_6861062955617806478_n

12108855_700884630051208_6583350650337826038_n

Durante a tarde e na biblioteca municipal de Castelo Branco houve lugar a várias sessões de encontros com autores portugueses. Tito Couto (booktailors) moderou uma conversa com Nuno Camarneiro e Jacinto Lucas Pires, seguida do lançamento dos livros: «Desnorte», de Inês Pedrosa, e «Gramática do Medo», de Maria Manuel Viana e Patrícia Reis, durante uma animada conversa, moderada por Pedro Vieira (Booktailors). “Será o poeta um prosador com tiques de preguiça?” foi o mote da conversa entre José Eduardo Agualusa e Nuno Costa Santos para mais uma tertúlia literária. “Haverá escritores condenados ao desaparecimento nas próximas décadas?” –  Inês Pedrosa e Nuno Júdice deram o seu parecer, numa conversa com Pedro Vieira, sobre o expoente literário português mais recente e a devida elevação de alguns escritores portugueses.

 

O festival terminou pelas 21.30h, numa sessão de encerramento com uma “Missa mal dita” por Renato Filipe Cardoso, um espetáculo de poesia dita que homenageia os clássicos da poesia satírica e alguns textos contemporâneos num clima informal e de interação com o público, seguida de uma muita agradável presença de Luís Represas, moderada por Tito Couto que recordou momentos e canções dos Trovante e da sua própria obra e percurso artísticos, numa celebração da palavra e da poesia cantada.

10698555_700884796717858_2028089188647922792_n

Esperamos que o festival literário tenha vindo para ficar!

 

 

Read Full Post »

E hoje, sexta-feira, dia 8 de abril, o dia começou com a visita de escritores e ilustradores a algumas escolas do concelho de Castelo Branco.

Carlos Alberto Moniz, José Dias Pires, Luís Afonso, Luís Diogo, Madalena Moniz, Manuel Costa Alves e Sebastião Peixoto estiveram à conversa com alunos de vários graus de ensino, num ambiente descontraído e informal, a partilhar o seu trabalho e as suas experiências sob o tema «Vemos, ouvimos e lemos — as mil e uma maneiras de cruzar a fronteira das histórias». No Agrupamento Afonso de Paiva cerca de uma centena de alunos do 2º ciclo conversaram e apreciaram as belas ilustrações feitas pelo nosso convidado bracarense, Sebastião Peixoto.

 

Mais tarde, pelas 18h, Manuel Alegre, poeta e prosador incontornável no panorama literário português, estará presente na Biblioteca Municipal de Castelo Branco, para uma conversa com Tito Couto sobre os momentos mais marcantes da sua vida e obra literária.

 

MAlegre

Read Full Post »

sebastiao peixoto

Sebastião Peixoto é um conhecido ilustrador bracarense. Estudou Pintura, na Faculdade de Belas Artes do Porto e divide o seu tempo entre publicações em revistas, trabalho e projetos pessoais e visitas a escolas. É também colaborador em diversas publicações nacionais, sempre ‘abrindo portas’ ao seu próprio mundo mágico. A sua ilustração do rato Mickey tornou-se famosa. Colabora ainda com várias editoras na ilustração de livros infantis e manuais escolares. É autor dos blogues Brufen 600 e Ritalina – espaço dedicado à ilustração infantil.

 

10_64

“Sempre que tenham tempo peguem num livro e leiam, ou deliciem-se com as ilustrações dos vários e excelentes ilustradores que o nosso país tem!” (Sebastião Peixoto, esmiucaolivro)

 

E hoje, dia 8 de abril, por volta das 10.30h, no âmbito da 4ª edição do Fronteira – Festival Literário de Castelo Branco, recebemos este autor no Agrupamento Afonso de Paiva e cerca de 100 alunos de 2º ciclo vão poder partilhar uma sessão com o autor num ambiente descontraído e informal, de partilha do seu trabalho e das suas experiências sob o tema «Vemos, ouvimos e lemos — as mil e uma maneiras de cruzar a fronteira das histórias».

 

12705646_691593667646971_918881688533535555_n

 

Temos vários livros ilustrados pelo Sebastião Peixoto que podes ler e ver na nossa biblioteca.

Aqui te deixamos algumas das suas capas:

1507-1 (1) 1507-1 (2) 1507-1 (3) 1507-1 9789896282325 9789896572518 9789898309105 a_mata_dos_medos CapaLivroPag.Crianças11Abril images (1) images transferir

 

 

 

Read Full Post »

poetasalbicastrenses

E tem início hoje, dia 7 de abril, a quarta edição do Festival Literário de Castelo Branco, este ano sob o mote: As Fronteiras da Prosa e da Poesia.

A sessão inaugural é às 21.30h, na Biblioteca Municipal de Castelo Branco e conta com uma homenagem ao poeta albicastrense João Roíz de Castel-Branco, protagonizada pelo Grupo Teatral Váatão. Segue-se uma sessão de poesia, apresentada por José Dias Pires e dita por poetas naturais do concelho: António Salvado, João de Sousa Teixeira, Luís Diogo e Manuel Costa Alves.

 

Read Full Post »

Older Posts »

TRANSMAGINAR

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Cultura LIJ / ISSN 2545-6849-10

Revista de Cultura y Literatura Infantil y Juvenil - ISSN 2545-6849-10 Marzo 2018

Literacia de Informação

Da Informação ao conhecimento com a biblioteca escolar

Hipermediaciones

Conversaciones sobre la comunicación digital interactiva

Amora negra

Página do escritor e contador de histórias Carlos Alberto Silva

A maioria das pessoas que caminhem atrás de mim serão crianças, por isso manterei os passos curtos." Hans Christian Andersen

BECRE-AEPM

Biblioteca Escolar / Centro de Recursos Educativos do Agrupamento de Porto de Mós

Pegada-de-papel

Blogue das Bibliotecas do Agrupamento de Escolas Martim de Freitas

Bibliotecas são Comunidades

As bibliotecas são Comunidades

Cinema Sem Conflitos

Prevenção e mediação de conflitos em contexto educativo

O Cão Leitor

Livros, Literacia e Literatura para crianças

%d bloggers like this: