Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘animação de leitura’

“O Gigante Egoísta” é um dos mais belos contos de sempre escritos para a infância. Esta narrativa revela-nos o valor da partilha através de um gigante que tinha um belo jardim mas que, por ser muito egoísta, não deixava ninguém brincar nele. Oscar Wilde lembra-nos nesta história que só através do amor e da partilha podemos alcançar a felicidade e fazermos com que a primavera chegue a todos os corações, criando o paraíso na terra.

 

1487284360077

A Educadora Maria da Luz Lopes da Equipa das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva encenou e apresentou aos cerca de 120 alunos das turmas de 4º ano das escolas básicas Afonso de Paiva, S. Tiago, Castelo e Mina sessões de mediação leitora, onde pela leitura dramatizada do conto foi partilhado com as crianças o sentido e o verdadeiro significado de valores como a generosidade, a amizade, e a bondade.

20170216_112102.jpg

Esta foi mais uma das sessões de mediação da leitura inseridas no Projeto “(Re)contar as Metas” da Biblioteca Afonso de Paiva, procurando fazer cumprir os objetivos de ler e ouvir ler textos literários e compreender o essencial dos textos lidos e escutados, num projeto de trabalho colaborativo e articulado de apoio aos curricula no âmbito da educação literária, um dos domínios das metas curriculares de português.

Read Full Post »

As Metas Curriculares de Português do Ensino Básico visam melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem através de uma cultura de rigor e de excelência desde o Ensino Básico. O 1.º Ciclo do Ensino Básico constitui-se como uma etapa fundamental no percurso escolar dos alunos e surgem como domínios da disciplina de Português, nas suas dimensões linguística e cultural, a Oralidade, a Leitura e a Escrita, a Educação Literária e a Gramática.

 

Passada a fase inicial de aprendizagem da leitura e da escrita, o ensino incide no desenvolvimento da fluência de leitura (nas suas vertentes da velocidade, da precisão e da prosódia), no alargamento do vocabulário, na compreensão da leitura, na progressiva organização e produção de texto, onde surge o domínio da Educação Literária (nos dois primeiros anos de escolaridade, denominado Iniciação à Educação Literária) que vem dar mais consistência e sentido ao ensino da língua, fortalecendo a associação curricular da formação de leitores com a matriz cultural e de cidadania. Ouvir ler e ler textos de literatura infantojuvenil é um percurso que conduz ao objetivo prioritário de compreensão de textos e é um estímulo à apreciação estética. O contacto com textos literários, portugueses e estrangeiros, em prosa e em verso, de distintos géneros, e com textos do património oral português, amplia o espetro de leituras e favorece a interação discursiva e o enriquecimento da comunicação. Especificamente para o domínio da Educação Literária, foi feita uma seleção a nível nacional de obras e textos literários para leitura anual, válida para o 1.º Ciclo, e foram, neste domínio, definidos sete títulos por ano de escolaridade, complementados com a promoção da leitura autónoma, para a qual se encontram indicadas as listagens do Plano Nacional de Leitura (PNL), garantindo a manutenção da escolha pessoal feita pelos alunos, sob orientação do professor e do professor bibliotecário.

 

Por forma a garantir um maior e melhor contacto com a diversidade de obras, géneros e autores e levar os alunos a um conhecimento e compreensão mais alargados das diferentes obras no âmbito das metas curriculares de português, complementando e articulando o trabalho curricular com a sala de aula, a biblioteca escolar Afonso de Paiva, mais especificamente, a professora bibliotecária Carla Nunes e a educadora Maria da Luz Lopes, lançaram um novo projeto de educação literária: “(Re)contar as Metas”. O projeto consiste em promover a mediação de leitura de obras definidas nas metas curriculares de português para o 1º ciclo, numa triagem feita pelos professores titulares das turmas, junto de todos os alunos dos 4 anos de escolaridade de todas as escolas do 1º ciclo do agrupamento de escolas Afonso de Paiva.

 

 

O projeto já começou e a primeira obra (re)contada foi “Uma Flor Chamada Maria” de Alves Redol, proposta para o 2º ano de escolaridade. As sessões de mediação leitora já começaram e as turmas de 2º ano das escolas de S. Tiago e Afonso de Paiva já conheceram a Maria… ou terá sido a Flor? Vamos lá ler para descobrir!…

Read Full Post »

Esqueletos, fantasmas, bruxas, monstros, vampiros e esqueletos, aranhas, aranhiços e morcegos, e outras criaturas assustadoras povoaram por estes dias a biblioteca escolar do agrupamento de escolas Afonso de Paiva. E dizem, os que por lá passaram, que estava a..ssss…uuus…tttaaa…doooo…rraaaaa!!!

 

 

Por um caminho, cheio de sustos, passaram cerca de duas centenas de alunos do pré-escolar até ao 5º ano e muitos foram os sustos que apanharam, em histórias contadas à luz de velas… histórias de terror e muito pavor de uma biblioteca assombrada!

 

Ler histórias para crianças é ter a capacidade de fazer sorrir, rir, às vezes assustar, achando graça em situações vividas pelas personagens. É através delas que se pode descobrir outro lugar, outros tempos, outros modos de ser e agir, é imaginar o inimaginável. Assim se descobrem outras tradições, outras culturas e hábitos, novas palavras, outros idiomas e se entra em contacto com sonoridades, nomes, espaços, novos mundos, compreendendo valores básicos da conduta humana, tratados de forma lúdica, numa mediação animada da leitura, tornando o aprender e o educar divertido e prazeroso.

 

A literatura infantojuvenil é um recurso importantíssimo para o desenvolvimento das crianças, porque desenvolve principalmente a imaginação, a criatividade, a oralidade, podendo ser trabalhada em qualquer época do universo da criança e em qualquer espaço, de preferência num dos espaços mais bonitos e alegres de uma escola, um espaço de felicidade como a biblioteca escolar.

 

 

Para viajar, sonhar, rir e imaginar … é preciso ler na biblioteca escolar!

Read Full Post »

Foi no dia 16 de outubro de 1945 que a ONU (Organização das Nações Unidas) fundou um grupo especial dedicado à Alimentação e à Agricultura.
Por esse motivo, é essa a data escolhida, desde 1979, para celebrar o Dia Mundial da Alimentação, com o objetivo de alertar para a fome e desnutrição que ainda existem em muitas partes do mundo e, em especial, ajudar os países em desenvolvimento a obter os recursos económicos e técnicos necessários para conseguirem produzir a sua comida.
A Biblioteca Escolar (BE) de S. Tiago assinalou a data junto das 7 turmas da Escola Básica de S. Tiago, do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, com uma das dietas mais saudáveis do mundo: a leitura de bons livros! A Educadora Maria da Luz Lopes, da equipa da BE, preparou o menu e apresentou aos cerca de 150 alunos uma ementa deliciosa repleta de legumes e fruta, a partir do conto de Hans Christian Andersen “A princesa e a ervilha” e de histórias de meninos e meninas que não gostam de sopa nem de fruta e ainda houve tempo para falar acerca do processo do nascimento e do crescimento de uma semente, com a história de Christian Voltz “Ainda nada?”.

 

img_6848 img_6856 img_2978 img_3004

A nossa saúde passa pelo que comemos, mas a vida deve ser saboreada e uma boa forma de crescermos de forma saudável passa também por fazermos leituras frescas e saborosas.

Na biblioteca escolar podes sempre encontrar o melhor para ler e sonhar!

Read Full Post »

No âmbito do projeto “Saber Ler+: Práticas Inclusivas de Leitura” coordenado pela biblioteca escolar e pelo departamento de educação especial do AE Afonso de Paiva realizou-se mais uma sessão de mediação de leitura na biblioteca escolar, desta vez com os meninos do 3º ano, da turma 4AP.

 

A ovelhinha que veio para o jantar _113121

Truz, truz! Batem à porta. O lobo vai abrir. É uma ovelhinha…

 

Esta foi a fórmula de abertura da sessão de leitura orientada pela professora bibliotecáriaCarla Nunes que contou o ternurento conto “A ovelhinha que veio para jantar”, de Steve Smallman, com ilustrações de JoelleDreidemy, acompanhado com a tradução para LGP pela intérprete de língua gestual, Isabel Cavadas, seguindo-se um jogo interativo de compreensão e interpretação. Esta história imprevisível de ternura e amizade faz parte do Plano Nacional de Leitura e contém ensinamentos inestimáveis sobre o valor dos afetos e a espontaneidade com a qual eles nos apanham desprevenidos. Com base nas ilustrações do livro e na narrativa, um tapete em tecido e outros adereços serviram de apoio à história contada. O ambiente criado, para além de propício à interação afetiva entre crianças e adultos, pretendeu ser de incentivo à leitura, com a preocupação de incluir no cenário o livro que depois foi utilizado no decorrer da sessão.

 

A ovelhinha que veio para o jantar _113325 A ovelhinha que veio para o jantar 085 A ovelhinha que veio para o jantar 099 A ovelhinha que veio para o jantar 309

Muitos foram os sentimentos, as emoções e os afetos exploradas através deste conto, onde a ovelhinha, para grande surpresa de todos, incluindo do lobo,se vai transformar numa grande amiga e não num petisco! A professora de educação especial Manuela Afonso preparou ainda um portefólio de atividades recheadas com muita animação, sentimentos e emoção que complementaram esta sessão, à qual a professora Carla Rodrigues deu continuidade na sala de aula, explorando e trabalhando conteúdos articulados com língua portuguesa, estudo do meio e matemática. E para descobrirem como acaba a história, nada melhor do que irem à biblioteca procurar o livro e lerem até ao fim!

 

A ovelhinha que veio para o jantar 072 A ovelhinha que veio para o jantar 082 A ovelhinha que veio para o jantar 129 A ovelhinha que veio para o jantar 163 A ovelhinha que veio para o jantar 192 A ovelhinha que veio para o jantar 209 A ovelhinha que veio para o jantar 251 A ovelhinha que veio para o jantar 259

 

Porque na Biblioteca Escolar Ler e Estudar é o que está a Dar!

Read Full Post »

Cartazdiadoagrupamento.be.2016

O Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva promove hoje,  dia 1 de junho, o Dia do Agrupamento.

O objetivo deste dia é o de, por um lado, dar a conhecer a toda a comunidade o trabalho dos alunos ao longo do ano e, por outro, criar uma oportunidade de convívio entre todos os parceiros deste Agrupamento, de forma a fortalecer a coesão e o sentido de pertença a esta comunidade.

 

Um dia em grande para o AE Afonso de Paiva, cheio de atividades, exposições de trabalhos e projetos, música e dança, teatro e desporto e, claro, MUITAS e BOAS LEITURAS!

libro

A Biblioteca Escolar participa neste Dia do Agrupamento, proporcionando aos alunos e a toda a nossa comunidade escolar várias atividades.

Durante a manhã teremos sessões de animação de leitura para todos os alunos das seis turmas de 5º ano e ainda do 3º e 4º anos das EB Sarzedas e Salgueiro do Campo, reforçando a importância da ação da leitura, conjuntamente com outras formas de expressão artísticas, como dança, teatro, música e expressão plástica, procurando incentivar o gosto pela leitura.

Pela tarde, teremos um peddy-paper “Ulisses”, a partir da obra de Maria Alberta Menéres, promovido pelo grupo de professores de português do 2º ciclo, dirigido aos alunos das seis turmas de 6º ano e o visionamento do mais recente filme “O principezinho”, numa adaptação cinematográfica da obra de Antoine de Saint-Exupéry, para os alunos do 1º ciclo e da Educação Especial.

 

biblioteca_1

 

Teremos ainda e até ao dia 9 de junho, Mostras de Livros em Espanhol, Francês e Inglês, para que possam ler e contar histórias noutras línguas!

 

 

Vai ser um dia muito bem passado!

Read Full Post »

13240068_703204179782880_4885299214950879601_n

 

A Viagem começou em 2002… quando decidimos percorrer um Carreirinho de Letrinhas para encontrar a Palavra.
Ano após ano, fomos brincando com palavras, rindo e sonhando. Fomos lendo, sentindo, cheirando, admirando, provando e guardando palavras.
Conhecemos diversas formas de dialogar através do contar e do cantar, sentimos e aprendemos a olhar a leitura, conseguimos ver e ler as cores da poesia e o Carreirinho tornou-se no Caminho!
Durante doze anos viajámos e lemos através das emoções, e, o nosso caminho foi ficando colorido de palavras e de sentidos. Durante as viagens guardámos na mala memórias, recordações, imagens, sabores, afetos, sentidos, palavras e leituras.
Queremos partilhar com todos os que não têm medo de viajar as nossas LEITURAS pois agora sabemos que a leitura pode acontecer em qualquer lugar.
Porque a leitura pode acontecer em qualquer lugar, entre 15 e 19 de junho de 2016, contaremos com várias apeadeiros dos Caminhos de Leitura:
Apeadeiro do Encontro – Encontro de literatura infantojuvenil / formação creditada (15 a 18 de junho)
Apeadeiro da Ilustração – Exposições de ilustração(15 a 19 de junho)
Apeadeiro da Leitura – mercado infantil do livro e da leitura (15 a 19 de junho)
Apeadeiro da Memória – Festival de Narração Oral (17 de junho)

Aqui, a leitura acontece.
O comboio já partiu.
Não tenha medo de embarcar.
Estamos a preparar-nos para vos receber!

13177667_703204319782866_9126409291255637192_nConsultem o programa e façam já a vossa inscrição em:

Portal oficial do Município de Pombal  [ http://www.cm-pombal.pt/caminhosleitura ]

Blogue Caminhos de Leitura [ http://caminhosdeleiturapombal.blogspot.pt ]

Página de facebook  [https://pt-pt.facebook.com/caminhosdeleitura ]

Em Pombal de 15 a 19 de junho’ 16.

Read Full Post »

Older Posts »

A23 EDIÇÕES

A fine WordPress.com site

Anna Llenas

autora e ilustradora de libros

EUROLIS

Resources for librarians

Bestiário Tradicional Português

Primeira compilação ilustrada de criaturas míticas do folclore nacional

Figuras da Ficção

Investigação, ensino e debate sobre a teoria da narrativa e sobre a personagem ficcional

CAFÉ COM LETRAS

Revista de literatura lusófona

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

Ilse Losa

(re)descobrindo os seus livros - homenagem no ano do centenário do seu nascimento

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

estudo sobre a integração curricular de ferramentas digitais em EVT | por jOsÉ aLbErTo rOdRiGuEs

e-portefólio pnep

Victor Marques

Apps para educação

Rede de Bibliotecas Escolares | Aplicações para dispositivos móveis

Actio libera

Espaço para a literatura e o teatro: artigos, críticas, resenhas, traduções, dicas, provocações e delírios.

bibliotecaescolar.info

um (re)encontro com o mundo dos livros...

%d bloggers like this: