Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘animação de leitura’

Este mês de fevereiro, na semana de 19 a 23, como forma de assinalar o dia 14.fevereiro – Dia dos Namorados e promover a educação para os valores, celebramos a Semana dos Afetos, atividade no âmbito da iniciativa “Bibliotecas Solidárias”, da responsabilidade das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva. Irão decorrer várias atividades, desde um concurso de escrita, a sessões de animação de leitura, exposições bibliográficas, decoração alusiva e, paralelamente mais uma campanha solidária, desta vez a favor da FUNDAÇÃO DO GIL, por acreditarmos que “esta é a melhor forma de celebrar uma semana dedicada aos afetos e ao amor, pelo amor e ajuda ao próximo.”

cartaz

 

Esta é mais uma oportunidade para estimular a responsabilidade social, a solidariedade e o voluntariado entre todos os professores, assistentes e técnicos, alunos e pais do Agrupamento Afonso de Paiva, envolvendo-os numa causa social, apelando à sua preciosa contribuição para apoiar, mimar e ajudar (um bocadinho) os meninos e as meninas que vivem na Casa do Gil, Centro de Acolhimento Temporário com cuidados pós-hospitalares, para crianças em situação de risco clínico ou social.

 

A Fundação do Gil existe desde 1999 e tem como missão a promoção do bem-estar clínico, social e emocional das crianças e jovens doentes, através da criação de estruturas de apoio que lhes permitam melhorar a sua qualidade de vida, acelerar, em alguns casos, o regresso à família, e sonhar com a possibilidade de recuperar em pleno os seus projetos de vida. Desde que foi criada, a instituição tem mantido o foco de atuação em áreas de vazio social, onde quer o Estado, quer as demais instituições, não agilizaram ainda respostas, tornando-se desta forma pioneira no desenvolvimento de projectos de saúde pediátrica e reintegração social, como a Casa do Gil e o Apoio Domiciliário. Para tal, todos os contributos são bem-vindos, através da compra solidária de produtos da Fundação do Gil, sendo que as receitas das vendas revertem integralmente para a Fundação do Gil.

E porque o lugar da criança não é no hospital, apelamos e contamos com todo o apoio e contribuições da comunidade educativa para tornar melhor a vida de muitas crianças apoiadas pela Fundação do Gil.

20721791_NO7WU

Sejamos solidários… Para continuarmos a ajudar quem mais precisa!

Anúncios

Read Full Post »

IIEnCont(r)OsNatal.2017

O desenvolvimento das capacidades linguísticas da criança é um dos principais benefícios da leitura em voz alta. Ler em voz alta contribui igualmente para o desenvolvimento emocional da criança, ajudando a desenvolver e a conhecer as suas emoções. Expande e enriquece o vocabulário, melhorando igualmente a sua capacidade de expressão e comunicação. Vários são os estudos que confirmam que as crianças habituadas a ouvir ler em voz alta desde cedo, estão mais preparadas para desenvolver as suas capacidades de aprendizagem e, simultaneamente, desenvolvem o gosto e hábitos de leitura.

 

Com base nestes pressupostos e na sequência destes encontros de leitura em voz alta iniciados no Natal de 2016, apresentamos pelo 2º ano consecutivo esta atividade de leitura intitulada II EnCont(R)Os de Natal: Canela e Pinho no Avental destinada aos alunos do pré-escolar e 1º ciclo do agrupamento de escolas Afonso de Paiva.

As sessões multissensoriais de leitura em voz alta decorrerão entre 12 e 14 de dezembro na biblioteca escolar S. Tiago e serão orientadas pela educadora Maria da Luz Lopes e pela professora bibliotecária Carla Nunes, a partir de uma instalação temática alusiva ao Natal, com cheiros, sons e experiências de toda uma recriação de ambiente natalício, com leituras em voz alta a partir de livros de Alexandre Lobão, Anu Stohner, Benoît Debecker, Clara Cunha e Luísa Ducla Soares.

 

 

Read Full Post »

cartazmibe.2017

O tema para outubro – Mês Internacional das Bibliotecas Escolares é: “Ligando Comunidades e Culturas“. Baseia-se no tema anual da conferência IASL (International Association of School Librarianship) sobre “Aprender sem fronteiras”. Este ano estamos concentrados na ideia de que o ISLM conecta comunidades (comunidades de aprendizagem de todos os tipos e as nossas próprias comunidades sociais) e culturas ao redor do mundo enquanto compartilhamos o nosso amor pelas bibliotecas escolares e mostramos algumas das atividades maravilhosas que se realizam nas bibliotecas do agrupamento de escolas Afonso de Paiva.

Em outubro vamos planear, organizar, apoiar, desenhar, pintar, ler, escrever, contar, animar e inaugurar este mês das bibliotecas escolares com os nossos alunos e professores, desde o pré-escolar ao 3º ciclo do ensino básico e várias serão as atividades. Desde sessões de formação do(s) utilizador(es) das bibliotecas, para os alunos do 1º e 5º anos, sessões de animação e mediação leitora, no âmbito da 9ª edição do projeto Itinerâncias “Malas com Rodas Cheias de Histórias”, com livros e histórias para os alunos do pré-escolar e 1º ciclo do agrupamento que não dispõem de espaço físico de biblioteca nas suas unidades orgânicas, numa parceria com a biblioteca municipal de Castelo Branco, passando pelo encontro com o autor Nuno Matos Valente, para alunos do 1º e 2º ciclos, a participação na 8ª edição da Troca Internacional de Marcadores de Livros, com os alunos dos 8º anos, numa iniciativa da IASL e a celebração da festividade Halloween, com a sempre muita entusiasmante e “arrepiante” animação de leitura, decoração alusiva e montras de livros, nas bibliotecas Afonso de Paiva e S. Tiago e o já tradicional e muito participado Concurso de Halloween, este ano sob o tema “Mascotes de Piratas”, destinado a todos os alunos e famílias do agrupamento.

O ponto alto deste mês está destinado ao dia 23 de outubro, dia da biblioteca escolar, com a apresentação/ visionamento do vídeo “Apanhados a Ler” que acontecerá nas bibliotecas escolares Afonso de Paiva e S. Tiago, assinalando desta forma uma data que marca as ligações entre as bibliotecas escolares e as comunidades.

 

 

Read Full Post »

“O Gigante Egoísta” é um dos mais belos contos de sempre escritos para a infância. Esta narrativa revela-nos o valor da partilha através de um gigante que tinha um belo jardim mas que, por ser muito egoísta, não deixava ninguém brincar nele. Oscar Wilde lembra-nos nesta história que só através do amor e da partilha podemos alcançar a felicidade e fazermos com que a primavera chegue a todos os corações, criando o paraíso na terra.

 

1487284360077

A Educadora Maria da Luz Lopes da Equipa das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva encenou e apresentou aos cerca de 120 alunos das turmas de 4º ano das escolas básicas Afonso de Paiva, S. Tiago, Castelo e Mina sessões de mediação leitora, onde pela leitura dramatizada do conto foi partilhado com as crianças o sentido e o verdadeiro significado de valores como a generosidade, a amizade, e a bondade.

20170216_112102.jpg

Esta foi mais uma das sessões de mediação da leitura inseridas no Projeto “(Re)contar as Metas” da Biblioteca Afonso de Paiva, procurando fazer cumprir os objetivos de ler e ouvir ler textos literários e compreender o essencial dos textos lidos e escutados, num projeto de trabalho colaborativo e articulado de apoio aos curricula no âmbito da educação literária, um dos domínios das metas curriculares de português.

Read Full Post »

As Metas Curriculares de Português do Ensino Básico visam melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem através de uma cultura de rigor e de excelência desde o Ensino Básico. O 1.º Ciclo do Ensino Básico constitui-se como uma etapa fundamental no percurso escolar dos alunos e surgem como domínios da disciplina de Português, nas suas dimensões linguística e cultural, a Oralidade, a Leitura e a Escrita, a Educação Literária e a Gramática.

 

Passada a fase inicial de aprendizagem da leitura e da escrita, o ensino incide no desenvolvimento da fluência de leitura (nas suas vertentes da velocidade, da precisão e da prosódia), no alargamento do vocabulário, na compreensão da leitura, na progressiva organização e produção de texto, onde surge o domínio da Educação Literária (nos dois primeiros anos de escolaridade, denominado Iniciação à Educação Literária) que vem dar mais consistência e sentido ao ensino da língua, fortalecendo a associação curricular da formação de leitores com a matriz cultural e de cidadania. Ouvir ler e ler textos de literatura infantojuvenil é um percurso que conduz ao objetivo prioritário de compreensão de textos e é um estímulo à apreciação estética. O contacto com textos literários, portugueses e estrangeiros, em prosa e em verso, de distintos géneros, e com textos do património oral português, amplia o espetro de leituras e favorece a interação discursiva e o enriquecimento da comunicação. Especificamente para o domínio da Educação Literária, foi feita uma seleção a nível nacional de obras e textos literários para leitura anual, válida para o 1.º Ciclo, e foram, neste domínio, definidos sete títulos por ano de escolaridade, complementados com a promoção da leitura autónoma, para a qual se encontram indicadas as listagens do Plano Nacional de Leitura (PNL), garantindo a manutenção da escolha pessoal feita pelos alunos, sob orientação do professor e do professor bibliotecário.

 

Por forma a garantir um maior e melhor contacto com a diversidade de obras, géneros e autores e levar os alunos a um conhecimento e compreensão mais alargados das diferentes obras no âmbito das metas curriculares de português, complementando e articulando o trabalho curricular com a sala de aula, a biblioteca escolar Afonso de Paiva, mais especificamente, a professora bibliotecária Carla Nunes e a educadora Maria da Luz Lopes, lançaram um novo projeto de educação literária: “(Re)contar as Metas”. O projeto consiste em promover a mediação de leitura de obras definidas nas metas curriculares de português para o 1º ciclo, numa triagem feita pelos professores titulares das turmas, junto de todos os alunos dos 4 anos de escolaridade de todas as escolas do 1º ciclo do agrupamento de escolas Afonso de Paiva.

 

 

O projeto já começou e a primeira obra (re)contada foi “Uma Flor Chamada Maria” de Alves Redol, proposta para o 2º ano de escolaridade. As sessões de mediação leitora já começaram e as turmas de 2º ano das escolas de S. Tiago e Afonso de Paiva já conheceram a Maria… ou terá sido a Flor? Vamos lá ler para descobrir!…

Read Full Post »

Esqueletos, fantasmas, bruxas, monstros, vampiros e esqueletos, aranhas, aranhiços e morcegos, e outras criaturas assustadoras povoaram por estes dias a biblioteca escolar do agrupamento de escolas Afonso de Paiva. E dizem, os que por lá passaram, que estava a..ssss…uuus…tttaaa…doooo…rraaaaa!!!

 

 

Por um caminho, cheio de sustos, passaram cerca de duas centenas de alunos do pré-escolar até ao 5º ano e muitos foram os sustos que apanharam, em histórias contadas à luz de velas… histórias de terror e muito pavor de uma biblioteca assombrada!

 

Ler histórias para crianças é ter a capacidade de fazer sorrir, rir, às vezes assustar, achando graça em situações vividas pelas personagens. É através delas que se pode descobrir outro lugar, outros tempos, outros modos de ser e agir, é imaginar o inimaginável. Assim se descobrem outras tradições, outras culturas e hábitos, novas palavras, outros idiomas e se entra em contacto com sonoridades, nomes, espaços, novos mundos, compreendendo valores básicos da conduta humana, tratados de forma lúdica, numa mediação animada da leitura, tornando o aprender e o educar divertido e prazeroso.

 

A literatura infantojuvenil é um recurso importantíssimo para o desenvolvimento das crianças, porque desenvolve principalmente a imaginação, a criatividade, a oralidade, podendo ser trabalhada em qualquer época do universo da criança e em qualquer espaço, de preferência num dos espaços mais bonitos e alegres de uma escola, um espaço de felicidade como a biblioteca escolar.

 

 

Para viajar, sonhar, rir e imaginar … é preciso ler na biblioteca escolar!

Read Full Post »

Foi no dia 16 de outubro de 1945 que a ONU (Organização das Nações Unidas) fundou um grupo especial dedicado à Alimentação e à Agricultura.
Por esse motivo, é essa a data escolhida, desde 1979, para celebrar o Dia Mundial da Alimentação, com o objetivo de alertar para a fome e desnutrição que ainda existem em muitas partes do mundo e, em especial, ajudar os países em desenvolvimento a obter os recursos económicos e técnicos necessários para conseguirem produzir a sua comida.
A Biblioteca Escolar (BE) de S. Tiago assinalou a data junto das 7 turmas da Escola Básica de S. Tiago, do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, com uma das dietas mais saudáveis do mundo: a leitura de bons livros! A Educadora Maria da Luz Lopes, da equipa da BE, preparou o menu e apresentou aos cerca de 150 alunos uma ementa deliciosa repleta de legumes e fruta, a partir do conto de Hans Christian Andersen “A princesa e a ervilha” e de histórias de meninos e meninas que não gostam de sopa nem de fruta e ainda houve tempo para falar acerca do processo do nascimento e do crescimento de uma semente, com a história de Christian Voltz “Ainda nada?”.

 

img_6848 img_6856 img_2978 img_3004

A nossa saúde passa pelo que comemos, mas a vida deve ser saboreada e uma boa forma de crescermos de forma saudável passa também por fazermos leituras frescas e saborosas.

Na biblioteca escolar podes sempre encontrar o melhor para ler e sonhar!

Read Full Post »

Older Posts »

TRANSMAGINAR

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Cultura LIJ / ISSN 2545-6849-10

Revista de Cultura y Literatura Infantil y Juvenil - ISSN 2545-6849-10 Marzo 2018

Literacia de Informação

Da Informação ao conhecimento com a biblioteca escolar

Hipermediaciones

Conversaciones sobre la comunicación digital interactiva

Amora negra

Página do escritor e contador de histórias Carlos Alberto Silva

A maioria das pessoas que caminhem atrás de mim serão crianças, por isso manterei os passos curtos." Hans Christian Andersen

BECRE-AEPM

Biblioteca Escolar / Centro de Recursos Educativos do Agrupamento de Porto de Mós

Pegada-de-papel

Blogue das Bibliotecas do Agrupamento de Escolas Martim de Freitas

Bibliotecas são Comunidades

As bibliotecas são Comunidades

Cinema Sem Conflitos

Prevenção e mediação de conflitos em contexto educativo

O Cão Leitor

Livros, Literacia e Literatura para crianças

%d bloggers like this: