Feeds:
Artigos
Comentários

A Revolução de 25 de Abril, também referida como Revolução dos Cravos, refere-se a um período da história de Portugal resultante de um movimento social, ocorrido a 25 de abril de 1974, que depôs o regime ditatorial do Estado Novo, vigente desde 1933 e iniciou um processo que viria a terminar com a implantação de um regime democrático e com a entrada em vigor da nova Constituição a 25 de abril de 1976, o mesmo dia das primeiras eleições legislativas da nova República. Na sequência destes eventos foi instituído em Portugal um feriado nacional no dia 25 de Abril, denominado como “Dia da Liberdade”.

E para assinalar este marco histórico nacional, a Biblioteca Escolar em estreita articulação e colaboração com os Professores de História e Geografia de Portugal (HGP) e de Educação Visual e Tecnológica (EVT) do 2º ciclo, realizaram uma exposição de trabalhos no átrio principal da escola básica Afonso de Paiva, onde toda a comunidade educativa pôde apreciar uma coleção de cartazes alusivos ao 25 de Abril, fruto de um concurso proposto aos alunos, bem como uma amostra de artefactos e cravos vermelhos, construídos pelos alunos em Oficina de Artes e nas aulas de EVT.

Os alunos das seis turmas de 5º ano, num total aproximado de 150 alunos assistiram ainda a sessões de animação e mediação leitura, promovidas pela Professora Bibliotecária, sob o mote “A revolução das letras”. As sessões, desenhadas a partir do livro de Vergílio Alberto Vieira, consistiram numa mostra bibliográfica de títulos em diferentes suportes existentes na biblioteca escolar, alusivos a esta temática, seguindo-se uma leitura expressiva dramatizada em StoryBook Theater do livro “A revolução das letras”, finalizando com um animado jogo de caça ao erro, a partir de 2 imagens das primeiras eleições livres em Portugal após o 25 de Abril.

Esta foi mais uma atividade no âmbito da leitura e das literacias promovida colaborativa e articuladamente pela biblioteca, proporcionando aos alunos que vivenciem pela literatura situações reais, participando nelas ativamente, mobilizando conhecimentos e desenvolvendo as suas aprendizagens, permitindo ainda que percebam a função social que a leitura ocupa na vida humana. Noutras palavras, a literatura deve fazer parte da vida da criança, sendo premente e fundamental que esse processo seja iniciado, desenvolvido e aprofundado na escola, de forma provocada, intencional, em que as situações de contacto com a literatura sejam criadoras de novas necessidades de ler, de conhecer, de expressão e de prazer por meio da relação dialógica que se estabelece com os livros e com a leitura, sendo este um dos primeiros e principais objetivos da biblioteca escolar.

 

 

Encontro com o escritor Sandro William Junqueira

Sandro-William-Junqueira

E hoje, dia 15 de maio, vamos receber novamente o escritor Sandro William Junqueira, numa parceria com a editora Asa.

O autor nasceu na Rodésia, em 1974 e, mais tarde, veio viver para Portugal, onde experimentou a música, escultura e pintura e ainda trabalhou como designer.
É um dos fundadores do grupo de teatro “A Gaveta”, onde trabalha como responsável artístico, ator e encenador. Atualmente, dedica-se à promoção do livro e da leitura, visitando escolas e bibliotecas, partilhando histórias e saberes com os alunos. Da sua bibliografia fazem parte (entre outras) as seguintes obras:
“A cantora deitada”, “A grande viagem do pequeno Mi”, “No céu não há limões”, “Um piano para cavalos altos”, “O caderno de algoz”, entre outros.

Neste encontro, com sessões a decorrer ao longo da manhã na biblioteca escolar Afonso de Paiva, o escritor irá contar, cantar e, certamente, encantar, de uma forma lúdica e bastante divertida, as histórias contadas nos livros de Álvaro Magalhães: “O Limpa-palavras e outras histórias” para os alunos das turmas 1 e 2 do 5º ano e ainda do livro de António Torrado “Vamos contar um segredo”, junto dos alunos das turmas de 2º ano das escolas básicas Afonso de Paiva e S. Tiago.

 

2017_05_04_Cerimonia_Premio_Merito_BE

A iniciativa Ideias com Mérito visa identificar e apoiar as experiências mais consistentes e difundir as boas práticas das bibliotecas escolares.

Sendo o Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva um dos agrupamentos selecionados em 2017, pelo Projeto “Ler, Contar e Recontar” apresentado pela biblioteca escolar, a professora bibliotecária Carla Nunes e o assessor da direção do agrupamento, professor Luís Santos, estiveram presentes na reunião de trabalho e cerimónia de entrega de prémios, realizada no dia 04 de maio, no Auditório da Parque Escolar, em Lisboa, para uma partilha e reflexão conjuntas sobre a implementação dos projetos e as metodologias a adotar nos próximos dois anos letivos, ao nível da execução dos apoios financeiros, do acompanhamento dos projetos, da produção/ divulgação de conteúdos, entre outros, assim como para receberem o Prémio e respetivo Certificado de Mérito.

Neste encontro, iniciado com a apresentação da candidatura Ideias com Mérito, foram também apresentados testemunho(s) de projetos em desenvolvimento que muito enriquecem e contribuem para a qualidade e excelência dos projetos em desenvolvimento nas bibliotecas escolares do país, apoiados pela RBE desde 2005. A Biblioteca Escolar Afonso de Paiva espera poder contar e recontar para que possam ler e saber como vai correndo por cá mais um projeto de trabalho em prol da leitura e dos leitores.

(il. João Vaz de Carvalho)

Aparições de Fátima é a designação comum dada a um ciclo de aparições marianas que terá ocorrido durante o ano de 1917 na localidade de Fátima em Portugal.

No dia 13 de maio de 1917, três crianças, Lúcia dos Santos (10 anos), Francisco Marto (9 anos) e Jacinta Marto (7 anos), afirmaram terem visto “…uma senhora mais brilhante do que o Sol” sobre uma azinheira de um metro ou pouco mais de altura, quando apascentavam um pequeno rebanho na Cova da Iria próxima da aldeia de Aljustrel. Lúcia via, ouvia e falava com a aparição, Jacinta via e ouvia e Francisco apenas via-a, mas não a ouvia.

A aparição mariana repetiu-se nos cinco meses seguintes e seria portadora de uma importante mensagem ao mundo. A 13 de outubro de 1917, a aparição apresentou-se-lhes como sendo “a Senhora do Rosário“.

Este ano de 2017 celebram-se 100 anos das Aparições em Fátima.

E como sugestão de leitura aqui fica uma narrativa ilustrada que retrata a magia ternurenta dos três pastorinhos, excertos da história de alguns Papas e em particular do Papa Francisco. Uma edição LX28, nova chancela da Livros Horizonte. 

Adivinhas quem são?

(ilustração de João Vaz de Carvalho)

Ouve aqui uma pequena compilação das canções do 25 de Abril:

Apresentação1

 

Este ano,  o Dia Mundial do Livro associa-se às comemorações dos 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal.

A data de 23 de abril para assinalar o dia do livro foi escolhida com base na tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas uma rosa vermelha de S. Jorge, e recebem em troca um livro, testemunho das aventuras do heroico cavaleiro. Em simultâneo, é prestada homenagem à obra de grandes escritores, como Shakespeare e Cervantes, falecidos em abril de 1616.

Em 2017, e porque se comemoram os 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal, a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas quis relacionar o Dia Mundial do Livro com esta efeméride, incitando à leitura e celebrando o livro como um hino à vida .

O cartaz, um cartoon com conceção e design da ilustradora e cartoonista Cristina Sampaio, pretende mostrar simbolicamente que o livro e a leitura são fatores fundamentais para o crescimento económico, político, social e cultural, e que se encontram na base da cidadania plena.

 

 

Fonte: dglb

20170329_161121

 

A Rede Interconcelhia de Bibliotecas Escolares de Castelo Branco e Vila Velha de Rodão procura consolidar e ampliar um dos principais objetivos da Rede de Bibliotecas Escolares: formar novos leitores. E foi com este intuito que o grupo de professores bibliotecários de Castelo Branco e Vila Velha de Rodão promoveu mais uma vez, e já pelo 6.º ano consecutivo, o Concurso Interconcelhio de Leitura e Escrita para alunos do 2.º ciclo, que envolveu, na primeira fase, cerca de 500 alunos dos dois concelhos.

Nesta etapa final, realizada no dia 29 de março em colaboração com a Dra. Graça Batista e toda a equipa da Biblioteca Municipal José Baptista Martins, em Vila Velha de Rodão, participaram os 28 finalistas das duas modalidades, escrita e leitura, tendo sido distinguidos pelo júri vários alunos das diferentes escolas básicas, mas foi a nossa aluna Rita Pires da turma 3 do 6º ano (AE Afonso de Paiva) que obteve o 1º Lugar no Concurso de Leitura, havendo ainda e também na modalidade de Leitura duas Menções Honrosas para as alunas Mariana Lourenço e Raquel Luís (AE Afonso de Paiva). da turma 5 do 5º ano, colocando assim o AE Afonso de Paiva a vencer pelo segundo ano consecutivo este concurso.

A organização fez questão de brindar todos os concorrentes com uma medalha de participação, uma vez que o principal objetivo da atividade consistia em festejar e partilhar o gosto pelos livros e pela expressão escrita, duas áreas em que todos estes alunos já se tinham distinguido nas respetivas escolas.

Para além da prestação de provas, o dia foi preenchido com atividades de convívio entre os participantes e com a apresentação do livro Venci-te, Jeremias, cujas autoras, Inês Cardoso e Catarina Alves, vieram a Vila Velha de Ródão para falar da obra e conceder autógrafos e ainda com uma visita à exposição sobre Cargaleiro, patente na Casa de Artes e Cultura do Tejo e uma visita guiada ao Centro de Interpretação de Arte Rupestre e Sala de Arqueologia de Vila Velha de Rodão.

Parabéns a todos os nossos pequenos grandes leitores e escritores que participaram na primeira fase deste concurso e uma felicitação especial, extensível a todos os que tornaram possível a concretização desta iniciativa, às nossas LEITORAS TOP!!!

PARABÉNS Rita, Mariana e Raquel!

O Cão Leitor

Livros, Literacia e Literatura para crianças

A23 EDIÇÕES

A fine WordPress.com site

Anna Llenas

autora e ilustradora de libros

EUROLIS

Resources for librarians

Bestiário Tradicional Português

Primeira compilação ilustrada de criaturas míticas do folclore nacional

Figuras da Ficção

Investigação, ensino e debate sobre a teoria da narrativa e sobre a personagem ficcional

CAFÉ COM LETRAS

Revista de literatura lusófona

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

Ilse Losa

(re)descobrindo os seus livros - homenagem no ano do centenário do seu nascimento

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

estudo sobre a integração curricular de ferramentas digitais em EVT | por jOsÉ aLbErTo rOdRiGuEs

e-portefólio pnep

Victor Marques

Apps para educação

Rede de Bibliotecas Escolares | Aplicações para dispositivos móveis

Actio libera

Espaço para a literatura e o teatro: artigos, críticas, resenhas, traduções, dicas, provocações e delírios.

bibliotecaescolar.info

um (re)encontro com o mundo dos livros...

%d bloggers like this: