Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Professores’ Category

O Natal já chegou ao AE Afonso de Paiva e já podemos admirar a muito luminosa e criativa instalação coletiva e artística de trabalhos natalícios realizados pelos alunos do segundo e terceiro ciclos, que no átrio principal e pelos corredores e salas da escola sede, apresentam a decoração deste ano: Natal Geométrico. Os trabalhos, executados nas respetivas aulas de Educação Visual e Tecnológica e EV/ Artes, envolveram explorações plásticas que integram conceitos e domínios técnicos, estéticos e científicos, desenvolvendo uma pluralidade de processos, instrumentos e linguagens visuais e tecnológicas, compondo assim a época festiva na escola.

No âmbito do Projeto Natal dos docentes dos grupos de Educação Visual e Tecnológica e EV/ Artes, abrangendo todas as turmas do 5º ao 9º ano do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, este ano procurou-se através de um conjunto de ações práticas de trabalho, em contexto de sala de aula, aprofundar domínios operativos, reflexivos e didáticos com os alunos, possibilitando a apropriação das linguagens especificas da educação artística; o desenvolvimento da criatividade e da capacidade expressiva; a adequada manipulação de suportes e instrumentos e a utilização criativa de diferentes metodologias ajustadas à ação educativa.

Deixamos o convite à comunidade educativa para visitarem e apreciarem estes criativos trabalhos no AE Afonso de Paiva até ao final de dezembro.

Read Full Post »

O Projeto ISLM Bookmark Exchange é promovido anualmente pela IASL -International Association of School Librarianship e envolve escolas e bibliotecas escolares de todo o mundo que criam marcadores de livros em qualquer estilo, forma e tamanho, desde que sejam criativos e que traduzam o tema do Mês Internacional da Biblioteca Escolar (MIBE) que se assinala anualmente em outubro. O tema de 2019 foi “Vamos Imaginar…”.

Cerca de uma centena de alunos das seis turmas de 8º ano do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva trocaram, via correio postal, 100 marcadores de livros com 100 alunos da escola parceira correspondente deste ano: Liceul Tehnologic Sebes, em Alba, na Roménia. Esta é uma iniciativa articulada entre a Biblioteca Escolar e as Professoras de Educação Visual e Artes, este ano com as Docentes Isabel Lima e Vanda Afonso, que coordenaram a realização dos marcadores em sala de aula. Os marcadores foram executados em folhas de papel de dicionários desatualizados, com técnica simples de desenho com lápis de grafite e de pintura com canetas de feltro, lápis de cor e pastel de óleo. Este ano, o mote foi ”Vamos Imaginar… Personagens Marvel e DC Comics”, assinalando desta forma a 9ª participação do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva neste projeto internacional, mais uma vez coordenado por Breege O’Brien da Irlanda.

No presente ano letivo (2019) participaram cerca de 1520 escolas, com alunos de idades compreendidas entre os 3 e os 18 anos, de aproximadamente 42 países, a saber: África do Sul, Alemanha, Austrália, Canadá, Cazaquistão, China, Costa Rica, Croácia, Escócia, Espanha, Estados Unidos da América, Estónia, França, Grécia, Hong Kong, Hungria, Ilhas Seychelles, Índia, Indonésia, Inglaterra, Irlanda, Irlanda do Norte, Islândia, Itália, Jamaica, Lituânia, Macau, Malásia, Namíbia, Nova Zelândia, Paquistão, Polónia, Portugal, Reino Unido, República Popular da China, Roménia, Rússia, Sérvia, Singapura, Suíça, Taiwan, Trinidad e Tobago.

O Bookmark Exchange Project é uma maneira simples e divertida de assinalar o MIBE e compartilhar o prazer e a alegria da ilustração, da leitura, dos livros e das bibliotecas, articulando conteúdos e desenvolvendo competências nas áreas de expressão e educação visual e literária, e ainda de fazer novos amigos pelas escolas e bibliotecas escolares em todo o mundo, através do intercâmbio de marcadores de livros no Mês Internacional da Biblioteca Escolar.

Read Full Post »

O contacto com o livro e a prática regular da leitura são indispensáveis para o desenvolvimento do gosto de ler, a consolidação de hábitos de leitura e o aumento das competências de literacia. Quem lê, lerá sempre mais e melhor e ficará mais bem preparado para a vida. É por isso que ler sempre e mais é tão importante e interessa que a todos seja dada a oportunidade de ler.

Neste sentido e para motivar para a leitura recreativa, incentivar o gosto e o prazer de ler e estimular a criação de uma rotina de leitura nos alunos do Agrupamento Afonso de Paiva, os professores de português do 2º ciclo e a professora bibliotecária lançaram o repto a todos os jovens leitores de 5º ano: ”a ler+ na biblioteca”. É neste mês internacional da biblioteca escolar que vamos imaginar uma viagem literária e os passageiros são, este ano, todos os alunos das seis turmas de 5º ano da EB Afonso de Paiva. Esta viagem pelo mundo dos livros pode ter lugar a qualquer hora e em qualquer espaço, mas este ano vai começar na biblioteca escolar, através da realização de sessões quinzenais de leitura recreativa, em tempo letivo (45 min) da aula de português. Mas para que a viagem seja possível e para que fique bem documentada foi entregue a cada aluno um “Passaporte de Leitura”, onde os jovens leitores irão registar as viagens que fizeram, ou seja, os livros que leram, as suas avaliações e as frases que mais gostaram. As sessões de leitura “a ler+ na biblioteca” são realizadas com base na seleção dos alunos de uma obra literária (escolhida ou sugerida), a ser lida pelos participantes, existindo a possibilidade de socializar e discutir as experiências de leitura dos alunos com os professores participantes.

Este é mais um projeto articulado e colaborativo entre docentes e biblioteca escolar, em prol do desenvolvimento de competências da literacia da leitura, procurando incentivar e possibilitar o desenvolvimento de práticas de leitura, comprometida com a análise crítica e reflexiva e com a discussão e a fruição literária, numa construção progressiva de dinâmicas e práticas de leitura com jovens leitores.

Read Full Post »

Faz-nos falta em Portugal esta comemoração. Faz-nos falta, em Portugal relembrar e celebrar a profissão de professor e tornar presente a decisiva importância que os professores têm nesta – já por si decisiva – área social que é a Educação. Celebrar a dignidade e a importância de SER professor é particularmente relevante nos dias que correm por muitas e amplamente conhecidas razões.

Lembrar este dia é duplamente importante para nós: é motivo de orgulho, mas é também motivo de celebração. Motivo de orgulho por caminharmos na senda de um futuro melhor para os nossos jovens. Motivo de celebração por ajudarmos a construir, com o nosso esforço, uma sociedade mais justa, mais qualificada e mais solidária.  

É por isso, mas também pelo futuro da profissão, que vale a pena celebrar este dia!  A comemoração do Dia Mundial do Professor, iniciada há 25 anos, sob a égide da UNESCO, tem, em 2019, o lema “Jovens Professores: O futuro da Profissão”. Se quiserem saber mais cliquem AQUI

Read Full Post »

As Bibliotecas Escolares em articulação com a Oficina de Artes do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva desenvolvem o projeto “Livros Animados” desde 2014. Este projeto consiste em (re)ciclar livros velhos, deteriorados ou desatualizados e (re)criar em formato 3D livros com emoções e sentimentos. Os alunos em contexto de oficina e uma vez escolhida a emoção transformam os velhos livros, numa base de ilustração e construção criativa. Segue-se uma fase de experimentação de técnicas, de cortes e colagens, com uma ilustração/ construção tridimensional repleta de formas e imagens originais, usando diferentes tipos de materiais, materiais recicláveis, colagens, carimbos e impressões, bem como diversos materiais de pintura, desenho e outros registos, criando livros animados. Neste momento contamos já com oito livros construídos pelos alunos, cada um de acordo com as propriedades únicas de cada uma das emoções ou sentimentos selecionados.

 

Livros_Animados

Com este projeto e para além da promoção do trabalho articulado e colaborativo, pretendemos sensibilizar os participantes para a importância de reciclar e recriar com materiais desgastados, experimentar técnicas de trabalhos manuais, promover a auto-expressão e o desenvolvimento de projeto individual e desenvolver a imaginação e a criatividade, dando uma nova vida a livros velhinhos.

Aqui fica a galeria de fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Read Full Post »

Foi o que quisemos contar na biblioteca escolar Afonso de Paiva aos alunos da turma 3 do 6º ano, inserido na disciplina de Oferta Complementar com a diretora de turma, contando com a presença de meninos especiais do 1º, 2º e 3ºciclos, em vésperas de tão importante efeméride. A partir da “História de uma flor” de Matilde Rosa Araújo, adaptada em SPC (Símbolos Pictográficos para a Comunicação) e narrada em LGP (Língua Gestual Portuguesa) pela equipa EREBAS (Escola de Referência de Educação Bilingue de Alunos Surdos) da educação especial do agrupamento, lida ainda em voz alta pela professora bibliotecária, exploraram-se os valores de Abril, seguindo-se um infominuto explicativo, em registo vídeo, como forma de sistematização de conteúdos e ainda o visionamento de um programa de rádio, datado de 24 de abril de 1974, onde pudemos ver e ouvir o locutor da rádio Renascença responsável por uma das senhas que despoletou esta revolução.

No final houve ainda lugar a um jogo da glória interativo (em linha) sobre o tema, ao que se seguiu uma atenta observação e análise das duas exposições patentes no 1º andar da escola sede, alusivas à temática: “Mãos de Abril”, realizada pelos alunos do 6º 3 e da unidade EREBAS e uma exposição fotográfica realizada com imagens do livro “Um fotógrafo em Abril” do fotojornalista Sebastião Salgado, ambas organizadas pelas bibliotecas escolares e equipa EREBAS.

Esta foi mais uma atividade de mediação leitora realizada no âmbito do projeto “Saber Ler+: Práticas Inclusivas de Leitura”, um projeto desenvolvido de forma articulada e colaborativa entre as bibliotecas escolares e o departamento de educação especial do agrupamento Afonso de Paiva, que conta já com 4 anos, tendo como principal objetivo a criação de bibliotecas inclusivas, capazes de proporcionar oportunidades de leitura para todos, com a inovação de práticas de trabalho, assim como o enriquecimento dos currículos, o que contribuirá, acreditamos, para o desenvolvimento das competências de leitura e do relacionamento e interação social dos alunos. No final, todos souberam responder à questão: 25 de Abril, mas afinal o que foi que aconteceu nessa data? Aqui ficam as respostas:

Em 1974 nós ainda não éramos nascidos nem a grande parte dos adultos mais novos. Mas o 25 de Abril foi uma das datas mais importante para nós, porque nos permitiu ter Liberdade. A certa altura, os militares criaram o MFA (Movimento das Forças Armadas) e no dia 24 de abril de 1974 tentam derrubar o Governo. Às 5 para as 11 da noite, passa na rádio a canção “E Depois do Adeus”, de Paulo de Carvalho, a primeira senha para o início das operações do MFA e à meia-noite e vinte é passada na rádio a segunda senha “Grândola Vila Morena”, de Zeca Afonso. Uma coluna militar de tanques, comandada pelo Capitão Salgueiro Maia saía da Escola Prática de Cavalaria, de Santarém, em direção a Lisboa, onde tomaria posição junto aos ministérios no Terreiro do Paço, cercando depois o Quartel do Carmo onde se tinha refugiado o então chefe do Governo, Marcelo Caetano. Durante o dia, os populares juntaram-se aos militares e, conta-se, que a certa altura uma vendedora de flores começou a distribuir cravos e os soldados e a população enfiavam-nos nos canos das espingardas e os populares colocavam-nos ao peito. Por isso se chama ao 25 de Abril a Revolução dos Cravos.

 

Read Full Post »

O Programa da Semana da Leitura 2018 dedica o dia de hoje, 22 de março, aos leitores e à sua capacidade de descobrir, ler, conhecer, aprender e viver outras vidas através dos livros.

As professoras de português do 3º ciclo em colaboração com a professora bibliotecária apresentam, na sua 4ª edição, a tertúlia literária “Há conversa com livros”, com alunos das dezassete turmas de 3º ciclo do agrupamento Afonso de Paiva que decorrerá entre as 8.30h e as 13.30h, na biblioteca escolar Afonso de Paiva. Os alunos apresentam oralmente a diferentes turmas, uma breve sinopse do livro que escolheram, seguindo-se uma breve leitura de excertos significativos ou comentário crítico sobre o que leram, com pequenas conversas com e sobre os livros lidos e apresentados.  Esta atividade contempla não só o domínio da educação literária como estabelece uma relação direta com o domínio da oralidade, no âmbito das metas curriculares de português, procurando assim incentivar e motivar os alunos à prática da oralidade de modo a promover a língua portuguesa, pelo desenvolvimento da competência comunicativa ao nível da compreensão e expressão oral.

Ha_Conversa_Livros

A partir das 14h e na biblioteca escolar S. Tiago, a educadora Luz Lopes da equipa das bibliotecas escolares Afonso de Paiva irá apresentar uma sessão de animação da leitura, no âmbito do projeto Saber Ler+: Práticas Inclusivas de Leitura, a partir da obra de Shel SilversteinA árvore generosa, destinada aos alunos, professores e técnicos das diferentes equipas do departamento de educação especial: UEE, EREBAS e SNIPI, contemplando ainda os alunos do Clube de Leitur@s.

aarvoregenerosa.capa

Para terminar mais um magnífico dia, teremos pelas 17h, na EB Mina, uma sessão de apresentação, pelos alunos da turma 1 da EB Mina da professora Filipa Nunes e pelos alunos da turma 1 da EB Castelo da professora Teresa Lourenço, de uma história adaptada a partir da obra de Anna Llenas “O monstro das cores”, dirigida aos pais e encarregados de educação de ambas as turmas. Este foi mais um trabalho colaborativo, articulado entre a biblioteca escolar, o professor de música Carlos Vicente e as professoras do 1º ciclo, em que através deste livro, não só as emoções foram explicadas às crianças através das cores (já que a personagem principal é um monstro que muda de cor consoante o que está a sentir e, como ele não percebe porque muda de cor, uma menina que se torna sua sua amiga, vai explicar-lhe o que significa estar triste, estar alegre, ter medo, estar calmo e sentir raiva), como ainda houve lugar a todo um processo criativo e de trabalho curricular, pelo reconto, ilustração, gravações áudio (podcast) e vídeo, criando assim um audioconto e um vídeoconto em publicação digital.

Vai ser uma surpresa maravilhosa para todos esta apresentação preparada pelos alunos e seus professores!

O-Monstro-das-Cores

 

Read Full Post »

Older Posts »

Blogue do IILP

Promocão e difusão da língua portuguesa

Astrid Lindgren Memorial Award

The World's Largest Children's Literature Award

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

MixLit

O DJ da literatura

abiblioterapeuta.wordpress.com/

A Biblioterapeuta: porque os livros curam.

Alerta Premika

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Hafuboti

little bits of library goodness

Educação para a Sexualidade

Recursos para Jardim de Infância e Ensino Básico

TRANSMAGINAR

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Cultura LIJ / ISSN 2545-6849-10

Revista de Cultura y Literatura Infantil y Juvenil - ISSN 2545-6849-10 Marzo 2018

Literacia de Informação

Da Informação ao conhecimento com a biblioteca escolar

%d bloggers like this: