Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Português’ Category

A nossa semana da leitura continua e hoje, dia 28 de março, temos uma manhã bem recheada de livros e leitur@s!

Cerca de 200 alunos de 6 turmas do 3º ciclo, acompanhados pelos seus professores de português, irão estar durante a manhã na Biblioteca Escolar Afonso de Paiva à conversa com livros. Irão apresentar livros que leram, de escritores portugueses e estrangeiros, alguns mais épicos e emblemáticos, outros mais contemporâneos, mas muitas serão as conversas sobre histórias, personagens e autores, assim como outros destaques literários em mesa.

E para acompanhar este “café literário” nada melhor que um chá, bolinhos e bolachas! Até já!

cartazHaConversacomLivros2017

Anúncios

Read Full Post »

As LETRAS, as PALAVRAS, as HISTÓRIAS, os LIVROS, os AUTORES e as ARTES estão de volta ao Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, nesta 11ª edição da SEMANA DA LEITURA, de 27 a 31 de março, onde O PRAZER DE LER é o tema dominante!

Diariamente iremos publicar novas informações sobre todas as ATIVIDADES, ENCONTROS, EXPOSIÇÕES, FEIRAS DO LIVROS, CONVERSAS COM LIVROS, LEITUR@S e muito mais!

*****ESTEJAM ATENTOS*****

cartaz.sl2017

Read Full Post »

Numa segunda edição foram cerca de 90 mil os alunos que aceitaram o desafio do LITERACIA 3D – o desafio pelo conhecimento, provenientes de mais de 750 estabelecimentos de ensino público e privado de todo o país.

O LITERACIA 3D é um desafio nacional dirigido aos alunos do 2.º e 3.º ciclo do ensino básico de todo o país, envolvendo professores e estabelecimentos de ensino, com o propósito de avaliarem as suas competências em três dimensões do saber: Leitura, Matemática e Ciência.

Neste ano letivo de 2016.2017, os alunos do 5.º ano do Clube de Leitur@s do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva quiseram novamente testar e colocar à prova as suas competências de leitura, participando ativamente nesta iniciativa que contribui de forma clara para a elevação dos índices educacionais e culturais dos alunos e para a consolidação das aprendizagens.

Da primeira fase de provas foram apurados os alunos Dinis Paulo e Francisco Soares (5º1) e o aluno Rodrigo Cardoso (5º4), por terem obtido a melhor classificação, ficando apurados para a fase distrital, que se realizou dia 8 de março em Castelo Branco. Na grande final, marcada para o dia 26 de maio, os melhores alunos de cada distrito competem para obter o título de Campeão Nacional de Literacia.

L3D.8marco2017 (1)

L3D.8marco2017 (2)

Ficamos a torcer pelo nosso Clube de Leitur@s! Boa sorte, miúdos!

Read Full Post »

logo-pperto

 

A plataforma “Português Mais Perto” resulta da colaboração entre a Porto Editora e o Camões — Instituto de Cooperação e da Língua.

Trata-se de uma plataforma online de ensino da língua portuguesa para crianças que iniciaram o processo escolar em Portugal e agora vivem no estrangeiro, permitindo às crianças e aos jovens a manutenção de contacto com o processo de aquisição de competências e de conhecimentos em língua portuguesa de forma autónoma.

Esta nova plataforma para o ensino e a aprendizagem da língua portuguesa terá dezenas de aulas interativas.e, de acordo com José Luís Carneiro, secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, “pode ser também ativado um tutor” para auxiliar a aprendizagem das crianças, garantido pelo instituto Camões.

 

 

 

 

Read Full Post »

A Biblioteca Escolar Afonso de Paiva coloca em destaque a importância da literacia nesta era da informação e num mundo em constante mudança. A exigência da capacidade de fazer uso social da leitura e da escrita, refletir e desenvolver um pensamento crítico, processar, sintetizar e saber avaliar uma dada informação é fundamental tanto para ter sucesso na vida escolar, como na vida profissional ou social. Intrinsecamente relacionada com as competências em literacia está a capacidade efetiva de compreender, refletir e interpretar um texto a partir do desenvolvimento ajustado de capacidades cognitivas e metacognitivas (Giasson, 2000; Snow, 2002). Ler possibilita o desenvolvimento das estruturas linguísticas, cognitivas, culturais e afetivas e possibilita-nos ainda a evasão, a descoberta de outros espaços, tempos, mundos e outras vidas, permite-nos vivenciar experiências gratificantes, compreender melhor o mundo, desenvolver estruturas afetivas a partir da identificação com personagens, sentimentos, problemas ou perspetivas. Permite-nos igualmente um maior desenvolvimento social, pela compreensão dos outros, alargar conhecimentos, aceder ao saber, desenvolver competências de leituras para outras leituras e como ferramenta de comunicação, mobilizando diferentes estratégias que facilitam a compreensão leitora.

Considerando que os leitores são, em primeira instância, construção da escola, e, incontornavelmente, das bibliotecas escolares, é justamente nesse espaço que se constroem e formam, em maior escala, comunidades de leitores e se propicia o desenvolvimento das competências de literacia, tornando-se fundamental centrar nas bibliotecas escolares e nas conceções e práticas dos professores a atenção nos processos usados para construir e reconstruir os sentidos dos textos, propiciar competências de leitura, visando a formação de leitores autónomos, leitores capazes de interagir com materiais escritos de diversos géneros e em diversos suportes para, a partir deles, construírem conhecimento.

cil-fase1-1

São estas as premissas que levaram a rede interconcelhia de bibliotecas escolares dos concelhos de Castelo Branco e Vila Velha de Ródão, em parceria com as respetivas bibliotecas municipais e em colaboração com os professores de português do 2º ciclo dos diferentes agrupamentos de escolas, à realização da 6ª edição do Concurso Interconcelhio de Leitura e Escrita do 2º ciclo. Nesta 1ª fase, em seleção de obras/ textos da responsabilidade de cada agrupamento, são apurados, por agrupamento, 2 finalistas por cada ano, 5º e 6º, respetivamente, no caso da prova de leitura e 2 alunos no caso da prova escrita, ao nível do 2º ciclo.

No Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva as obras selecionadas para a prova de leitura foram “Graças e Desgraças da Corte d’el Rei Tadinho” para o 5º ano e “Rosa, minha irmã Rosa” para o 6º ano, ambas de Alice Vieira. De entre cerca de seis dezenas de participantes, das doze turmas de 2º ciclo do agrupamento, na prova de leitura foram apurados os alunos: Mariana Lourenço (5º5), Raquel Luís (5º5), Miguel Gama (6º1), Rita Pires (6º3). Na prova de escrita foram finalistas as alunas: Lara Barata (5º6) e Maria Inês Calmeiro (6º1). A 2ª fase, final deste concurso, será realizada em março, na semana da leitura, onde os finalistas das sete escolas envolvidas irão disputar os títulos de Campeões Interconcelhios de Leitura e de Escrita.

cil-1fase-2017

A ler e a escrever ninguém sai a perder!

Boa sorte para os nossos vencedores e parabéns a todos os participantes!

Um pequeno vídeo para recordar:

Read Full Post »

cartaz_cil2017_1fase

Na sexta edição deste concurso, uma iniciativa promovida pela rede interconcelhia de bibliotecas escolares dos concelhos de Castelo Branco e Vila Velha de Rodão, em parceria com as bibliotecas municipais dos referidos concelhos, com o apoio dos professores de português do 2º ciclo, a 1ª fase (intraescolar) do supracitado concurso de leitura e escrita decorrerá no próximo dia 11 de janeiro, quarta-feira.

As provas são realizadas nas salas 23, 24 e 25. Entre as 14.30h e as 15.30h será a prova de leitura e das 15.30h às 16.30h a prova de escrita. O tema para a prova de escrita que pode ter entre 150 a 200 palavras, é:

“Construíste uma máquina poderosíssima, à qual chamaste “Máquina para Salvar o Mundo”. Que máquina é essa? Como funciona? Como salvarias o mundo? Que novo mundo criarias?”

Prova de Leitura (30 questões de escolha múltipla e uma questão aberta)
5º ano (Graças e Desgraças da Corte d’el Rei Tadinho, de Alice Vieira)
6º ano (Rosa, minha irmã Rosa, de Alice Vieira)

 

Boa sorte a todos!

 

Read Full Post »

As Metas Curriculares de Português do Ensino Básico visam melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem através de uma cultura de rigor e de excelência desde o Ensino Básico. O 1.º Ciclo do Ensino Básico constitui-se como uma etapa fundamental no percurso escolar dos alunos e surgem como domínios da disciplina de Português, nas suas dimensões linguística e cultural, a Oralidade, a Leitura e a Escrita, a Educação Literária e a Gramática.

 

Passada a fase inicial de aprendizagem da leitura e da escrita, o ensino incide no desenvolvimento da fluência de leitura (nas suas vertentes da velocidade, da precisão e da prosódia), no alargamento do vocabulário, na compreensão da leitura, na progressiva organização e produção de texto, onde surge o domínio da Educação Literária (nos dois primeiros anos de escolaridade, denominado Iniciação à Educação Literária) que vem dar mais consistência e sentido ao ensino da língua, fortalecendo a associação curricular da formação de leitores com a matriz cultural e de cidadania. Ouvir ler e ler textos de literatura infantojuvenil é um percurso que conduz ao objetivo prioritário de compreensão de textos e é um estímulo à apreciação estética. O contacto com textos literários, portugueses e estrangeiros, em prosa e em verso, de distintos géneros, e com textos do património oral português, amplia o espetro de leituras e favorece a interação discursiva e o enriquecimento da comunicação. Especificamente para o domínio da Educação Literária, foi feita uma seleção a nível nacional de obras e textos literários para leitura anual, válida para o 1.º Ciclo, e foram, neste domínio, definidos sete títulos por ano de escolaridade, complementados com a promoção da leitura autónoma, para a qual se encontram indicadas as listagens do Plano Nacional de Leitura (PNL), garantindo a manutenção da escolha pessoal feita pelos alunos, sob orientação do professor e do professor bibliotecário.

 

Por forma a garantir um maior e melhor contacto com a diversidade de obras, géneros e autores e levar os alunos a um conhecimento e compreensão mais alargados das diferentes obras no âmbito das metas curriculares de português, complementando e articulando o trabalho curricular com a sala de aula, a biblioteca escolar Afonso de Paiva, mais especificamente, a professora bibliotecária Carla Nunes e a educadora Maria da Luz Lopes, lançaram um novo projeto de educação literária: “(Re)contar as Metas”. O projeto consiste em promover a mediação de leitura de obras definidas nas metas curriculares de português para o 1º ciclo, numa triagem feita pelos professores titulares das turmas, junto de todos os alunos dos 4 anos de escolaridade de todas as escolas do 1º ciclo do agrupamento de escolas Afonso de Paiva.

 

 

O projeto já começou e a primeira obra (re)contada foi “Uma Flor Chamada Maria” de Alves Redol, proposta para o 2º ano de escolaridade. As sessões de mediação leitora já começaram e as turmas de 2º ano das escolas de S. Tiago e Afonso de Paiva já conheceram a Maria… ou terá sido a Flor? Vamos lá ler para descobrir!…

Read Full Post »

Older Posts »

Pegada-de-papel

Blogue das Bibliotecas do Agrupamento de Escolas Martim de Freitas

Bibliotecas são Comunidades

As bibliotecas são Comunidades

Cinema Sem Conflitos

Prevenção e mediação de conflitos em contexto educativo

O Cão Leitor

Livros, Literacia e Literatura para crianças

A23 EDIÇÕES

A fine WordPress.com site

Anna Llenas

autora e ilustradora de libros

EUROLIS

Resources for librarians

Bestiário Tradicional Português

Primeira compilação ilustrada de criaturas míticas do folclore nacional

Figuras da Ficção

Investigação, ensino e debate sobre a teoria da narrativa e sobre a personagem ficcional

CAFÉ COM LETRAS

Revista de literatura lusófona

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

Ilse Losa

(re)descobrindo os seus livros - homenagem no ano do centenário do seu nascimento

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

estudo sobre a integração curricular de ferramentas digitais em EVT | por jOsÉ aLbErTo rOdRiGuEs

%d bloggers like this: