Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Leituras’ Category

Semana dos Afetos, Sentimentos e Emoções

AE Afonso de Paiva | Bibliotecas Escolares

Semana dos Afetos | BE Afonso de Paiva

Ter afetos é ter a capacidade de dar e de receber, de amar e de ser amado, de inquietar e de ser inquietado. Os afetos exprimem-se através dos sentimentos e das emoções e têm uma ligação especial com o passado, com as experiências e vivências com as pessoas e o mundo que as rodeia. Os afetos têm a ver com aquilo que nos afeta, são algo de que somos dotados e exprimem-se em sentimentos e emoções que estão ligadas fundamentalmente ao presente. Este foi o mote que levou as Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, mais um ano, a dedicar uma semana, coincidente com o S. Valentim, aos afetos, emoções e sentimentos.

De 14 a 28 de fevereiro a Biblioteca Escolar Afonso de Paiva vestiu-se a rigor e para além de uma instalação temática alusiva, também se puderam ver e ler muitos livros sobre os afetos, emoções e sentimentos, numa mostra temática variada de títulos em suporte livro e não livro. Estiveram igualmente patentes no espaço três exposições: uma exposição de “Abanicos del Amor”, numa iniciativa das docentes de Espanhol com os alunos do 3º ciclo; uma segunda exposição de “Love Monsters”, atividade de projeto desenvolvida pelas professoras de Inglês do 1º ciclo com todos os alunos de 4º ano do agrupamento; e uma terceira exposição “Mural dos Afetos”, com desenhos realizados pelos alunos da turma 6AP de 2º ano, feitos a partir da história “Tanto, Tanto!” de Trish Cooke. Para além dos magníficos trabalhos e decoração a rigor, houve ainda o visionamento de filmes e puderam ouvir-se playlists muito apaixonadas e apaixonantes,durante os intervalos, horas de almoço e períodos sem aulas. Alunos e professores participaram ainda na iniciativa das bibliotecas “Vamos espalhar afetos” e deixaram as suas mensagens nos enormes corações das bibliotecas. Para a professora bibliotecária Carla Manuela Nunes, “o afeto pode ter variadas formas de ser expresso, através da escrita, do desenho, da música, da palavra, mas também da ação, do modo de nos comportarmos, de comunicarmos e de interagirmos. É a forma como o afeto é vivido que transforma o ser humano e que permite uma experiência de vida equilibrada.”

E porque as crianças e jovens necessitam de consolo, de braços que abracem, de ouvir histórias aconchegantes, de colo, de mimo, de vozes agradáveis e de sorrisos, as bibliotecas escolares não podiam deixar de celebrar igualmente esta semana com livros e leituras. Assim e no âmbito do Programa Itinerâncias “Malas com Rodas Cheias de Histórias”, os alunos das escolas de 1º ciclo e jardins-de-infância do AE Afonso de Paiva sem espaço físico de biblioteca, puderam assistir a sessões de animação de leitura, num total de dez, orientadas pela Educadora Maria da Luz Lopes, da equipa das BE, a partir das histórias “O Monstro das Cores” de Anna Llenas e “Era uma vez um gato xadrez…” de Bia Villela, apresentando cenários, ilustrações e os “monstros das emoções” em 3D, com vista a promover a inteligência emocional, os valores e os afetos, aprendendo a gerir emoções e a compreender sentimentos com, aproximadamente, duas centenas e meia de alunos do pré-escolar e 1º ciclo, criando espaços e possibilidades para a própria produção ou construção. Usualmente, emoção e sentimento surgem como sinónimos, mas a relação entre ambos é muito estreita. Para o neurocientista português António Damásio, a emoção é “um conjunto de reações corporais, automáticas e inconscientes, face a determinados estímulos provenientes do meio onde estamos inseridos. O sentimento surge quando tomamos consciência das nossas emoções, isto é, o sentimento dá-se quando as nossas emoções são transferidas para determinadas zonas do nosso cérebro, onde são codificadas sob a forma de atividade neuronal.”

Read Full Post »

Dia Mundial da Leitura em Voz Alta no AE Afonso de Paiva

Dia Mundial da Leitura em Voz Alta

Uma das práticas mais importantes para promover a leitura e criar leitores é a leitura em voz alta. Foi por esse motivo que no passado dia 1 de fevereiro se celebrou o Dia Internacional da Leitura em Voz Alta, assinalado pelo PNL2027, ao qual as bibliotecas escolares e os alunos e professores das turmas de 5º ano do AE Afonso de Paiva se associaram. Ler em voz alta ajuda ao desenvolvimento da linguagem, aumenta a capacidade de concentração e facilita a compreensão da história, criando uma ligação com o leitor. Ler em voz alta é um momento único de partilha e convívio.

Dia Mundial da Leitura em Voz Alta

E foi durante a semana de 3 a 7 de fevereiro que os cerca de centena e meia de alunos de 5º ano e os seus professores de português, desafiados pela professora bibliotecária no âmbito do projeto “ler+ na biblioteca”, celebraram a leitura em voz alta, apresentando as suas leituras na biblioteca escolar, partindo de livros/ textos que escolheram. Foram momentos de leitura muito prazerosos, que revelaram a entrega de alunos e docentes a 100% naquele momento!

A Professora Bibliotecária Carla Manuela Nunes espera “desta forma e com mais esta iniciativa das Bibliotecas Escolares, em colaboração com os Professores de Português do AE Afonso de Paiva, continuar a contribuir não só para a promoção da leitura e fruição leitora, mas também para o desenvolvimento da autoestima e capacidade para empatia”, criando também memórias felizes da escola e da biblioteca!

Read Full Post »

Alexandre Duarte, aluno do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, é o mais recente jovem consultor da reconhecida publicação juvenil Revista VISÃO Júnior, a única revista mensal portuguesa de informação dirigida a crianças e jovens entre os 6 e 14 anos. E é com imenso agrado e num gesto de reconhecimento e também como exemplo de motivação para outros, que aqui damos conta e registamos este facto. Por isso, parabéns Alexandre pela iniciativa e conta sempre com a biblioteca escolar! Estamos sempre à espera de ouvir e ler as tuas opiniões e sugestões! 

O Alexandre conta-nos agora como tudo aconteceu:

Tudo começou no início do verão de 2018. Como para todos os adolescentes, o verão é a melhor época do ano de férias, de saídas com os amigos, de tardes inteiras a jogar ou a fazer alguma coisa de que gostamos muito, mas acabamos sempre por nos fartar e temos a necessidade de ler alguma revista ou livro. Então, lembrei-me da revista visão júnior, para adolescentes e crianças, com temas do dia a dia, acontecimentos importantes, notícias entusiasmantes, passatempos, assuntos para expressarmos a nossa opinião e, por isso, tornei-me assinante da revista mensal VISÃO Júnior. Entretanto e num certo mês, a revista estava à procura de jovens para serem consultores da revista e enviei um e-mail a propor a minha candidatura. E eis que, passado um mês, recebo a confirmação e torno-me consultor da revista. Fiquei muito orgulhoso e vou para sempre recordar a minha primeira “profissão” de consultor. Desde então e todos os meses, a revista contacta-me a pedir a minha opinião, enquanto consultor, sobre a imagem da capa e conteúdos da revista. Sou sempre sincero e honesto nas respostas e opiniões que dou. Tem sido uma experiência bastante gratificante, motivadora e interessante. Que venham as próximas!

A todos os outros alunos, a Professora Bibliotecária Carla Nunes deixa o desafio: Queres ser consultor da VISÃO Júnior? Fica atento à revista na nossa biblioteca escolar, em suporte papel ou digital, pois a VISÃO Júnior lança anualmente o desafio a pessoas entre os 7 e os 15 anos que queiram ajudar a fazer a revista e só tens de ver e ler a VISÃO Júnior, dar a tua opinião sobre os artigos que vão publicando, responder às perguntas, sempre sobre a revista ou o sítio da VISÃO Júnior na internet, que vão fazendo e enviar sugestões de temas que achas importante que a revista trate. E também criticar, para ajudar a melhorar!

Read Full Post »

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Personalize your own free slideshow design

As Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva realizaram em dezembro mais uma edição da Feira do Livro de Natal, em parceria com a Editora 20|20. A 7ª edição desta Feira do Livro de Natal teve um calendário cheio e as turmas das EB Afonso de Paiva e EB S. Tiago e JI Violetas vieram, apreciaram, descobriram, leram e compraram! Muitos outros alunos das restantes escolas do agrupamento também por cá apareceram, pais, encarregados de educação e familiares, elementos da comunidade educativa, assim como muitos professores e assistentes operacionais. Tivemos, aproximadamente, oito centenas de visitantes! Foi uma mão cheia de livros e de leitores!

E sim, muitos foram os livros apreciados, muitas foram as leituras conquistadas e muitas foram as personagens encontradas… Ei, esperem! Não foram muitas, foi só uma e especial! Ah, pois… O Greg, das aventuras do “Diário de um Banana”, de Jeff Kinney, esteve cá! E foi uma ENORME surpresa! Os miúdos adoraram, mas os graúdos também!

Tivemos ainda muitos brindes para os leitores e compradores e um mega passatempo: uma frase ou um desenho sobre a importância da leitura e dos livros para cada um. Os participantes tiveram direito a um certificado e foram tantas e tão bonitas participações!

A equipa das bibliotecas escolares agradece a toda a comunidade escolar e educativa pela adesão e participação nesta iniciativa e à editora 20|20 pelo apoio e disponibilidade.

“Com a liberdade, livros, flores e a lua, quem poderia não ser feliz?”

(Oscar Wilde)

Read Full Post »

AE Afonso de Paiva assinala Dia Internacional dos Direitos Humanos

A Maior Lição do Mundo | Turma 4AP

O Dia Internacional dos Direitos Humanos é celebrado anualmente a 10 de dezembro, data escolhida para honrar o dia – 10 de dezembro de 1948 – em que a Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou a Declaração Universal dos Direitos do Homem. Esta declaração foi assinada por 58 estados e teve como objetivo promover a paz e a preservação da humanidade após os conflitos da 2ª Guerra Mundial que vitimaram milhões de pessoas. Este dia é um dos pontos altos na agenda das Nações Unidas, decorrendo várias iniciativas a nível mundial de promoção e defesa dos direitos do homem, sendo o dia igualmente marcado pela entrega do Prémio Nobel da Paz.

Numa atividade promovida pelas Bibliotecas Escolares, em colaboração com a Equipa de Cidadania e Desenvolvimento e com o departamento do pré-escolar, do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, a celebração da data visou cerca de centena e meia de alunos das turmas de 7º ano e vinte e cinco alunos da turma 4AP de 3º ano, dando continuidade à aula “A Maior Lição do Mundo” da UNICEF, que acontece com esta turma desde 2017.2018. O objetivo primordial desta atividade, nas suas múltiplas ações, foi dar a conhecer e discutir os direitos humanos, homenagear o empenho e dedicação de todos os cidadãos defensores dos direitos humanos, destacando principalmente o papel dos jovens em dar vida e voz aos direitos humanos, alertando para todos os tipos de discriminação no mundo e procurando promover a justiça e igualdade entre todos os cidadãos. As Bibliotecas Escolares Afonso de Paiva assumem assim o compromisso de fomentar a cidadania (direitos humanos – domínio do 1º grupo) integrado no desenvolvimento de ações que promovam os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), as metas globais que podem mudar o mundo, da Agenda 2030 da ONU – Nações Unidas (erradicação da pobreza, fome zero, saúde e bem-estar, igualdade de género, educação de qualidade, redução das desigualdades, paz, justiça e instituições fortes, entre outros), promovendo uma cidadania global ativa e uma maior consciencialização do papel de cada um na construção de um mundo mais igual, mais seguro, mais saudável e mais sustentável.

Os alunos de 7º ano participaram em duas oficinas temáticas digitais no auditório, orientadas pelo coordenador interconcelhio das bibliotecas escolares, Pedro Gomes, onde após visionamento de um vídeo da Organização Unidos pelos Direitos Humanos: “A História dos Direitos Humanos” e discussão de ideias, que teve como mote “O que são e quais são os Direitos Humanos” realizaram um questionário em linha e vários jogos e construíram nuvens de palavras alusivas aos Direitos Humanos, escritas por cada aluno, com recurso a algumas aplicações digitais (mentimeter, kahoot, padlet, wordle), utilizando os smartphones.

Os alunos de 3º ano participaram na biblioteca na “Maior Lição do Mundo”, no tempo de aula de educação para a cidadania, numa sessão sobre a importância dos direitos na criança na concretização dos ODS, orientada pela professora bibliotecária, Carla Manuela Nunes, que se iniciou com a narração dramatizada em voz alta do texto “Os Direitos da Criança” por Matilde Rosa Araújo. Seguidamente visionaram o vídeo da UNICEF: “Direitos com a Rita e o João”, seguido de um Quiz on-line sobre os direitos da criança, com recurso à app Kahoot nos tablets. Foram ainda realizadas duas nuvens de palavras sobre o tema, com a aplicação wordart: uma no início e outra no fim para sistematizar conhecimentos adquiridos. No final foi distribuído um modelo de origami para os alunos construírem o seu “Quantos Queres?” dos Direitos da Criança.

A atividade contou ainda com três exposições alusivas, patentes na EB Afonso de Paiva. Uma exposição de trabalhos de todos os alunos do pré-escolar, envolvendo cerca de cento e vinte alunos dos quatro jardins-de-infância do agrupamento, com painéis subordinados ao tema “Direitos das Crianças”; Outra de “Banda Desenhada dos Direitos Humanos”, com painéis compostos por trabalhos realizados por alunos de todo o país, inserida no concurso promovido pela Rede de Bibliotecas Escolares, no âmbito das comemorações dos 70 anos (em 2018) da Declaração Universal dos Direitos Humanos e dos 40 anos da adesão de Portugal à Convenção Europeia dos Direitos Humanos; Uma última, “Portas com Direitos”, com a exposição de cartazes ilustrados com os 30 artigos da Declaração Universal de Direitos Humanos da AMNISTIA Internacional Portugal, um em cada porta de cada sala de aula da EB Afonso de Paiva.

Read Full Post »

Cristina Taquelim é uma referência na promoção da leitura em Portugal, em mediação leitora e também com contadora de histórias. Dedica a sua atividade profissional à promoção da leitura e à arte de contar. Psicóloga educacional, prodigiosoa contadora de histórias e co-organizadora do conhecido encontro internacional «Palavras Andarilhas», é também autora de livros para a infância. Tudo boas razões para mais um magnífico encontro dos nossos pequenos leitores com o mundo mágico dos contos e das histórias na Biblioteca Escolar Afonso de Paiva.

No passado dia 9 de dezembro, os alunos das turmas 5º1 e 5º3 do AE Afonso de Paiva, acompanhados pelos professores, puderam ouvir contar histórias e podemos afirmar que para todos, grandes e pequenos, foi um momento único, envolvendo na magia da leitura todos os participantes, momento este proporcionado, novamente, no âmbito do Plano de dinamização e promoção da leitura e da escrita a desenvolver pela Biblioteca Municipal, em colaboração com a Rede Concelhia de Bibliotecas Escolares, inserido no Programa Transfronteiriço Interreg v-a entre Espanha e Portugal (POCTEP) 2014-2020. 1,2,3,4 redes.con.

Para Cristina Taquelim “independentemente da idade, do contexto, das competências e saberes, contar é a arte da relação. Posta ao serviço de uma estratégia de promoção de leitura, ela serve o desenvolvimento da linguagem. (…) Contar e ouvir contar constitui um espaço e um tempo de reflexão sobre as metáforas do mundo e da vida, mapeando valores, emoções e afectos. Ouvir contar apoia o desenvolvimento da escuta e da memória, sem as quais não existe aprendizagem, bem como a organização de enunciados orais, de mecanismos expressivos. Mas contar e ouvir contar também são apenas lazer, fruição, colo e embalo.”

Muito obrigada, Cristina Taquelim! Ficámos de coração cheio!

Read Full Post »

As “Marias Castanhas”, realizadas pelos alunos das 2 turmas de 4º ano da EB Afonso de Paiva, orientados pelas professoras Paula Tomás e Teresa Henriques, encontram-se expostas na Biblioteca Escolar da escola sede do Agrupamento.

Esta mostra conta com trabalhos plásticos criativos ligados ao tema outonal, concebidos a partir da tradicional e muito apreciada história de Maria Isabel Mendonça Soares “Maria Castanha”. Para a realização das Marias Castanhas, os alunos recorreram a materiais recicláveis, designadamente tecidos, gesso, cápsulas de café e castanhas.

As belas e criativas Marias Castanhas podem ser apreciadas até ao próximo dia 2 de dezembro.

Apareçam para apreciar as belas moçoilas!

Read Full Post »

Older Posts »

RECURSOS EDUCATIVOS

NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS

ANLite

Audiências, Notícias e Literacia | Audiences, News and Literacy

Blogue do IILP

Promocão e difusão da língua portuguesa

Astrid Lindgren Memorial Award

The World's Largest Children's Literature Award

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

MixLit

O DJ da literatura

abiblioterapeuta.wordpress.com/

A Biblioterapeuta: porque os livros curam.

Alerta Premika

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Hafuboti

little bits of library goodness

Educação para a Sexualidade

Recursos para Jardim de Infância e Ensino Básico

TRANSMAGINAR

um (re)encontro com o mundo dos livros...

%d bloggers like this: