Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Escola’ Category

Apoio e Formação à Distância no AE Afonso de Paiva

Vivemos tempos diferentes, tempos onde à escola foi colocado um novo paradigma repleto de grandes desafios. A continuidade das atividades escolares depende atualmente de novas formas de comunicação e colaboração à distância.

A necessidade de promover um ambiente educativo remoto, organizado, intuitivo e seguro, obriga-nos a escolher as melhores ferramentas digitais. Com a adoção do Microsoft 365 Educação pelo Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva (AEAP) em 2018, o Microsoft Teams tornou-se claramente na escolha acertada como plataforma que apresenta soluções diversas para professores facilitadores de aprendizagens, a utilizar no ensino à distância (EAD), desde o pré-escolar até ao 3.º ciclo no AE Afonso de Paiva, tornando-se fundamental continuar a promover suporte de apoio e formação à comunidade escolar, no sentido de maximizar a utilização das ferramentas Microsoft 365 e, mais especificamente, nas aplicações e ferramentas do Microsoft Teams, como plataforma para planear, incluir e comunicar com todos os alunos, colaborar e avaliar, promover a aprendizagem e trabalhar de forma articulada e cooperativa entre departamentos e estruturas, entre tantas outras possibilidades.

Neste sentido, o AEAP dispõe de um Plano de Formação Interno, com formação para professores, técnicos e pais/ encarregados de educação e também de um e-mail institucional de apoio para docentes, técnicos, alunos e pais. Na página web encontram-se ainda tutoriais internos de apoio, realizados pelo Professor Luís Santos, vídeos e outras medidas de suporte à comunidade educativa. As Bibliotecas Escolares (BE) do Agrupamento disponibilizaram também quer na página web do AEAP quer no blogue das BE, Murais de Recursos Educativos Digitais e Infográficos para Docentes, Alunos e Pais/ Encarregados de Educação, em atualização permanente, com curadoria de conteúdos pela Professora Bibliotecária, assim como uma Equipa “BE On-line” no MS Teams aberta alunos e professores, com recursos e ferramentas de apoio à leitura e às literacias e canais de comunicação síncrona e assíncrona. As BE promovem ainda formação on-line, no âmbito do Programa “BiblioForma”, dirigida a docentes, técnicos e alunos com ações de formação em metodologias e competências pedagógicas assentes em ferramentas digitais e trabalho colaborativo, com vista ao apoio aos currículos e ao desenvolvimento das competências da leitura e das literacias.

Dando continuidade ao plano de formação à distância da Equipa de Formação e Apoio Didático do AEAP, no sentido de organizar e otimizar as práticas letivas, presenciais e/ ou à distância, com vista à inovação e melhoria do ensino e aprendizagem, encontram-se a ser desenvolvidas on-line em sessões síncronas por videoconferência no MS Teams, aos sábados, durante o mês de fevereiro de 2021, ações de formação de curta duração (ACD), certificadas pelo CFAE Alto Tejo, num segundo ciclo de formações que serão novamente orientadas pela Professora Carla Manuela Nunes, Professora Bibliotecária e Microsoft Innovative Educator Expert (MIEE) 2020.2021, dirigidas a docentes e técnicos para a utilização das aplicações e ferramentas da Microsoft 365. Neste mês serão centradas no Microsoft Teams como plataforma de suporte das práticas pedagógicas e nas diferentes aplicações e ferramentas que a integram e com ela interagem e que podem ajudar nas práticas letivas quer à distância quer presenciais, como sendo o Forms, o Sharepoint, o Stream, o OneNote, o Planner, entre outras, muito centradas também na partilha de práticas e metodologias pedagógicas e de avaliação centradas no MS Teams.

Read Full Post »

Dá valor às boas Ideias, respeita as marcas e os autores é o mote deste projeto educativo. Precisamos que os nossos alunos estejam preparados para a atual sociedade de informação, para podermos viver numa sociedade sustentável e numa economia digital e circular, de forma crítica e ativa. Todos queremos viver num mundo melhor, mais seguro e responsável e para isso, os jovens precisam de compreender, enquanto consumidores, que as suas escolhas devem respeitar a propriedade intelectual (a propriedade industrial e o direito de autor) e combater a contrafação e a pirataria on-line que põem em causa os seus/ nossos direitos, a nossa segurança e até colocam em risco a nossa saúde.

O AE Afonso de Paiva acredita e valoriza o papel dos mais novos na mudança e através das suas Bibliotecas Escolares, associou-se a mais uma iniciativa da DECOJovem, com o apoio do Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia (EUIPO) e da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE): o Projeto Brain Ideas 2.0 que visa essencialmente aumentar a consciência dos alunos acerca do valor da propriedade intelectual, o valor das boas ideias e a importância de respeitar os autores, as empresas e as marcas. A Professora Bibliotecária Carla Manuela Nunes, Coordenadora deste projeto no Agrupamento, promoveu no mês de novembro, em articulação com a Equipa de Educação para a Cidadania de Escola, sessões de sensibilização, com utilização dos conteúdos e recursos educativos do projeto disponíveis na página em linha da iniciativa. A primeira turma a integrar este projeto foi a turma três do quinto ano, numa colaboração com a Professora Elisabete Casimiro, nas aulas de Educação para a Cidadania, que decorreram na Biblioteca Escolar, palco privilegiado para o desenvolvimento de aprendizagens significativas, ainda mais especificamente neste contexto de abordagem do tema da propriedade intelectual.

Promover a educação do consumidor na comunidade escolar, contribuindo para o reforço das competências enquanto consumidores informados, conscientes, responsáveis e ativos, aumentar a consciência dos alunos acerca da importância da proteção da propriedade intelectual, do ponto de vista do consumidor e do criador, o reconhecimento da influência que a mesma tem no crescimento da economia e desenvolvimento e inovação e a sensibilização dos alunos para as consequências negativas do desrespeito da propriedade intelectual e dos direitos dos autores, assim como alertar os jovens para os perigos que a pirataria e a contrafação podem trazer para a sua própria segurança e para a preservação do ambiente, são alguns dos objetivos fundamentais deste projeto.

A Professora Bibliotecária pretende ainda, no segundo e terceiro trimestres do presente ano letivo, incluir mais duas turmas neste projeto educativo, uma de sexto e outra de sétimo ano, respetivamente, mantendo o compromisso das Bibliotecas Escolares no reforço na formação de cidadãos solidários, participativos e empenhados na construção de uma sociedade mais responsável, criteriosa, inclusiva e sustentável, potenciando e estimulando o desenvolvimento de projetos educativos e atividades que reforcem a educação do consumidor na comunidade educativa.

Read Full Post »

Semana dos Afetos, Sentimentos e Emoções

AE Afonso de Paiva | Bibliotecas Escolares

Semana dos Afetos | BE Afonso de Paiva

Ter afetos é ter a capacidade de dar e de receber, de amar e de ser amado, de inquietar e de ser inquietado. Os afetos exprimem-se através dos sentimentos e das emoções e têm uma ligação especial com o passado, com as experiências e vivências com as pessoas e o mundo que as rodeia. Os afetos têm a ver com aquilo que nos afeta, são algo de que somos dotados e exprimem-se em sentimentos e emoções que estão ligadas fundamentalmente ao presente. Este foi o mote que levou as Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, mais um ano, a dedicar uma semana, coincidente com o S. Valentim, aos afetos, emoções e sentimentos.

De 14 a 28 de fevereiro a Biblioteca Escolar Afonso de Paiva vestiu-se a rigor e para além de uma instalação temática alusiva, também se puderam ver e ler muitos livros sobre os afetos, emoções e sentimentos, numa mostra temática variada de títulos em suporte livro e não livro. Estiveram igualmente patentes no espaço três exposições: uma exposição de “Abanicos del Amor”, numa iniciativa das docentes de Espanhol com os alunos do 3º ciclo; uma segunda exposição de “Love Monsters”, atividade de projeto desenvolvida pelas professoras de Inglês do 1º ciclo com todos os alunos de 4º ano do agrupamento; e uma terceira exposição “Mural dos Afetos”, com desenhos realizados pelos alunos da turma 6AP de 2º ano, feitos a partir da história “Tanto, Tanto!” de Trish Cooke. Para além dos magníficos trabalhos e decoração a rigor, houve ainda o visionamento de filmes e puderam ouvir-se playlists muito apaixonadas e apaixonantes,durante os intervalos, horas de almoço e períodos sem aulas. Alunos e professores participaram ainda na iniciativa das bibliotecas “Vamos espalhar afetos” e deixaram as suas mensagens nos enormes corações das bibliotecas. Para a professora bibliotecária Carla Manuela Nunes, “o afeto pode ter variadas formas de ser expresso, através da escrita, do desenho, da música, da palavra, mas também da ação, do modo de nos comportarmos, de comunicarmos e de interagirmos. É a forma como o afeto é vivido que transforma o ser humano e que permite uma experiência de vida equilibrada.”

E porque as crianças e jovens necessitam de consolo, de braços que abracem, de ouvir histórias aconchegantes, de colo, de mimo, de vozes agradáveis e de sorrisos, as bibliotecas escolares não podiam deixar de celebrar igualmente esta semana com livros e leituras. Assim e no âmbito do Programa Itinerâncias “Malas com Rodas Cheias de Histórias”, os alunos das escolas de 1º ciclo e jardins-de-infância do AE Afonso de Paiva sem espaço físico de biblioteca, puderam assistir a sessões de animação de leitura, num total de dez, orientadas pela Educadora Maria da Luz Lopes, da equipa das BE, a partir das histórias “O Monstro das Cores” de Anna Llenas e “Era uma vez um gato xadrez…” de Bia Villela, apresentando cenários, ilustrações e os “monstros das emoções” em 3D, com vista a promover a inteligência emocional, os valores e os afetos, aprendendo a gerir emoções e a compreender sentimentos com, aproximadamente, duas centenas e meia de alunos do pré-escolar e 1º ciclo, criando espaços e possibilidades para a própria produção ou construção. Usualmente, emoção e sentimento surgem como sinónimos, mas a relação entre ambos é muito estreita. Para o neurocientista português António Damásio, a emoção é “um conjunto de reações corporais, automáticas e inconscientes, face a determinados estímulos provenientes do meio onde estamos inseridos. O sentimento surge quando tomamos consciência das nossas emoções, isto é, o sentimento dá-se quando as nossas emoções são transferidas para determinadas zonas do nosso cérebro, onde são codificadas sob a forma de atividade neuronal.”

Read Full Post »

Os Guardiões da Água

Sob o mote da água e dando continuidade ao projeto pedagógico das turmas de 4º ano da EB Afonso de Paiva, inserido no Ping Plop – Plano Municipal de Educação para a Sustentabilidade Ambiental dos Serviços Municipalizados de Castelo Branco, articulado com os domínios de Educação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável em Educação para a Cidadania, os nossos Guardiões, orientados pelas professoras Paula Tomás e Teresa Henriques, produziram umas maquetes explicativas do Ciclo da Água, com recurso a materiais reciclados. Esta mostra encontra-se patente na entrada principal da EB Afonso de Paiva e pode ser visitada até ao fim de fevereiro.

Mas os nossos guardiões não têm parado e para além destas maquetes também produziram umas magníficas adaptações em banda desenhada do 1º capítulo do livro “A Gota de Orvalho Que Queria Ser Pingo de Chuva” de José Dias Pires, coordenador deste projeto, que podem ser vistas em suporte digital na plataforma calaméo das Bibliotecas Escolares do Agrupamento Afonso de Paiva ou em vídeo no canal youtube das Bibliotecas e na página e facebook do Agrupamento. Entretanto e em resposta aos desafios lançados pelo projeto, elaboraram em grupo/ núcleo por turma, belíssimas propostas de logótipos (Desafio 1). Foi difícil a escolha, mas escolheram bem! Cada EVA – Equipa de Vigilantes Ambientais – terá a partir de agora a sua imagem de marca. Os logótipos e as bandas desenhadas irão estar em exposição na Biblioteca Escolar Afonso de Paiva na primeira semana de março. Seguindo o Desafio 3, cada turma construiu várias regras para cuidar da água na escola (e ainda não foram eleitas as melhores! Mais uma votação difícil!) e em articulação com as professoras de inglês, foram também escritas em inglês. As regras para poupar água e a frase “Água é vida” farão parte integrante dos seus disfarces de Carnaval, este ano, claro, como soberanos Guardiões da Água!

Read Full Post »

Dia da Internet + Segura 2020

A data do Safer Internet Day (SID) – Dia da Internet + Segura – é uma iniciativa da rede Insafe, com o apoio da Comissão Europeia, assinalada um pouco por todo o mundo com atividades em mais de 140 países, procurando contribuir para a criação de uma internet melhor para todos, especialmente para os mais jovens. Em 2020, o Dia da Internet Mais Segura teve lugar no dia 11 de fevereiro e o tema foi “Juntos por uma Internet melhor”.

Sabendo que a escola tem um papel central no esforço coletivo de contribuir para uma Internet mais segura, formando gerações para a prevenção dos riscos, o Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, numa iniciativa conjunta das Bibliotecas Escolares e do Grupo de Docentes de Informática, associou-se mais um ano a esta iniciativa e promoveu ações de sensibilização para os alunos do 3º e 4º ano das escolas básicas Afonso de Paiva, Mina e S. Tiago no sentido de assinalar o dia e contribuir para uma navegação mais segura, promovendo a literacia digital. Nas sessões com as turmas de 4º ano desenvolvidas na biblioteca escolar Afonso de Paiva, orientadas pela professora bibliotecária Carla Manuela Nunes, os alunos mostraram-se muito recetivos, atentos e participativos, colocando muitas questões e envolvendo-se ativamente ao longo da sessão informativa e de sensibilização para navegar com maior segurança na internet, dando realmente sentido ao mote “Juntos por uma Internet melhor!”. Nas sessões envolvendo cerca de uma centena de alunos, e em pequenos grupos, foram abordados os temas da privacidade, riscos e ameaças, com conselhos e recomendações sobre as formas como podem proteger-se, do cyberbullying, entre outros, procurando-se sensibilizar para os temas que mais nos preocupam: os riscos e ameaças que estão à espreita durante a navegação on-line. Em cada sessão os alunos puderam realizar um jogo sobre o tema, através da aplicação “Pisca Mega Quiz”, com recurso aos tablet e no final foi distribuído um jogo “Quantos Queres” alusivo, para os alunos construírem e jogarem na turma. Nas sessões com as turmas de 3º ano, envolvendo cerca de cinquenta alunos, orientadas pelos Docentes de Informática Júlio Diamantino e Tiago Sousa, os alunos visionaram um pequeno vídeo sobre segurança e privacidade na internet, seguido de um pequeno debate/ esclarecimento sobre passwords, jogos em linha e regras de segurança, sendo apresentadas algumas dicas para aumentar a segurança on-line. No final de cada sessão foi igualmente distribuído um jogo “Quantos Queres” alusivo.

Esta foi mais uma atividade articulada entre bibliotecas escolares e docentes do agrupamento, que visam motivar os alunos para as temáticas que incentivem à utilização segura e responsável das tecnologias e ambientes digitais, procurando prepará-los para uma presença digital em segurança, contribuindo para a prevenção e o combate ao cyberbullying e para o desenvolvimento das literacias digital e dos média.

Read Full Post »

Dia Mundial da Leitura em Voz Alta no AE Afonso de Paiva

Dia Mundial da Leitura em Voz Alta

Uma das práticas mais importantes para promover a leitura e criar leitores é a leitura em voz alta. Foi por esse motivo que no passado dia 1 de fevereiro se celebrou o Dia Internacional da Leitura em Voz Alta, assinalado pelo PNL2027, ao qual as bibliotecas escolares e os alunos e professores das turmas de 5º ano do AE Afonso de Paiva se associaram. Ler em voz alta ajuda ao desenvolvimento da linguagem, aumenta a capacidade de concentração e facilita a compreensão da história, criando uma ligação com o leitor. Ler em voz alta é um momento único de partilha e convívio.

Dia Mundial da Leitura em Voz Alta

E foi durante a semana de 3 a 7 de fevereiro que os cerca de centena e meia de alunos de 5º ano e os seus professores de português, desafiados pela professora bibliotecária no âmbito do projeto “ler+ na biblioteca”, celebraram a leitura em voz alta, apresentando as suas leituras na biblioteca escolar, partindo de livros/ textos que escolheram. Foram momentos de leitura muito prazerosos, que revelaram a entrega de alunos e docentes a 100% naquele momento!

A Professora Bibliotecária Carla Manuela Nunes espera “desta forma e com mais esta iniciativa das Bibliotecas Escolares, em colaboração com os Professores de Português do AE Afonso de Paiva, continuar a contribuir não só para a promoção da leitura e fruição leitora, mas também para o desenvolvimento da autoestima e capacidade para empatia”, criando também memórias felizes da escola e da biblioteca!

Read Full Post »

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Personalize your own free slideshow design

As Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva realizaram em dezembro mais uma edição da Feira do Livro de Natal, em parceria com a Editora 20|20. A 7ª edição desta Feira do Livro de Natal teve um calendário cheio e as turmas das EB Afonso de Paiva e EB S. Tiago e JI Violetas vieram, apreciaram, descobriram, leram e compraram! Muitos outros alunos das restantes escolas do agrupamento também por cá apareceram, pais, encarregados de educação e familiares, elementos da comunidade educativa, assim como muitos professores e assistentes operacionais. Tivemos, aproximadamente, oito centenas de visitantes! Foi uma mão cheia de livros e de leitores!

E sim, muitos foram os livros apreciados, muitas foram as leituras conquistadas e muitas foram as personagens encontradas… Ei, esperem! Não foram muitas, foi só uma e especial! Ah, pois… O Greg, das aventuras do “Diário de um Banana”, de Jeff Kinney, esteve cá! E foi uma ENORME surpresa! Os miúdos adoraram, mas os graúdos também!

Tivemos ainda muitos brindes para os leitores e compradores e um mega passatempo: uma frase ou um desenho sobre a importância da leitura e dos livros para cada um. Os participantes tiveram direito a um certificado e foram tantas e tão bonitas participações!

A equipa das bibliotecas escolares agradece a toda a comunidade escolar e educativa pela adesão e participação nesta iniciativa e à editora 20|20 pelo apoio e disponibilidade.

“Com a liberdade, livros, flores e a lua, quem poderia não ser feliz?”

(Oscar Wilde)

Read Full Post »

O contacto com o livro e a prática regular da leitura são indispensáveis para o desenvolvimento do gosto de ler, a consolidação de hábitos de leitura e o aumento das competências de literacia. Quem lê, lerá sempre mais e melhor e ficará mais bem preparado para a vida. É por isso que ler sempre e mais é tão importante e interessa que a todos seja dada a oportunidade de ler.

Neste sentido e para motivar para a leitura recreativa, incentivar o gosto e o prazer de ler e estimular a criação de uma rotina de leitura nos alunos do Agrupamento Afonso de Paiva, os professores de português do 2º ciclo e a professora bibliotecária lançaram o repto a todos os jovens leitores de 5º ano: ”a ler+ na biblioteca”. É neste mês internacional da biblioteca escolar que vamos imaginar uma viagem literária e os passageiros são, este ano, todos os alunos das seis turmas de 5º ano da EB Afonso de Paiva. Esta viagem pelo mundo dos livros pode ter lugar a qualquer hora e em qualquer espaço, mas este ano vai começar na biblioteca escolar, através da realização de sessões quinzenais de leitura recreativa, em tempo letivo (45 min) da aula de português. Mas para que a viagem seja possível e para que fique bem documentada foi entregue a cada aluno um “Passaporte de Leitura”, onde os jovens leitores irão registar as viagens que fizeram, ou seja, os livros que leram, as suas avaliações e as frases que mais gostaram. As sessões de leitura “a ler+ na biblioteca” são realizadas com base na seleção dos alunos de uma obra literária (escolhida ou sugerida), a ser lida pelos participantes, existindo a possibilidade de socializar e discutir as experiências de leitura dos alunos com os professores participantes.

Este é mais um projeto articulado e colaborativo entre docentes e biblioteca escolar, em prol do desenvolvimento de competências da literacia da leitura, procurando incentivar e possibilitar o desenvolvimento de práticas de leitura, comprometida com a análise crítica e reflexiva e com a discussão e a fruição literária, numa construção progressiva de dinâmicas e práticas de leitura com jovens leitores.

Read Full Post »

cartaz

Read Full Post »

29513316_1127404077399259_280843378190841275_n

Iniciado em 2012, o Festival Literário de Castelo Branco tem proporcionado o contacto a alunos e professores com grande número de autores (poetas, romancistas, dramaturgos, ensaístas, ilustradores, músicos…). Esta 6ª edição do Fronteira – Festival Literário de Castelo Branco decorre de 11 a 14 de abril e conta com a participação de 15 autores portugueses convidados. O Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva contará com a visita de 4 autores que irão estar à conversa com, aproximadamente, 400 alunos do 1º, 2º e 3º ciclos do agrupamento:

  • 11.abril – Maria Bouza (1º ciclo)
  • 12.abril – António Mota (2º ciclo)
  • 13.abril – Rachel Caiano (2º ciclo)
  • 13. abril – Filipa Melo (3º ciclo)

Da programação do Fronteira 2018 fazem parte mesas de debate, apresentações e entrevistas de vida, visitas às escolas albicastrenses e uma oficina de ilustração. Os três primeiros dias serão dedicados às escolas do concelho, sendo o último dia, dedicado à cidade, preenchido com um debate em torno dos 20 anos do Prémio Nobel de José Saramago, com conversas à volta dos temas: «A lusofonia é uma ficção?»; «Que autores de língua portuguesa se perfilam como potenciais Nobel?» e «Vinte anos depois, mudou alguma coisa na literatura portuguesa?».

Caracterizado pelo fomento e promoção de contacto de autores com alunos e professores das escolas do concelho e com a população albicastrense, o Fronteira distinguiu já autores como José Manuel Castanheira, Carlos Correia e António Salvado (albicastrenses), Mia Couto, Manuel Alegre e este ano, José Saramago, 20 anos depois da atribuição do Prémio Nobel da Literatura, contando com a presença de Pilar del Rio. Para a professora bibliotecária Carla Nunes, esta é mais uma iniciativa cultural de grande relevo e importância para a cidade e, sobretudo, com impacto muito positivo na promoção e fomento da leitura e dos livros, junto da comunidade escolar.

Read Full Post »

Older Posts »

Plano Nacional de Leitura 2027 | Portugal

Plano Nacional de Leitura 2027 | Portugal

Escola Portuguesa

Histórias, informações e opiniões de um professor português, sobre educação e não só...

CNAPEF

Conselho Nacional de Associações de Profissionais de Educação Física e Desporto

RECURSOS EDUCATIVOS

NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS

ANLite

Audiências, Notícias e Literacia | Audiences, News and Literacy

Blogue do IILP

Promocão e difusão da língua portuguesa

Astrid Lindgren Memorial Award

The World's Largest Children's Literature Award

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

MixLit

O DJ da literatura

abiblioterapeuta.wordpress.com/

A Biblioterapeuta: porque os livros curam.

<span>%d</span> bloggers like this: