Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Educação para os Valores’ Category

Read Full Post »

O Dia da Não-Violência comemora-se a 30 de janeiro.

Esta data internacional foi instituída em homenagem a Mahatma (Grande Alma) Gandhi, falecido a 30 de janeiro de 1948. Considerado o pai da Índia, Gandhi foi um homem de boa vontade que lutou, sem ódio, pela independência da sua pátria e pela paz do mundo. Foi igualmente um grande defensor do “Satyagraha” (Força da Verdade), um princípio de não-agressão, onde se recorre a uma forma não-violenta para se protestar e se fazer a revolução. Não-violência, verdade e amor eram os grandes princípios deste pacifista, que nunca chegou a receber o Prémio Nobel da Paz.

Dentro do ideal de paz e não-violência que ele defendia, uma das suas frases mais célebres foi:

“Não existe um caminho para paz! A paz é o caminho!”.

gandhi-paz

Para saberes mais sobre esta Grande Alma deixamos-te 2 sugestões de filmes (clica no título para veres o trailer):

1. Nove Horas Até a Eternidade (1963)

História das nove horas que precederam o assassinato de Mahatma Gandhi em 1948, tendo como figuras centrais o jovem assassino, ativista de uma seita que combate os ideais de não-violência do venerado líder pacifista e o chefe de polícia, que fica a saber do crime nove horas antes e não consegue descobrir o assassino.

O filme retrata Nathuram Godse, o assassino de Gandhi, a forma como planeou o atentado, e como ele se tornou um ativista hindu que (injustamente) responsabilizou Gandhi pela morte de milhares de hindus pelos muçulmanos.
Título original: Nine Hours to Rama
Ano de Lançamento: 1963
Género: Drama – Épico
País de Origem: EUA – Inglaterra
Duração: 124 minutos
Direção: Mark Robson

2. Ghandi (1982)

Gandhi é um filme biográfico épico de 1982 que dramatiza a vida de Mohandas Karamchand Gandhi, o líder do movimento de independência não-violento, não cooperativo da Índia contra a Índia britânica durante o século XX.

O filme aborda a vida de Gandhi a partir de um momento de definição em 1893, até ao seu assassinato e funeral, em 1948. Embora praticante Hindu, Gandhi abraçou outras religiões, particularmente o cristianismo e o islamismo, também retratadas.

Venceu vários Óscares em 1983 (Estados Unidos) nas categorias de melhor filme, melhor diretor, melhor ator (Ben Kingsley), melhor roteiro original, melhor direção de arte, melhor fotografia, melhor figurino e melhor edição.

 

Título original: Ghandi
Ano de Lançamento: 1982
Género: Biográfico – Drama
País de Origem: Índia – Reino Unido – EUA
Duração: 180 minutos
Direção: Richard Attenborough

 

 

Neste dia realizam-se imensas iniciativas pela paz no mundo, com destaque para as escolas, já que nesta mesma data se celebra o Dia Escolar da Paz e da Não-Violência, ou Dia da Não-Violência e da Paz Escolar, um dia criado em 1964 pelo poeta e educador espanhol Llorenç Vidal.

A Paz não é apenas a ausência de conflito, é muito mais do que isso; é sentirmo-nos bem connosco e com os outros. Saber de onde vimos e para onde vamos; perceber que a vida tem sentido; saber que o nosso lugar no mundo é único. O dia de hoje deve servir para uma reflexão sobre a educação e a paz, o respeito pelos direitos humanos e a solidariedade entre os homens.

 

Read Full Post »

O Ursinho, a Raposinha e o Coelhinho e muitos meninos, todos eles especiais, passaram uma tarde bem divertida e cheia de sorrisos na Biblioteca Escolar Afonso de Paiva.

 

DSC06055

 

“O boneco de neve sorridente” de Tina Macnaughton, com ilustrações de Christina Butler foi a ternurenta história de amizade iluminada pelo brilho de um boneco de neve que as crianças seguiram com a tradução para LGP e também com os dedos e com as imagens, desenvolvendo a estimulação sensorial através do tato: macio/ áspero, quente/ frio, identificando animais, cores e texturas e estimulando a motricidade fina dos alunos, numa sessão de leitura pela professora bibliotecária, enquadrada no Projeto “Saber Ler+”, no seguimento da aprovação da candidatura ao projeto nacional “Todos Juntos Podemos” Ler da RBE, da Biblioteca Escolar em colaboração com o Departamento de Educação Especial. No final todos receberam um boneco de neve muito sorridente construído pelos alunos e professores da EREBAS e Técnicos do Núcleo de Educação Especial.

 

 

DSC06040 DSC06027 DSC06039

 

A leitura para crianças com necessidades educativas especiais favorece um maior desenvolvimento crítico e intelectual dos alunos, bem como estimula o seu imaginário, permitindo que algumas barreiras e conceitos sobre a pessoa portadora de deficiência sejam diluídos. Consideramos de vital importância que as atividades de promoção de leitura, seja para portadores de necessidades especiais, seja para alunos do ensino regular, a utilização de títulos e de material de qualidade e diversificado, em ambiente adequado como as bibliotecas escolares, na procura de estímulos e respostas às necessidades de cada aluno, à linguagem, ao toque, à socialização, à descoberta, ou ainda, de forma muito relevante, uma reação, uma resposta ou até mesmo um simples sorriso.

 

DSC06049

 

È pela consciência da importância da continuidade destes projetos voltados para a Educação Especial, proporcionando aos alunos uma nova experiência e plena socialização, num ambiente e numa comunidade que se afirma inclusiva, como a biblioteca escolar, que reside, sem dúvida, o nosso maior resultado.

 

 

Read Full Post »

As mãos que 
Sorriem
Enlaçam
Abraçam
Acalentam
Tocam
Sustentam
Seguram
Carregam
Acolhem
Afagam…

 

E benditas as mãos que cantaram a linda canção “Adivinha quanto eu gosto de ti” de André Sardet, com interpretação em LGP e escreveram, desenharam, recortaram e trouxeram à professora bibliotecária uma linda coroa de Natal, repleta de mãos entrelaçadas com uma maravilhosa mensagem de Natal que muito agradou os olhos de quem a leu, fazendo nascer emoções no coração…

 

IMG_1397

 

OBRIGADA aos alunos, à professora e às professoras estagiarias

da Turma 4ST de 2º ano da EB S. Tiago!

Read Full Post »

É grátis e vem na sequência do Projeto dos CTT de luta contra a pobreza e exclusão social.

11951759_372597162887230_424217403300680182_n

Estas embalagens são grátis e estão disponíveis nos CTT para que qualquer pessoa que queira ajudar uma ou mais instituições de solidariedade o faça de forma prática.

Basta dirigir-se a uma loja de atendimento dos CTT e solicitar esta embalagem solidária, caso se deseje fazer qualquer tipo de doação a uma lista de instituições de solidariedade que se associaram aos CTT neste projeto.

Todos nós temos em casa algo que já não necessitamos ou não precisamos. O envio é totalmente grátis para todos os que queiram ajudar. Toda a ajuda é bem vinda desde bens alimentares, roupas, livros, material informático, etc.

É grátis! Vamos ajudar quem precisa.

 

Devemos dar como queremos receber 💕

Read Full Post »

WHRD

A data foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1948, momento em que foi proclamada a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Esta declaração foi assinada por 58 estados e teve como objetivo promover a paz e a preservação da humanidade após os conflitos da 2ª Guerra Mundial, que vitimaram milhões de pessoas.

Segundo o documento, todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade.

O dia 10 de dezembro é também marcado pela entrega do Prémio Nobel da Paz.

A Organização da Unidade Africana proclamou em 1981 a Carta Africana de Direitos Humanos e de Povos. A Carta reconhecia princípios da Declaração Universal dos Direitos Humanos e adicionava outros.

Em Portugal, a Assembleia da República reconheceu a grande importância da Declaração Universal dos Direitos Humanos ao aprovar, em 1998, a Resolução que vigora até hoje, na qual se instituiu que o dia 10 de dezembro deveria ser considerado também o Dia Nacional dos Direitos Humanos.

 

What are the universal human rights? – Benedetta Berti

TED Ed Lessons Worth Sharing

Lesson by Benedetta Berti, animation by Sarah Saidan.

View full lesson: http://ed.ted.com/lessons/what-are-th…

Read Full Post »

O breve conto intitulado Meninos de todas as cores”, de Luísa Ducla Soares, publicado pela primeira vez pela ASA em 1976, no livro “O Meio Galo”, conta-nos a história de Miguel, um menino branco e contente da sua condição, que parte para uma viagem que o leva a diferentes lugares nos diversos continentes. Neles encontra crianças amarelas, pretas, vermelhas e castanhas, todas elas satisfeitas com as cores das suas peles.

 

Luisa Ducla Soares – “Meninos de todas as cores”

Categoria: Pessoas e blogues
Licença: Licença padrão do YouTube

Com o Miguel, neste mês de dezembro, viajaram pelo mundo os meninos de muitas cores das escolas de 1º ciclo de Castelo, Mina, Salgueiro e Sarzedas, no âmbito do Programa das Itinerâncias “Malas com Rodas Cheias de Histórias” da BE Afonso de Paiva e também os alunos das turmas de 1º ano das EB Afonso de Paiva e de 1º e 3º anos da EB S. Tiago, em sessões de animação de leitura decorridas nas escolas do agrupamento que não dispõem de biblioteca e nas Bibliotecas Escolares de S. Tiago e Afonso de Paiva.

 

1 2 3 456

A Biblioteca Escolar (BE) enquanto centro comunitário onde coexistem diversas culturas e onde se estimula uma educação multicultural diversificada, procura quer pela oferta documental existente quer pela diversidade de atividades que promove, o conhecimento dessas diversas e diferentes culturas, no respeito pelo desenvolvimento pessoal das crianças. Facilitar e promover o contacto com livros multiétnicos e outros materiais com essas características, em sessões de mediação de leitura, por forma a contribuir positivamente para o desenvolvimento de atitudes de tolerância e aceitação das diferenças culturais e étnicas, é um dos objetivos da BE no domínio da Leitura e da Literacia. Para Segun (1992:103) “o uso de livros para crianças que contenham uma orientação positiva no sentido de combater o racismo e restituir às crianças a sua autoestima, dando-lhes um lugar e uma boa imagem na literatura para crianças e fornecendo-lhes informação acerca dos seus países de origem” promove um melhor equilíbrio e adaptação pessoal e social. Adicionalmente, estes livros mostram às crianças a riqueza que a diversidade cultural traz às sociedades em que vivem, assim como a outras. O International Board on Books for Young People (IBBY), organização que pugna pela promoção da leitura e das obras de qualidade junto da infância e da juventude defende a ideia de que “os livros, enriquecendo os conhecimentos que os jovens possam ter dos valores e das tradições dos países estrangeiros, contribuem para desenvolver a convivência entre os povos e estão ao serviço da paz” (1994:desdobrável da Secção Portuguesa do IBBY).

 

 

José António Gomes no artigo intitulado “Literatura para a infância e a juventude entre culturas” (n/d), disponível em linha na Casa da Leitura, apresenta alguns títulos para crianças e jovens de autores portugueses, onde são abordados os temas da diversidade, multiculturalidade, tolerância e outros temas. Arrogamos a ideia de Gomes (n/d:15-16) quando diz que “Os livros para crianças (…) impõem-se como mediadores relevantes do diálogo entre culturas – estimulando a curiosidade, dando a conhecer outros povos e etnias, contribuindo para a integração em comunidades multiétnicas, estimulando, enfim, atitudes de valorização das diferenças que não ponham (…) em causa valores humanos fundamentais e universais.”

 

 

Ajudar os mais jovens pela leitura e na leitura a tomar consciência dos laços que se criam entre diferentes universos culturais assume-se como outro dos grandes objetivos da Biblioteca Escolar Afonso de Paiva.

Read Full Post »

Older Posts »

O Cão Leitor

Livros, Literacia e Literatura para crianças

A23 EDIÇÕES

A fine WordPress.com site

Anna Llenas

autora e ilustradora de libros

EUROLIS

Resources for librarians

Bestiário Tradicional Português

Primeira compilação ilustrada de criaturas míticas do folclore nacional

Figuras da Ficção

Investigação, ensino e debate sobre a teoria da narrativa e sobre a personagem ficcional

CAFÉ COM LETRAS

Revista de literatura lusófona

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

Ilse Losa

(re)descobrindo os seus livros - homenagem no ano do centenário do seu nascimento

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

estudo sobre a integração curricular de ferramentas digitais em EVT | por jOsÉ aLbErTo rOdRiGuEs

e-portefólio pnep

Victor Marques

Apps para educação

Rede de Bibliotecas Escolares | Aplicações para dispositivos móveis

Actio libera

Espaço para a literatura e o teatro: artigos, críticas, resenhas, traduções, dicas, provocações e delírios.

bibliotecaescolar.info

um (re)encontro com o mundo dos livros...

%d bloggers like this: