Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Educação para a saúde’ Category

O Dia Mundial da Alimentação é celebrado anualmente a 16 de outubro, com o objetivo de sensibilizar para a importância da adoção de políticas, programas e ações visando a eliminação da fome no mundo e assegurar a segurança alimentar da população. Este ano, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) definiu como tema Healthy Diets for a #zerohungerworld, abordando a promoção de uma alimentação saudável e sustentável.

As Bibliotecas Escolares (BE) do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, com a colaboração dos docentes do 1º ciclo das Escolas Básicas Afonso de Paiva, Mina e S. Tiago e em parceria com a Equipa de Estratégia de Educação para a Cidadania de Escola, assinalaram o Dia Mundial da Alimentação ao longo da semana de 14 a 18 de outubro, em sessões de mediação leitora dirigidas a, aproximadamente, duas centenas de alunos e duas dezenas de professores da comunidade escolar.

As sessões de mediação de leitura realizadas no espaço da BE Afonso de Paiva e orientadas pela educadora Maria da Luz Lopes e pela professora bibliotecária Carla Manuela Nunes, exploraram obras selecionadas a partir do tema alimentação, a saber: “A princesa e a ervilha” de Hans Christian Andersen; “Ainda nada?” de Christian Voltz e “O Frigorífico da Magui” de Lois Brandt.

Houve ainda lugar a conversar com os alunos sobre a importância de comer bem e de como a nutrição influencia tanto a aparência quanto a qualidade de vida, explorar a Roda dos Alimentos e realizar um Eco-Quiz (alunos de 4º ano) sobre alimentação saudável e sustentável, com recurso à aplicação Kahoot utilizando os tablet. Consumir diariamente frutas, legumes, grãos, cereais e carnes magras é o primeiro passo para ter mais saúde, aliado à prática de atividade física, promovendo uma reflexão conjunta sobre hábitos alimentares variados e equilibrados e a introdução de novas práticas no quotidiano de todos, em particular, nos pequenos almoços e lanches. No final, os alunos puderam saborear uma bela espetada de frutas, oferecidas pelos pais e encarregados de educação e preparadas pelas assistentes operacionais.

Com estas sessões de mediação de leitura não só pretendemos reforçar as práticas de alimentação saudável e sustentável, como também promover a reflexão sobre temas da atualidade, como a erradicação da pobreza e da fome, uma saúde de qualidade e uma produção e consumo sustentáveis, objetivos 1, 2, 3 e 12 dos ODS das Nações Unidas, articulados com os domínios de Direitos Humanos, Desenvolvimento Sustentável e Saúde, definidos na Estratégia de Educação para a Cidadania de Escola, mobilizando desta forma competências e cruzando conteúdos e conhecimentos, contribuindo igualmente para o desenvolvimento do espírito crítico e de solidariedade, princípios e valores patentes no projeto educativo do agrupamento.

Read Full Post »

O Serviço Nacional de Saúde concebeu um livro digital: “O saber não deve pesar“, no qual aborda a temática do peso excessivo nas mochilas das crianças e dos jovens e o impacto negativo que gera na sua saúde.

A brochura integra diversos conselhos para minorar esta situação, designadamente, a promoção e o acesso a livros em formato digital, preferenciar o uso de livros repartidos e construir jogos interativos para aprender o que levar na mochila e como distribuir o peso na mesma.

Neste âmbito foi criado o Concurso ” O Saber não Deve Pesar”, no qual se desafiam os leitores, individualmente ou em grupo, a apresentar ideias ou projetos para melhorar e resolver o problema das mochilas pesadas. Vejam e participem AQUI.

Fonte: sns


Ainda a este propósito, relembramos a campanha de sensibilização para a questão do peso excessivo das mochilas – “Mochila Leve”, que desafia “alunos e encarregados de educação” e “escolas e professores” a seguirem cerca de duas dezenas de recomendações que incluem medidas de planificação, gestão do material escolar e iniciativas.

É chegada a hora de desafiar todos a fazerem o que está ao alcance de cada um para que, em conjunto, seja possível que os alunos transportem mochilas cada vez mais leves.

Para descarregar o folheto clica AQUI.

Fonte: mega

Read Full Post »

dia-mundial-alimentacao-det_m_m

A Direção-Geral da Saúde (DGS), a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), o Plano Nacional de Leitura (PNL) e a Ordem dos Médicos Dentistas (OMD), através do Projeto SOBE (Saúde Oral Bibliotecas Escolares) assinalam este dia com a edição de 9000 cartazes apelativos e alusivos à relação entre a saúde oral e a alimentação. Os cartazes serão distribuídos pelas bibliotecas da Rede de Bibliotecas Escolares, escolas, unidades de saúde do Serviço Nacional de Saúde, consultórios dentários, entre outros locais. Também estarão disponíveis para download nos sites do SOBE, da RBE e da DGS.

Em Portugal existem cerca de 1 milhão de portugueses com obesidade, muitos dos quais sofrem de cárie dentária, doença oral mais prevalente entre as crianças e os jovens.

O consumo regular de alimentos e bebidas com açúcar e a higiene oral pouco cuidada são exemplos de práticas diárias com grande influência no aparecimento de obesidade e de doença oral. Por sua vez, os problemas dentários poderão impedir o consumo de alguns alimentos protetores da doença, como as frutas, os hortícolas ou os cereais integrais.

A educação para um consumo alimentar saudável e adequado às necessidades de cada pessoa, as recomendações alimentares para reduzir o risco de cárie dentária bem como as recomendações relacionadas com a higiene oral podem e devem ser trabalhados por profissionais de diferentes áreas, de forma integrada, contribuindo também para a prevenção de doenças crónicas como a obesidade, a diabetes tipo 2 ou doenças cardiovasculares.

Ler+

Links:

Read Full Post »

2015-12-07_192754

 

No computador, no tablet ou no telemóvel, a qualquer hora do dia ou do local, a ideia do novo jogo em linha #ON__Sex é garantir que os jovens estão preparados para lidar com os vários temas à volta da sexualidade, desde o planeamento familiar, à saúde reprodutiva e a questões mais complexas como o género e a violência de género.

 

O projeto da Associação para o Planeamento da Família (APF), feito em parceria com a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (FCSH-UNL), o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) e o Programa Escolhas, e financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, tem como principal objetiv aproveitar a proximidade dos mais novos à Internet e às redes sociais e utilizar estes meios como “ferramentas privilegiadas para a educação sexual, promoção dos direitos e prevenção do bullying digital”. A ideia tem como base dados como os do estudo EU Kids Online, que concluiu que as crianças portuguesas lideram o acesso à Internet e que as crianças e famílias mais desfavorecidas são as mais afetadas pelos riscos da presença em linha. Além disso, segundo o mesmo estudo, a violência sexual associada ao bullying digital, de que é exemplo a discriminação de género e a homofobia, são frequentes na vida dos jovens.

 

Além do jogo, o projeto conta também com o Manual de Sugestões de Atividades Digitais #ON__Sex, da autoria da psicóloga da APF Sónia Araújo. O manual contém um total de 51 atividades organizadas por sete temas que vão dos comportamentos sexuais à gravidez e parentalidade, passando por questões como a orientação sexual, destina-se não diretamente aos jovens, mas sim aos monitores que preparam atividades nesta área e, por isso, parte diretamente para propostas de exercícios sem passar pela fase da explicação de conceitos, como acontece no jogo. A ideia é criar momentos de reflexão com base em casos práticos com os quais os participantes se deparam no dia-a-dia.

 

Quando o jogo estiver finalizado, será disponibilizado em linha e faremos a sua divulgação aqui no blogue. Até lá, podes acompanhar os desenvolvimentos do Projeto #ON_Sex no Facebook.

 

Fonte: publico

Read Full Post »

A atividade física e os desportos saudáveis são essenciais para a nossa saúde e bem-estar, a par de uma alimentação saudável e o evitar de outras substâncias perniciosas para a saúde.

A evidência científica e a experiência disponível mostram que a prática regular de atividade física regular e o desporto beneficiam, quer fisicamente, quer socialmente, quer mentalmente, toda a população, homens ou mulheres, de todas as idades, incluindo pessoas com incapacidades.

A constatação que a leitura melhora alguns problemas é clinica. O hábito de ler ajuda na atividade cerebral: lentifica as ondas cerebrais induzindo a um estado de mais relaxamento e estimula a memória; além da influência do conteúdo da leitura

Estudos recentes mostram que o tipo de simbolização (e imaginação) que as pessoas fazem quando leem um livro é muito diferente daquela que é provocada pelo visionamento de um filme ou outro método audiovisual. A pessoa constrói as imagens livremente na sua imaginação de acordo com o seu universo conceitual, adaptando o imaginário da leitura às suas vivências. A leitura permite ainda que a pessoa releia certas partes do conteúdo diversas vezes, quando há uma motivação, o que não ocorre noutros tipos de média, reforçando a importância da leitura, e o motivo da sua não substituição total por outras formas de acesso à informação e ao conhecimento.

Por tudo isto e para ter alguns benefícios da leitura, basta começar a ler um bom livro todos os dias.

DSC05147 DSC05148 DSC05150 DSC05151

E foi o que a Biblioteca fez nesta 13ª Marcha pelo Coração de Castelo Branco, realizada no passado dia 31 de maio, numa organização da APEF – Associação dos Profissionais de Educação Física, este ano em parceria com o Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva. A professora bibliotecária escolheu os livros e levou-os para uma magnífica sombra proporcionada pelas árvores do jardim exterior da escola, para que, depois da marcha, alunos e famílias pudessem ler, ouvir ler, contar e ouvir contar histórias e contos, num tapete mágico e voador, conversar sobre os enredos e as personagens, ouvir recomendações de textos e autores, procurando desta forma estimular e promover o gosto e o hábito de ler, sensibilizando o maior número possível de famílias albicastrenses para o valor da leitura em família.

DSC05153 DSC05155 DSC05156 DSC05157

Aqui ficam então alguns conselhos da biblioteca:

  • As crianças que contactam precocemente com livros e ouvem ler com assiduidade adquirem uma linguagem mais rica, tanto no que respeita à expressão como à compreensão.
  • Uma criança exposta precocemente aos livros adapta-se melhor à escola e tem maior probabilidade de sucesso escolar.
  • Uma população menos escolarizada e com nível de literacia fraco apresenta maior resistência à mudança de estilos de vida, menor entendimento e adesão aos conselhos médicos, menor cumprimento da terapêutica, menor capacidade de gestão das suas doenças crónicas, maior taxa de hospitalização e uso inadequado dos serviços de saúde.
  • O número de anos de escolaridade relaciona-se diretamente com a sobrevivência da população em geral.

E porque…

LER DÁ SAÚDE E FAZ CRESCER!

Read Full Post »

A ideia base do projeto SOBE é promover a integração da temática da saúde oral nos currículos escolares, numa abordagem transversal ao currículo escolar. De novo e em colaboração com diferentes parceiros, a RBE, O PNL e a DGS, pretendem contribuir para a alteração dos comportamentos ligados à saúde oral, recriando ideias para a elaboração de novos materiais, atividades de leitura mais atrativas e estratégias de aprendizagem divertidas. Ou seja, promover, com excelente saúde oral, aprendizagens de se ficar com a boca aberta de espanto e repleta de bonitos sorrisos!

 

 

SOBE (7) SOBE (9) SOBE (10)

 

 

Na sequência do desenvolvimento do Projeto SOBE – Saúde Oral e Bibliotecas Escolares no agrupamento de escolas Afonso de Paiva, a biblioteca escolar definiu como objetivo central conceber, executar e direcionar atividades de promoção da leitura, da escrita e da saúde oral, através dos espaços das bibliotecas, e em colaboração com parceiros locais, aumentando a qualidade da divulgação e da informação no universo das escolas e dos alunos do 1º ciclo no campo educativo da literacia em saúde.

 

 

SOBE (2) SOBE (3) SOBE (5)

 

 

Na semana da leitura, nas escolas básicas de Sarzedas, Salgueiro do Campo, S. Tiago e Afonso de Paiva, foram dinamizadas sessões de leitura com recurso a audiocontos e vídeocontos, numa exploração do mundo da saúde oral, de forma autêntica, com meios divertidos e favorecendo o cruzamento de vários domínios de competência e de conhecimentos e na promoção de uma maior consciencialização da importância de uma boa higiene oral.

 

 

SOBE (2) SOBE (8)

 

Read Full Post »

Tal como o OVO, a nossa escola também tem muito potencial!

E os alunos das escolas básicas de Sarzedas e Salgueiro do Campo provaram isso. A partir do OVO que vem na caixa do Projeto SOBE – Saúde Oral e Bibliotecas Escolares –  criaram uns SUPEROVOS!

Este é o PODER DO “Superovo” e do “Eggpower”!

Sarzedas_Salgueiro

As fotografias já foram enviadas para a organização do concurso e vão agora ser expostas na página de facebook da organização. Os trabalhos irão ser votados para encontrarem o Super Vencedor. Os 50 melhores farão parte de uma exposição de âmbito nacional em local a designar, e o melhor será premiado com o jogo do “Super-OVO”.

Os nossos alunos aceitaram o desafio e nós desejamos MUITA SORTE!!!

Read Full Post »

Older Posts »

Blogue do IILP

Promocão e difusão da língua portuguesa

Astrid Lindgren Memorial Award

The World's Largest Children's Literature Award

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

MixLit

O DJ da literatura

abiblioterapeuta.wordpress.com/

A Biblioterapeuta: porque os livros curam.

Alerta Premika

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Hafuboti

little bits of library goodness

Educação para a Sexualidade

Recursos para Jardim de Infância e Ensino Básico

TRANSMAGINAR

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Cultura LIJ / ISSN 2545-6849-10

Revista de Cultura y Literatura Infantil y Juvenil - ISSN 2545-6849-10 Marzo 2018

Literacia de Informação

Da Informação ao conhecimento com a biblioteca escolar

%d bloggers like this: