Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Educação Especial’ Category

lgp

A Língua Gestual Portuguesa (LGP) foi reconhecida enquanto língua da comunidade surda portuguesa pela Constituição da República a 15 de novembro de 1997.  Por isso, comemora-se hoje o Dia Nacional da Língua Gestual Portuguesa, com o objetivo de promover a Língua Gestual Portuguesa e garantir o respeito dos direitos das pessoas surdas.

Este dia foi criado para o reconhecimento e proteção da LGP e defesa dos direitos das pessoas surdas, comprometendo-se a “proteger e valorizar a língua gestual portuguesa enquanto expressão cultural e instrumento de acesso à educação e da igualdade de oportunidades.”

A língua gestual é a forma de comunicação por excelência utilizada na comunicação de e com pessoas surdas. Realiza-se através de gestos, movimentos das mãos mas também outro movimentos corporais e expressões faciais.

Como qualquer língua tem de ser aprendida. É muito específica, tem vocabulário e gramática própria (cada ação motora representa/ simboliza conceitos).

Apresentamos aqui duas ferramentas ou recursos digitais que contribuem para essa aprendizagem:

  1. A Escola Virtual de LGP, uma plataforma de ensino à distância de Língua Gestual Portuguesa, já apresentada aqui no blogue no post “Plataformas de estudo on-line e onde podes saber mais.
  2. O Prodeaf  é uma app gratuita capaz de traduzir texto e voz de português para a Língua Brasileira de Sinais (Libras, em português do Brasil). O objetivo é permitir a comunicação entre surdos e ouvintes. (Para android e para ios)

“Imagine” de John Lennon, versão UNICEF, em Língua Gestual Portuguesa (LGP)

Anúncios

Read Full Post »

A Biblioteca Municipal de Viana do Castelo, através do serviço de leitura especial, disponibiliza para download, em pdf, “O abc do Braille – Laboratório de grafia Braille

2015-11-11_202837

DESCARREGAR.

 

 

Read Full Post »

Hoje, dia 27 de setembro, comemora-se o Dia Mundial do Surdo, um dia dedicado à importância da audição e uma homenagem aos que vivem sem ela, numa estimativa de 590 milhões de pessoas no mundo.

220px-International_Symbol_for_Deafness

Símbolo Internacional da Surdez

Integrado na Semana Internacional do Surdo, a iniciativa tem como objetivo informar sobre as dificuldades que as pessoas com esta limitação enfrentam diariamente, motivá-las a aprender linguagem gestual, disponibilizar os recursos necessários para pessoas com esta deficiência e promover os seus direitos e acesso à educação e tecnologias modernas.

O Dia Mundial do Surdo alerta para a importância de cuidar da própria audição e da audição dos que nos rodeiam.

Realização: Alessandro Augusto, Bruna Barbalho, Candido Nascimento e Yuri Pastor
Orientação: Nara Normande
Intérprete de Libras: Fábio Celestino
Categoria: Filmes e animação
Licença: Licença padrão do YouTube

Read Full Post »

Hoje é Dia Mundial do Livro e o Dia Nacional da Educação dos Surdos.

Sendo o Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva uma Escola de Referência para a Educação Bilingue de Alunos Surdos (EREBAS), não poderíamos deixar de assinalar este dia.

Em parceria com a Biblioteca Municipal de Castelo Branco, será apresentado um conto em Língua Gestual Portuguesa (LGP) pela formadora de LGP do agrupamento, Célia Reis, traduzido em simultâneo pela intérprete de LGP, Sara Santos.

10470717_1613973678816937_1530656237039321278_n

Os alunos aprenderão ainda alguns gestos para comunicar com os seus pares surdos. Deseja-se, desta forma, divulgar a LGP a quem pouco conhece, ou desconhece, esta língua tão rica.
Esta iniciativa pretende dar a conhecer outras formas de comunicação e melhorar a inclusão de alunos com necessidades educativas especiais na comunidade escolar. Acreditamos que, através deste Conto Gestual, é possível juntar duas comunidades com línguas e culturas diferentes – comunidade surda e comunidade ouvinte.

A apresentação irá decorrer ao longo de todo o dia, na Biblioteca Municipal, e terá como convidados os alunos do Jardim de Infância Quinta das Violetas, a EB Afonso de Paiva e a EB S. Tiago.

Read Full Post »

Perante a crescente inclusão de alunos com necessidades educativas especiais nas escolas do ensino regular, as bibliotecas escolares veem-se, hoje, a par com a necessidade de responder a uma população escolar com competências diversas e que requer, em muitas situações, meios tecnológicos diferenciados de acesso à leitura.

“Criar bibliotecas escolares inclusivas, que proporcionem reais oportunidades de leitura para todos os alunos, é talvez um dos maiores desafios colocado às bibliotecas que se pretendem assumir como espaço de excelência para o desenvolvimento da literacia e como garante da igualdade de oportunidades.”

É sobre este pressuposto retirado do projeto “Todos Juntos Podemos Ler” da RBE (Rede de Bibliotecas Escolares) e tendo em consideração as características e necessidades identificadas no contexto educativo do agrupamento de escolas Afonso de Paiva, que desenvolvemos na 9ª edição da semana da leitura, num processo de colaboração entre a professora bibliotecária, professores titulares de turma, professores de educação especial e terapeuta da fala, sessões mediadas de leitura a partir da Coleção 4 Leituras, da editora Cercica, que faz parte da lista recomendada pelo Plano Nacional de Leitura.

DSC04620

DSC04641

Cada livro vem em 4 formatos diferentes: versão escrita que inclui versão áudio, versão adaptada em Símbolos Pictográficos para a Comunicação (SPC), versão em Língua Gestual Portuguesa (LGP) e versão em Braille e em formato Daisy. O DVD interativo que acompanha cada um dos livros, para além da versão narrada da história e das versões em SPC e em LGP, contém ainda conteúdos lúdicos de natureza educativa destinados a ampliar os conhecimentos das crianças sobre as temáticas abordadas em cada uma das histórias.

Aliar estas características a outras inerentes, passando pela promoção de comportamentos emergentes de leitura, e pela envolvência de um criativo processo de depuração da linguagem verbal e da linguagem plástica, foram os objetivos destas sessões de leituras especiais, mantendo toda a magia e riqueza que fazem dos livros infantis uma porta de acesso ao conhecimento e ao imaginário.

DSC04622 DSC04625 DSC04642

Read Full Post »

cercica_convite

No próximo dia 10 de março, terça-feira, pelas 16h30, a Biblioteca Municipal de Castelo Branco recebe a CERCICA de Cascais para a apresentação da sua Coleção 4 Leituras, cujos livros estão disponíveis na biblioteca escolar Afonso de Paiva, na secção NEE.

Na sessão estarão presentes a autora dos livros, Drª Graça Breia e a Drª Filomena Pereira, Diretora de Serviços da Educação Especial e do Apoio Socioeducativo da Direção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular, mentora do projeto.

Cada livro será apresentado em 4 formatos diferentes: versão escrita com DVD interativo que inclui versão áudio; versão adaptada em símbolos pictográficos para a comunicação (destinada a crianças com dificuldade ou incapacidade em comunicar); versão em língua gestual portuguesa com filme animado em 2D e em versão braille.

Este projeto nasceu de uma parceria entre a CERCICA e o Ministério da Educação e Ciência – DGE – Direção Geral da Educação que veio preencher uma lacuna até então existente no mercado, a falta de livros que tornassem a leitura acessível a todas as crianças, promovendo competências de literacia, nas mais diversas abordagens.

Neste contexto, vimos por este meio convidar a comunidade escolar e educativa a estar presente neste encontro.

Read Full Post »

A gaguez é um problema que afeta aproximadamente 70 milhões de pessoas em todo o mundo e pode provocar profundas alterações no bem-estar e na qualidade de vida de quem (con)vive com ela diariamente.

Dia Mundial da Gaguez

Mas, o que é a gaguez?

A gaguez surge tipicamente entre os 2 anos e os 4 anos de idade, e é mais frequente nos meninos. No início observam-se repetições de sons, sílabas ou palavras, depois prolongamentos e em seguida podem aparecer bloqueios. Os fatores linguísticos da gaguez diferem de acordo com a faixa etária dos indivíduos (crianças em idade pré-escolar, escolar e adultos).

A Gaguez tem tratamento e esse deverá ser realizado em primeiro plano pelo Terapeuta da Fala, que em caso de necessidade poderá desenvolver trabalho em parceria com o psicólogo ou outro profissional (mediante cada caso). A intervenção precoce é a mais eficaz, pelo que não se deve aguardar que a criança faça 6 anos para procurar orientação. Crianças que gaguejam há mais de 6 meses, de forma sistemática, devem ser avaliadas por um profissional da área.

(Parte integrante de um panfleto distribuído hoje pelos alunos da escola básica Afonso de Paiva, como forma de assinalar o dia. O folheto foi elaborado pela Terapeuta da Fala Liliana Lucas do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva)

Read Full Post »

« Newer Posts - Older Posts »

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

MixLit

O DJ da literatura

abiblioterapeuta.wordpress.com/

A Biblioterapeuta: porque os livros curam.

Alerta Premika

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Hafuboti

little bits of library goodness

Educação para a Sexualidade

Recursos para Jardim de Infância e Ensino Básico

TRANSMAGINAR

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Cultura LIJ / ISSN 2545-6849-10

Revista de Cultura y Literatura Infantil y Juvenil - ISSN 2545-6849-10 Marzo 2018

Literacia de Informação

Da Informação ao conhecimento com a biblioteca escolar

Hipermediaciones

Conversaciones sobre la comunicación digital interactiva

Amora negra

Página do escritor e contador de histórias Carlos Alberto Silva

A maioria das pessoas que caminhem atrás de mim serão crianças, por isso manterei os passos curtos." Hans Christian Andersen

%d bloggers like this: