Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘DGLAB’ Category

Apresentação1

 

Este ano,  o Dia Mundial do Livro associa-se às comemorações dos 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal.

A data de 23 de abril para assinalar o dia do livro foi escolhida com base na tradição catalã segundo a qual, neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas uma rosa vermelha de S. Jorge, e recebem em troca um livro, testemunho das aventuras do heroico cavaleiro. Em simultâneo, é prestada homenagem à obra de grandes escritores, como Shakespeare e Cervantes, falecidos em abril de 1616.

Em 2017, e porque se comemoram os 150 Anos da Abolição da Pena de Morte em Portugal, a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas quis relacionar o Dia Mundial do Livro com esta efeméride, incitando à leitura e celebrando o livro como um hino à vida .

O cartaz, um cartoon com conceção e design da ilustradora e cartoonista Cristina Sampaio, pretende mostrar simbolicamente que o livro e a leitura são fatores fundamentais para o crescimento económico, político, social e cultural, e que se encontram na base da cidadania plena.

 

 

Fonte: dglb

Read Full Post »

Hoje é Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor e Irina Bokova, Diretora-Geral da UNESCO, escreveu para assinalar este dia de 2015 um belíssimo texto, onde regista a luta contra o analfabetismo junto dos jovens e dos grupos sociais mais desfavorecidos, numa perspetiva inclusiva e por meio das tecnologias da informação.

Aos livros, diz Irina Bokova, cabe a missão de “inspirar a compreensão, o diálogo e a tolerância”.

cartaz

O Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor é uma oportunidade para reconhecer o poder dos livros na mudança das nossas vidas para melhor e para apoiar os livros e aqueles que os produzem.

Como símbolos globais de progresso social, os livros – aprendizagem e leitura – tornaram-se alvos para aqueles que denigrem a cultura e a educação, que rejeitam o diálogo e a tolerância. Nos últimos meses, temos visto ataques contra crianças nas escolas e a queima pública de livros. Neste contexto, o nosso dever é claro – devemos redobrar os esforços para promover o livro, a caneta, o computador, juntamente com todas as formas de leitura e de escrita, de modo a combater o analfabetismo e a pobreza, a construir sociedades sustentáveis, e a fortalecer as bases da paz.

A UNESCO tem liderado a luta contra o analfabetismo, a ser incluída como elemento fundamental nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de 2015. A alfabetização é a porta para o conhecimento, essencial para a auto-estima e o empoderamento individuais. Os livros, em todas as formas, desempenham um papel essencial neste aspecto. Com 175 milhões de adolescentes no mundo – a maioria meninas e mulheres jovens – incapazes de ler uma única frase, a UNESCO está empenhada no domínio das tecnologias de informação e comunicação, em especial as tecnologias móveis, de forma a apoiar a alfabetização e a alcançar os excluídos com aprendizagem de qualidade.

Os livros são plataformas de valor incalculável para a liberdade de expressão e o livre fluxo de informação – estes são essenciais para todas as sociedades actuais. O futuro do livro como objeto cultural é inseparável do papel da cultura na promoção de vias mais inclusivas e sustentáveis ​​para o desenvolvimento. Através da suaConvenção sobre a Proteção e a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, que celebra o seu 10º aniversário este ano, a UNESCO pretende promover a leitura entre os jovens e os grupos marginalizados. Estamos a trabalhar com a International Publishers Association, a International Booksellers’ Federation e a International Federation of Library Associations para apoiar as carreiras profissionais nas editoras, livrarias, bibliotecas e escolas.

Este é o espírito norteador de Incheon, na Coreia do Sul, que foi designada Capital Mundial do Livro 2015, em reconhecimento do seu programa para promover a leitura entre as pessoas e as camadas mais desfavorecidas da população. Esta designação entra em vigor no Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor e será comemorada com os participantes do ano anterior, Port Harcourt, na Nigéria.

Juntos, vamos comemorar os livros como a personificação da criatividade, o desejo de compartilhar ideias e conhecimentos, para inspirar a compreensão, o diálogo e a tolerância. Esta é a mensagem da UNESCO sobre o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor.

Mensagem de Irina Bokova, Diretora-Geral da UNESCO, por ocasião do

Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor 2015

Read Full Post »

O dia 2 de abril é comemorado todos os anos como o Dia Internacional do Livro Infantil em homenagem a Hans Christian Andersen, assinalando a data do seu nascimento em 1805.

 

cartazibby

 

 

Todos os anos também, o International Board on Books for Young People (IBBY) convida um escritor e um ilustrador para produzirem uma mensagem e um cartaz alusivos à efeméride. Este ano essa responsabilidade coube aos Emirados Árabes Unidos, sendo a escritora Marwa Al Aqroubi e o cartaz da autoria da ilustradora Nasim Abaeian, ambos subordinados ao lema Many Cultures One Story.

 

Com esta efeméride, os organismos, entidades e pessoas de algum modo ligados à educação, à leitura e às bibliotecas pretendem chamar a atenção para a importância da leitura e para o papel fundamental dos livros para a infância.

 

Para assinalar o Dia Internacional do Livro Infantil 2015, a Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB) convidou o ilustrador António Jorge Gonçalves, vencedor do Prémio Nacional de Ilustração do ano passado, para ser o autor da imagem de um cartaz português que é, como tem sido habitual, distribuído pelas Bibliotecas Públicas.

 

DILI_2015_cartazportugues

 

A mensagem do IBBY internacional é este ano da responsabilidade dos Emirados Árabes Unidos. (possível tradução em português).

 

Fontes: bad, dglab

Read Full Post »

7575126

 

O Arquivo Nacional da Torre do Tombo é um serviço dependente da Direção-Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas, serviço central da administração direta do Estado – integrado na Secretaria de Estado da Cultura – e é um dos arquivos de âmbito nacional da rede portuguesa de arquivos.

 

 

 

Para além de informações sobre serviços, arquivos e pesquisas e notícias, a Torre do Tombo oferece-lhe a possibilidade de desfrutar, sempre que desejar e através da Internet, de documentos até agora inacessíveis à grande maioria do público. Assim todos fruímos e preservamos um inestimável e raro património comum.

Descubra os Tesouros da Torre do Tombo, e outros documentos textuais e iconográficos nas Páginas Temáticas e em Eventos em documentos, no separador Exposições Virtuais.

 

 

 

 

Há eventos que marcaram a história. E há eventos que foram resgatados para a História porque ficaram registados em documentos.

Read Full Post »

A23 EDIÇÕES

A fine WordPress.com site

Anna Llenas

autora e ilustradora de libros

EUROLIS

Resources for librarians

Bestiário Tradicional Português

Primeira compilação ilustrada de criaturas míticas do folclore nacional

Figuras da Ficção

Investigação, ensino e debate sobre a teoria da narrativa e sobre a personagem ficcional

CAFÉ COM LETRAS

Revista de literatura lusófona

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

Ilse Losa

(re)descobrindo os seus livros - homenagem no ano do centenário do seu nascimento

Ferramentas Web, Web 2.0 e Software Livre em EVT

estudo sobre a integração curricular de ferramentas digitais em EVT | por jOsÉ aLbErTo rOdRiGuEs

e-portefólio pnep

Victor Marques

Apps para educação

Rede de Bibliotecas Escolares | Aplicações para dispositivos móveis

Actio libera

Espaço para a literatura e o teatro: artigos, críticas, resenhas, traduções, dicas, provocações e delírios.

bibliotecaescolar.info

um (re)encontro com o mundo dos livros...

%d bloggers like this: