Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘Cidadania e Desenvolvimento’ Category

No segundo dia, da segunda semana, do segundo mês do ano, celebra-se anualmente o Dia da Internet + Segura, este ano assinalou-se a 8 de fevereiro. Ao longo dos anos, este dia junta milhões de pessoas sob o lema “Juntos por uma Internet melhor”.

Esta é uma data que o AE Afonso de Paiva (AEAP) se empenha e através das Bibliotecas Escolares (BE), em colaboração com o Grupo 550 (Informática), em articulação com os Professores dos três Ciclos e Equipa EECE e em parceria com diferentes entidades (Microsoft, DECOJovem, Fundação Altice, GNR, PSP, Centro Internet Segura e Rede de Bibliotecas Escolares) são desenvolvidas habitualmente múltiplas atividades, uma vez que a iniciativa vai também ao encontro de uma das vocações mais relevantes das BE: desenvolver a literacia dos média. Deste modo, foram promovidas ao longo do mês de fevereiro sessões de esclarecimento, informação e sensibilização, envolvendo, aproximadamente, seis centenas de alunos dos 1º, 2º e 3º ciclos do AE Afonso de Paiva, sendo abordados temas como navegação online em segurança, respeito pela privacidade, regras de cortesia do mundo real, o discurso de ódio e interações positivas. “TU és TU online? Identidade e Liberdade Digital” foi o tema central destas sessões, tendo também sido criado um Evento eTwinning ao qual muitos eTwinners do Agrupamento e de todo o país e Europa se associaram, disseminando também deste modo as boas práticas do AEAP numa apresentação interativa com recurso ao MS Sway.

Para apoiar ainda mais este trabalho, as BE partilharam com os docentes um conjunto de propostas de trabalho, do pré-escolar ao 3º ciclo, no âmbito do Referencial “Aprender com a Biblioteca Escolar”, tendo desenvolvido algumas em trabalho curricular articulado, revelando-se boas ideias para abordar a segurança na internet com os alunos. Foram muitas as práticas, iniciativas e leitur@s, sempre em segurança!

Read Full Post »

O desperdício alimentar é um problema que nos afeta a todos e os jovens podem fazer a diferença no combate a este problema. Deste modo e a partir da iniciativa Green Chef do Programa DECOJovem, um programa de educação do consumidor promovido pela DECO, em desenvolvimento no AE Afonso de Paiva sob a coordenação da Professora Bibliotecária Carla Nunes, os nossos jovens alunos da turma A do 4º ano da EB S. Tiago, orientados pela Professora Cláudia Correia, após participação na sessão “ConsumerTALKS” de outubro sobre o tema “Combate ao Desperdício Alimentar”, ficaram motivados para terem um papel ativo no combate ao desperdício alimentar e lançaram mãos à obra, neste caso, à cozinha e, com o apoio das famílias, prepararam receitas culinárias confecionadas a partir de sobras alimentares de refeições e/ ou com melhor aproveitamento dos alimentos, produzindo vídeos criativos sob este mote, que já podem ser vistos no canal youtube das Bibliotecas Escolares: https://www.youtube.com/channel/UCsHYCuNVF7YLABm9m2PvTNw

Promover a educação do consumidor na comunidade escolar, contribuindo para o reforço das competências a partir de metodologias de aprendizagem mais ativas, enquanto consumidores informados, conscientes e confiantes, potenciar e estimular o desenvolvimento do projeto educativo do agrupamento com atividades que reforçam a educação do consumidor na escola e na comunidade, assim como a formação de cidadãos solidários, participativos e empenhados na construção de uma sociedade mais responsável, criteriosa, inclusiva e sustentável, são alguns dos objetivos que, para a Professora Bibliotecária Carla Nunes, sustentam a promoção deste programa no Agrupamento, englobando os alunos dos diferentes níveis do ensino básico.

Com mais esta iniciativa no âmbito do Programa DECOJovem, os alunos ficaram a conhecer as formas de desperdício alimentar ao longo da cadeia alimentar, foram sensibilizados para o combate ao desperdício alimentar em suas casas, compreendendo os custos ambientais, económicos e sociais associados ao desperdício alimentar e tornaram-se agentes ativos no combate ao desperdício alimentar em casa e na sua escola, participando na gestão e confeção das refeições, conhecendo regras básicas de segurança e higiene alimentar e praticando uma alimentação mais saudável.

Brevemente daremos conta dos resultados desta iniciativa, pois aos vídeos que sejam avaliados por um júri como sendo os melhores, serão atribuídos prémios!

Read Full Post »

No dia 27 de janeiro assinala-se o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, lembrando os mais de seis milhões de judeus que perderam a vida no Holocausto. Criada pela Assembleia Geral das Nações Unidas no dia 1 de novembro de 2005, através da Resolução 60/7 designada de “Holocaust Remembrance”, esta comemoração assinala o aniversário da libertação do campo de concentração de Auschwitz – Birkenau, no ano de 1945,

As Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, como tem sido hábito, assinalam esta data em articulação com a Estratégia de Educação para a Cidadania de Escola e com a disciplina de História, este ano numa colaboração com a Docente Dulce Dias e três turmas de 9º ano (3, 4 e 6), continuando deste modo empenhadas na promoção do seu ensino e de manter viva a memória do Holocausto.

Neste contexto e após um trabalho de pesquisa realizado pelos alunos, foi lançado um Friso Cronológico (1933-1945), instalado pela colega Maria da Luz Lopes da Equipa das Bibliotecas,completado pelos alunos de 9º ano com fotografias do “Álbum de Auschwitz”, como é chamado o conjunto de 193 fotos recuperadas por uma sobrevivente destes campos de concentração, Lilly Jacob-Zelmanovic Meier, que acabou por doar, em 1980, o álbum ao Museu Yad Vashem, em Jerusalém. Este Friso Iconográfico está patente no 1º andar da escola sede, procurando contribuir para o reconhecimento, sensibilização e combate coletivo da distorção do Holocausto.

Complementarmente foi promovido um Ciclo de Cinema Temático, com a projeção diária, na BE Afonso de Paiva (a partir das 15h) de filmes alusivos, assim como uma Exposição Bibliográfica sob o índice temático da 2ª Guerra Mundial. Foram ainda dispostos Códigos QR em todas as portas das salas da EB Afonso de Paiva, que os alunos aprenderam a criar com a Professora Bibliotecária, com recurso à ferramenta “QRCode Monkey”, a partir de links para imagens, notícias, artigos de opinião, vídeos, entre outros registos e documentos alusivos que os alunos selecionaram com ajuda da Professora de História.

Em jeito de singela homenagem às vítimas do extermínio nazi e reiterando o imperativo de manter viva a memória do Holocausto, as Bibliotecas Escolares do Agrupamento Afonso de Paiva assumem o compromisso de não deixar esquecer este episódio sombrio da História, reafirmando a importância de promover a educação sobre este marco tenebroso, confiante de que, ao fazê-lo em conjunto com os professores, está a contribuir ativamente para a educação e formação cívica, social e moral dos alunos, para #nuncaesquecer.

“A nossa melhor homenagem aos que morreram no Holocausto é a criação de um mundo de igualdade, justiça e dignidade para todos.”

(Secretário-Geral da ONU, António Guterres)

Read Full Post »

Hoje, dia 3 de dezembro, assinala-se o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência.

É um dia que se espelha ao longo de todo ano, motivando todos para uma maior compreensão dos assuntos relativos à deficiência, para a defesa da dignidade, dos direitos e do bem-estar, num mundo mais inclusivo e equitativo para as pessoas com deficiência, seja ela física ou mental.

Seguindo os ideais das Nações Unidas – Não deixar ninguém para trás – o Departamento de Educação Especial do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva realizou dois vídeos baseados no livro “Imagine” de John Lennon, um adaptado em pictogramas (ARASAAC) para a comunicação aumentativa e alternativa e outro traduzido em LGP (língua gestual portuguesa).

CLICA AQUI PARA O VÍDEO EM ARASAAC

E AQUI PARA O VÍDEO EM LGP

Com a colaboração de todos, teremos uma escola mais inclusiva!

Read Full Post »

DECOJovem é um programa de educação do consumidor promovido pela DECO, dirigido às escolas. O Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva interessado na formação de futuros cidadãos e consumidores conscientes e responsáveis aderiu em 2019 à Rede de Escolas DECOJovem, apoiando o desenvolvimento de atividades e projetos na área do consumo, de acordo com o curriculum escolar e dos diferentes níveis de ensino.

As Bibliotecas Escolares, enquanto estrutura dinâmica e inovadora e no âmbito do compromisso estabelecido com a DECO e com a Direção do Agrupamento, têm a responsabilidade de promover e apoiar as diversas iniciativas DECOJovem, na sua comunidade educativa, divulgando as atividades e projetos de promoção da educação do consumidor, junto dos seus alunos e colaborar ativamente em iniciativas, projetos e atividades promovidas pela DECOJovem, nomeadamente: Semana do Jovem Consumidor, Desafios, Concursos e Projetos DECOJovem.

Promover a educação do consumidor na comunidade escolar, contribuindo para o reforço das competências enquanto consumidores informados, conscientes e confiantes, potenciar e estimular o desenvolvimento do projeto educativo do agrupamento com atividades que reforçam a educação do consumidor na escola e na comunidade, assim como a formação de cidadãos solidários, participativos e empenhados na construção de uma sociedade mais responsável, criteriosa, inclusiva e sustentável, são alguns dos objetivos que, para a Professora Bibliotecária Carla Nunes, sustentam a promoção deste programa no Agrupamento, englobando os alunos dos diferentes níveis do ensino básico.

A primeira iniciativa deste ano letivo, a decorrer ao longo do ano, são as Consumer.TALKS, que são sessões informativas mensais on-line promovidas pela DECOJovem, sobre as várias temáticas da educação do consumidor. As primeiras sessões decorreram nos meses de outubro e novembro e foram dedicadas aos temas da Alimentação (outubro) e Poupança (novembro), sensibilizando cerca de duzentos jovens consumidores do 1º, 2º e 3º ciclos para os temas do desperdício alimentar e da gestão do dinheiro e poupança.

Read Full Post »

O Dia Mundial da Alimentação – 16 de outubro – foi instituído pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) em 1981, sendo comemorado em mais de 150 países, incluindo Portugal, em todo o mundo. Anualmente é proposto um tema para assinalar e consciencializar esta importante data junto da população, sobre as questões da nutrição e alimentação. Neste Ano Internacional das Frutas e Vegetais, o tema é “Melhor produção. Melhor nutrição. Melhor ambiente e melhor qualidade de vida” e procura-se desta forma promover e disseminar a importância de uma alimentação saudável e sustentável disponível e acessível para todos, mas também a erradicação da pobreza e da fome, Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 2 da Agenda 2030 da ONU, em paralelo com a promoção de uma agricultura sustentável para a proteção do planeta.

Inserido no programa do MIBE – Mês Internacional das Bibliotecas Escolares, as Bibliotecas Escolares assinalaram esta tão importante data de outubro, com mostras bibliográficas temáticas em dois suportes, físico e digital, nas duas bibliotecas, assim como a distribuição de códigos QR com imagens e informação sobre os temas deste ano. Foram também realizadas seis sessões de mediação leitora com os cerca de cento e quarenta alunos das turmas de 4º ano das EB Castelo, EB Mina, EB S. Tiago e EB Salgueiro do Campo (com o apoio da Professora Íris Pais).

Com a ajuda da Sofia e da Magui, personagens do livro “O frigorífico da Magui” de Lois Brandt e de uma apresentação interativa alusiva, a professora bibliotecária Carla Nunes levou os alunos a refletir e debater questões tão importantes como a importância de uma alimentação saudável e equilibrada, questões prementes como a pobreza e a fome, uma saúde de qualidade e uma produção e consumo sustentáveis, objetivos 1, 2, 3 e 12 dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, temas articulados com os domínios dos Direitos Humanos, do Desenvolvimento Sustentável e da Saúde, definidos na Estratégia de Educação para a Cidadania de Escola, mobilizando desta forma competências e cruzando conteúdos e conhecimentos, contribuindo igualmente para o desenvolvimento do espírito crítico, de solidariedade e voluntariado, princípios e valores também eles presentes no Projeto Educativo do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva.

Read Full Post »

A professora bibliotecária promoveu durante a semana de 11 a 15 de outubro – mês internacional da biblioteca escolar – seis sessões de (in)formação para os alunos e professores utilizadores, com o objetivo de dar a conhecer os espaços, a organização e funcionamento das bibliotecas escolares (BE), para uma correta utilização dos espaços e serviços, assim como de pesquisa e consulta do acervo documental disponível nas duas bibliotecas existentes no AE Afonso de Paiva, uma na EB S. Tiago e outra na EB Afonso de Paiva. A Formação de Utilizadores procura dar resposta às necessidades dos leitores e utilizadores numa perspetiva de utilização e de contínua melhoria dos serviços prestados pelas Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva.

Consciente da importância que uma boa formação junto dos utilizadores tem para uma utilização autónoma e eficaz das BE, a professora bibliotecária explicou e mostrou com algumas atividades com os alunos, tudo o que podemos fazer nas bibliotecas e como o podemos fazer, destacando que “a biblioteca escolar é uma estrutura fundamental dentro do nosso agrupamento, um espaço de alegria, de encontros e de felicidade, sendo necessário fomentar o uso adequado dos seus serviços e promover a autonomia nos nossos utilizadores dentro dos seus espaços e nos seus serviços”.

Acompanhados pelos Professores Titulares de Turma e pelos Diretores de Turma e Professores de Cidadania e Desenvolvimento, os alunos das turmas de 1º e 5º anos da Escola Básica Afonso de Paiva e Escola Básica S. Tiago tomaram conhecimento das áreas funcionais das BE, dos serviços e equipamentos ao seu dispor, dos tipos de documentos existentes, das regras de organização e funcionamento, a não esquecer, e do modo como os documentos estão registados e organizados. No final de cada sessão, houve ainda um tempinho para, de forma sucinta, apresentar o blogue “Viagem das Letras” e as redes sociais (youtube, twitter, instagram, goodreads, pinterest) da biblioteca escolar, covidando alunos e professores a visitar, seguir e gostar!

Read Full Post »

No âmbito do Projeto “Dar Sentido ao Tempo”, a Junta de Freguesia de Castelo Branco desenvolveu um conjunto de iniciativas entre as quais destacamos o desafio lançado aos alunos do ensino básico dos agrupamentos de escolas para a construção de um jogo de tabuleiro, subordinado à temática COVID 19.

As alunas Leonor Abreu e Madalena Abreu (6º1) e Beatriz Vinagre (7º1) do AE Afonso de Paiva foram as criativas autoras e vencedoras do desafio da conceção de dois jogos de tabuleiro sobre a doença COVID 19. Decorreu hoje, dia 22 de junho, na Casa do Arco do Bispo em Castelo Branco, uma cerimónia simples, presidida pelo Presidente da Junta de Freguesia albicastrense, Prof. Leopoldo Rodrigues, a apresentação oficial dos jogos editados pela Junta, contando com a presença das alunas e respetivos encarregados de educação, assim como dos diretores de turma, professora bibliotecária e Diretor do Agrupamento.

Muitos parabéns às alunas e famílias pela originalidade, pelo envolvimento e dedicação em equipa, que levaram à criação destes jogos lúdicos e informativos e que podem agora ser jogados por todos os alunos nas bibliotecas escolares do agrupamento!

Read Full Post »

Projeto Biblioteca+Cidadania

As bibliotecas escolares (BE) são comunidades educativas de interseções e colaboração para o desenvolvimento de múltiplas literacias e desempenham um papel cada vez mais decisivo de capacitação das crianças e dos jovens que as utilizam, seja formal ou informalmente. A integração explícita e intencional em projetos e atividades realizadas com e pelas bibliotecas escolares, de competências nas áreas da leitura, dos média e da informação, em ambientes físicos ou digitais, constitui uma das mais importantes estratégias para o sucesso escolar e o desenvolvimento pessoal e cultural dos alunos.

Neste sentido, as Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, pela mão da sua coordenadora, a professora bibliotecária Carla Manuela Nunes, procuram contribuir para uma nova dinamização pedagógico-digital dos alunos em atividades a serem desenvolvidas articulada e colaborativamente com e pelas BE, na produção e integração de recursos educativos digitais (RED) como materiais de apoio aos currícula e para outras áreas em que os alunos e professores estejam envolvidos e que implique a melhoria e a facilitação do processo de ensino/ aprendizagem. Assim sendo, promovem mais um projeto pedagógico a partir do domínio “Educação para os Média” de Cidadania e Desenvolvimento (CD), contextualizada no Perfil do Aluno à Saída da Escolaridade Obrigatória (PASEO) e nas Aprendizagens Essenciais (AE), como forma de complementar o trabalho desenvolvido no âmbito da Educação para os Média e Cidadania.

O Projeto Biblioteca+Cidadania Quem és tu na web? destinado aos alunos do 1º ciclo (4º anos) e 2º ciclo (5º e 6º anos) nasce integrado na Celebração do Mês Europeu da Cibersegurança, tendo como base o Referencial “Aprender com a biblioteca escolar” e prende-se essencialmente com o tema da Cidadania Digital, envolvendo as disciplinas de Português, TIC, Estudo do Meio/ Ciências, Expressão Plástica/ EV e EVT e Cidadania e Desenvolvimento (CD), utilizando como principais recursos os disponibilizados em linha na página SeguraNet, assim comoa utilização de diversas ferramentas digitais.

Neste primeiro trimestre, o projeto foi desenvolvido com 24 alunos de 4º ano da turma 4AP, da EB Afonso de Paiva, em colaboração com a professora titular Carla Rodrigues, na hora semanal dedicada à área de integração curricular transversal de Educação para a Cidadania e muitas foram já as aprendizagens e os produtos realizados, desde mapas mentais sobre proteção de dados e invasão de privacidade, com recurso à ferramenta Bubbl.us, nuvens de palavras no Wordart, até à criação de avatares recorrendo à aplicação Pixton, onde cada aluno vai criar a sua própria BD ou Comic alusivo aos tópicos referidos no âmbito da segurança digital, sempre com espaço para a (auto)avaliação do trabalho desenvolvido, através do Pollev e MS Forms. Dado o elevado interesse e entusiasmo dos alunos, também os pais e encarregados de educação demonstraram bastante curiosidade neste projeto e como forma de promover uma cultura mais positiva entre a escola e os pais/ família foi criada uma Equipa na Plataforma MS Teams para partilha de trabalhos, troca de ideias no fórum e dúvidas/ questões, sendo deste modo mais fácil e seguro para os alunos e facilitador para recolha e apresentação de trabalhos.

Quem és tu na web? pretende essencialmente que os alunos adquiram conhecimentos mais consistentes e melhor definidos acerca dos média e da sua importância para a sua formação integral, através de planificações de trabalho concreto e funcional a desenvolver no âmbito das literacias e da cidadania, especificamente no domínio de Educação para os Média, contribuindo para uma maior sistematização das aprendizagens realizadas, pela possibilidade de conhecimento mais aprofundado e pela mobilização de saberes e integração de conceitos ligados aos média e ao digital na prática, como forma de potenciar o envolvimento dos alunos, rentabilizando tempo e recursos, em projetos de trabalho mais orientados para aprendizagens significativas, visando uma construção mais holística da formação dos alunos, para que assumam a sua cidadania enquanto cidadãos transformadores do mundo.

Read Full Post »

Dá valor às boas Ideias, respeita as marcas e os autores é o mote deste projeto educativo. Precisamos que os nossos alunos estejam preparados para a atual sociedade de informação, para podermos viver numa sociedade sustentável e numa economia digital e circular, de forma crítica e ativa. Todos queremos viver num mundo melhor, mais seguro e responsável e para isso, os jovens precisam de compreender, enquanto consumidores, que as suas escolhas devem respeitar a propriedade intelectual (a propriedade industrial e o direito de autor) e combater a contrafação e a pirataria on-line que põem em causa os seus/ nossos direitos, a nossa segurança e até colocam em risco a nossa saúde.

O AE Afonso de Paiva acredita e valoriza o papel dos mais novos na mudança e através das suas Bibliotecas Escolares, associou-se a mais uma iniciativa da DECOJovem, com o apoio do Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia (EUIPO) e da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE): o Projeto Brain Ideas 2.0 que visa essencialmente aumentar a consciência dos alunos acerca do valor da propriedade intelectual, o valor das boas ideias e a importância de respeitar os autores, as empresas e as marcas. A Professora Bibliotecária Carla Manuela Nunes, Coordenadora deste projeto no Agrupamento, promoveu no mês de novembro, em articulação com a Equipa de Educação para a Cidadania de Escola, sessões de sensibilização, com utilização dos conteúdos e recursos educativos do projeto disponíveis na página em linha da iniciativa. A primeira turma a integrar este projeto foi a turma três do quinto ano, numa colaboração com a Professora Elisabete Casimiro, nas aulas de Educação para a Cidadania, que decorreram na Biblioteca Escolar, palco privilegiado para o desenvolvimento de aprendizagens significativas, ainda mais especificamente neste contexto de abordagem do tema da propriedade intelectual.

Promover a educação do consumidor na comunidade escolar, contribuindo para o reforço das competências enquanto consumidores informados, conscientes, responsáveis e ativos, aumentar a consciência dos alunos acerca da importância da proteção da propriedade intelectual, do ponto de vista do consumidor e do criador, o reconhecimento da influência que a mesma tem no crescimento da economia e desenvolvimento e inovação e a sensibilização dos alunos para as consequências negativas do desrespeito da propriedade intelectual e dos direitos dos autores, assim como alertar os jovens para os perigos que a pirataria e a contrafação podem trazer para a sua própria segurança e para a preservação do ambiente, são alguns dos objetivos fundamentais deste projeto.

A Professora Bibliotecária pretende ainda, no segundo e terceiro trimestres do presente ano letivo, incluir mais duas turmas neste projeto educativo, uma de sexto e outra de sétimo ano, respetivamente, mantendo o compromisso das Bibliotecas Escolares no reforço na formação de cidadãos solidários, participativos e empenhados na construção de uma sociedade mais responsável, criteriosa, inclusiva e sustentável, potenciando e estimulando o desenvolvimento de projetos educativos e atividades que reforcem a educação do consumidor na comunidade educativa.

Read Full Post »

Older Posts »

Locall Project

Local Linguistic Landscapes

Kindergarten Nana

Just another WordPress.com site

Plano Nacional de Leitura 2027 | Portugal

Plano Nacional de Leitura 2027 | Portugal

Escola Portuguesa

Histórias, informações e opiniões de um professor português, sobre educação e não só...

CNAPEF - Educação Física e Desporto

Somos o Conselho Nacional de Associações de Profissionais de Educação Física e Desporto, uma organização com 33 anos de existência e que tem como objetivo principal representar e reforçar o papel dos profissionais de Educação Física em Desporto na Sociedade Portuguesa.

RECURSOS EDUCATIVOS

NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS

ANLite

Audiências, Notícias e Literacia | Audiences, News and Literacy

Blogue do IILP

Promocão e difusão da língua portuguesa

Astrid Lindgren Memorial Award

The World's Largest Children's Literature Award

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

%d bloggers like this: