Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 20 de Abril, 2015

O Projeto Voluntários de Leitura, criado em 2012 pelo CITI (Universidade Nova de Lisboa) e coordenado por Isabel Alçada, destina-se a potenciar o desenvolvimento de uma rede nacional de voluntariado na área da promoção da leitura.

A leitura é um bem essencial e indispensável a todos os cidadãos. Para aprender e dominar a leitura são precisos esforço e persistência, podendo muitas das dificuldades ou falta de oportunidades dos jovens para a exercitar e adquirir o gosto pela leitura, ser ultrapassadas através de um acompanhamento e apoio personalizados.

Nas palavras de Isabel Alçada, “É uma área importante de cidadania em que as pessoas podem ajudar os outros a ler mais e melhor” e os voluntários de leitura são pessoas que disponibilizam generosamente algum do seu tempo para estes objetivos. Tornar-se voluntário de leitura é uma forma de envolvimento cívico que ajuda ao desenvolvimento educativo e cultural das novas gerações. Sendo as bibliotecas escolares lugares privilegiados para o desenvolvimento de iniciativas de voluntariado de leitura em parceria com as crianças e os jovens, de modo a ajudá-los a ler mais e melhor, o projeto conta já com a adesão da professora bibliotecária e do Clube de Leitur@s Afonso de Paiva.

Clube de Leitur@s_cartaz

No quadro de uma escola promotora de voluntariado e no âmbito deste projeto, os leitores voluntários do Clube de Leitur@s do Agrupamento Afonso de Paiva estão disponíveis para irem a jardins de infância, escolas, bibliotecas, hospitais, casas de acolhimento, centros de dia e outras instituições ou espaços da comunidade educativa fazer sessões de leitura em voz alta, bastando para tal contactarem a professora bibliotecária do agrupamento, coordenadora do clube e do projeto no agrupamento, para combinar as atividades, horários e modalidades de leitura que poderão ser realizadas pelos leitores voluntários do clube, e para prestar o enquadramento e apoio necessários ao programa de leitura que se pretende desenvolver.

“A leitura em voz alta para grupos também é muito favorável, porque está demonstrado que a oralidade é um fator de domínio da linguagem. A leitura, em grande medida, assenta no domínio que as pessoas têm da linguagem oral: quanto mais se fala bem melhor se lê, quanto melhor se lê mais se fala bem”, realça Isabel Alçada, coordenadora do projeto Voluntários de Leitura.

Mais um passo da biblioteca escolar Afonso de Paiva na promoção da leitura.

Read Full Post »

Blogue do IILP

Promocão e difusão da língua portuguesa

Astrid Lindgren Memorial Award

The World's Largest Children's Literature Award

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

MixLit

O DJ da literatura

abiblioterapeuta.wordpress.com/

A Biblioterapeuta: porque os livros curam.

Alerta Premika

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Hafuboti

little bits of library goodness

Educação para a Sexualidade

Recursos para Jardim de Infância e Ensino Básico

TRANSMAGINAR

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Cultura LIJ / ISSN 2545-6849-10

Revista de Cultura y Literatura Infantil y Juvenil - ISSN 2545-6849-10 Marzo 2018

Literacia de Informação

Da Informação ao conhecimento com a biblioteca escolar

%d bloggers like this: