Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Fevereiro, 2014

A UNICEF tem em marcha uma campanha de defesa do direito de cada criança a brincar, como componente fundamental do seu desenvolvimento. Chama-se Right to play e este é um dos seus videos.

 

 

Fonte: criacria

Read Full Post »

Image

 

O grupo Jerónimo Martins, através da marca Pingo Doce, está a receber, até 23 de abril, candidaturas à 1ª edição do Prémio de Literatura Infantil, cujo valor pecuniário será de 50 mil euros – a dividir entre o autor do texto e o autor da ilustração.

 

Podem concorrer “todos portugueses com mais de 16 anos e a residir em Portugal que sintam que têm um talento e que precisam de uma oportunidade”.

 

A iniciativa, que será anual, “visa premiar obras originais e inéditas” e tem como objetivo promover o gosto pela leitura das crianças portuguesas, e, ao mesmo tempo, “estimular a emergência de novos talentos nas áreas da literatura e do desenho gráfico e ilustração”.

 

A obra vencedora será lançada em novembro de 2014, em cerca de 300 lojas Pingo Doce, mas os direitos de autor pertencerão à marca de forma “total e definitiva”.

 

Os júris do prémio são compostos, na categoria de Texto, por Eduardo Sá, Isabel Stilwell e Isabel Zambujal, e, na categoria de Ilustração, por André Letria, Inês Moura Paes e Pedro Sousa Pereira. Ambos os Júris serão presididos pela Alêtheia Editores, na pessoa de Zita Seabra, e o Grupo Jerónimo Martins será representado por Sara Miranda.

 

Podem consultar o regulamento AQUI.

Read Full Post »

Image
Atómico, Vita, Bit, Cassiopeia e Cósmico são cinco personagens que contam histórias sobre ciência na série televisiva de animação VisioKids.

Cada personagem é especialista numa área do conhecimento. Atómico é o perito em matéria e energia. A paixão da Vita é o corpo humano. Quem percebe de informática e novas tecnologias é o Bit. Cassiopeia é amante da terra e da natureza. O interesse do Cósmico é o Univedarso e a astronomia.

As aventuras decorrem em cenários como o laboratório, como o jardim ou o sótão e em cada episódio é apresentada uma solução para um problema real através da ciência. Os argumentos das histórias mostram como o conhecimento científico pode ser útil no dia a dia, com diálogos carregados de humor e boa disposição. Uma tónica que não negligencia o rigor concedido aos conteúdos revistos e validados cientificamente pela universidade do Porto.

Ao todo são 65 episódios, com duração de um minuto e meio exibidos no espaço de programação infantil ZIG-ZAG, da RPT2, que visam “divulgar a ciência de modo informal e divertido”.

Cada episódio aborda um tema e, à sexta-feira, é sugerido às crianças a realização de uma experiência científica, que pode ser feita em casa.

Fonte: educare.ptviveraciencia.wordpress.com

Read Full Post »

Uma singular parábola sobre a literatura e o seu poder redentor.

Image

Assim se referiu o júri a Uma Mentira Mil Vezes Repetida, de Manuel Jorge Marmelo, a obra vencedora do Prémio Correntes d’ Escritas 2014.

 

Nesta que foi a 15.ª edição do festival literário Correntes d’Escritas na Póvoa de Varzim, o prémio no valor de 20 mil euros foi entregue na sessão de encerramento do evento. Uma Mentira Mil Vezes Repetida foi escolhido entre 15 obras finalistas e, segundo o júri constituído por Isabel Pires de Lima, Carlos Quiroga, Patrícia Reis, Pedro Teixeira Neves e Sara Figueiredo Costa, trata-se de uma narrativa “potencialmente infinita e de assumido pendor borgesiano”, que “permite lançar pontes para uma reflexão sobre os totalitarismos”.

 

Fonte: público

Read Full Post »

“The reader”

Muito mais do que aprender a ler… emotivo e no ponto! Que grande anúncio!

Read Full Post »

A MONSTRA já anda à Solta…

MONSTRA é um festival de cinema de animação que tem como objetivo celebrar a animação em todas as suas vertentes, apresentando programas que unem o cinema às artes plásticas, performativas, musicais ou outras.

 

 

O festival de cinema de animação MONSTRA, na sua versão MONSTRINHA, volta ao Museu Nacional de Etnologia entre os dias 13 e 21 de março.

Image

A MONSTRINHA, a MONSTRA dos mais novos, é o momento de encontro entre a arte maior do cinema de animação e aqueles que fazem do descobrir, do aprender, do sonhar, do inventar o seu dia a dia.

 

 

Aqui fica o desafio para a aventura e descoberta de novos universos, histórias prazeres e aprendizagens propostas pela MONSTRINHA 2014.

 

 

Programa da 13ª edição do Festival de Animação de Lisboa | MONSTRA.

 

 

Podes também saber e ver mais no facebook, vimeo e youtube.

Read Full Post »

O nosso projeto das Lagartas de Livros já está em ação!

 

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Picture slideshow customized with Smilebox

Read Full Post »

Todos os anos, no dia 14 de fevereiro, muitas são as pessoas que trocam cartões apaixonados, chocolates, prendas ou flores para o seu ou sua “Valentim”. 

 

Este dia de romance a que damos o nome de S. Valentim teve a sua origem a partir de um nome de um mártir cristão e remonta ao século V, mas as suas origens vêm de um festival romano datado do século III.

 

Image

No mundo, existem diferentes formas de celebrar este dia. Neste dia, o importante é demonstrar o quanto se quer alguém (…) mostrar mais uma vez o que se sente e, acima de tudo, fazer com que esse alguém se sinta muito especial.

 

Em Itália é habitual reunirem-se à volta de um banquete e celebrar o amor e a amizade.

Em Inglaterra, as crianças recebem doces dos pais e é tradição beijar seis pessoas antes da meia-noite, para obter felicidade na vida amorosa.

 

Na Dinamarca, o presente mais famoso são as flores prensadas, designadas por flocos de neve.

 

Nesta data, toda a manifestação de carinho e apreço contribui para cristalizar o amor, a paz e a amizade profunda entre namorados mas também entre amigos.

 

 

E como um livro é uma demonstração de muito carinho e amizade, por que não, oferecer um livro neste dia?

 

Image

 

Este é o espírito do International Book Giving Day,

 
 
A ideia é incentivar o amor pela leitura junto das crianças. E que melhor dia para o fazer que o dia de São Valentim?
 
Por isso, ofereçam um livro hoje! Imaginem a felicidade da criança que o encontra e que vê que o pode levar para casa… que passa a ser dela! Este é o espírito do que se comemora dia 14.
 
 
 
E na nossa biblioteca, como pensamos nisso todos os dias, hoje decidimos oferecer um monte de livros!!! Oferecemos histórias de amor e de amizade a todos os que as queiram ouvir!
 
No Jardim de Infância das Violetas, os nossos meninos ouviram uma história de 2 seres muito apaixonados, mas muito…  Burros!
 
 
Image
 
 
 

 Ofereça um livro neste dia! 😉

Read Full Post »

Image

Amanhã, dia 11 de fevereiro de 2014, comemora-se o Dia da Internet Mais Segura.

Este ano, o tema aglutinador é Juntos vamos criar uma Internet melhor”pelo que se apelou às escolas que desenvolvessem atividades subordinadas ao tema.

O dia será marcado pela realização de diversas atividades, designadamente:

1 – Lançamento do Quiz4you SeguraNet

Este novo recurso SeguraNet é constituído por 52 cartas com mais de 200 questões sobre segurança digital. São horas de diversão e aprendizagem com o Quiz4you!

 

 

 

2 – Lançamento do selo de Segurança Digital

O projeto eSafety Label cria o Selo de Segurança Digital para as escolas, visando garantir maior segurança online, na comunidade educativa.

O sítio europeu do projeto eSafety Label pode ser consultado em http://www.esafetylabel.eu/. Neste sítio, as escolas poderão propor-se à obtenção de um Selo de Segurança Digital, o que lhes dará a possibilidade de ficarem de posse de um plano de ação específico com vista à melhoria da sua atuação no que se refere à Segurança Digital.

 

 

 

3 – Webinar Painel de Jovens

O Painel de Jovens, parte integrante do projeto SeguraNet, nasce da necessidade de se perceber como é que os jovens encaram a tecnologia e a Internet, como a usam, com que problemas se deparam, como os ultrapassam e como antevêem o futuro. No dia 11 de fevereiro consulte www.seguranet.pt e conheça a opinião e a experiência de dois jovens que representaram o nosso país no fórum anual, Safer Internet  Forum, em Bruxelas.

No nosso agrupamento, Agrupamento de escolas Afonso de Paiva, o professor de Informática e a professora bibliotecária irão realizar ações de sensibilização e debate, junto de alunos do 1º e 2º ciclo e também de 3º ciclo – EFA , para reclusos do estabelecimento prisional de Castelo Branco, parceiro do AE Afonso de Paiva, envolvendo, aproximadamente, 200 alunos.

Aqui no blogue iremos também publicar alguns conteúdos e recursos no âmbito desta temática. Para já, aqui te deixamos um ebook gratuito em português sobre segurança on-line. Um excelente recurso para alertar para a necessidade de proteger os mais jovens dos potenciais perigos da Internet. O livro está organizado em cinco capítulos, onde são abordados temas como a entrada das crianças no mundo virtual, a privacidade de bebés, crianças e jovens nas redes sociais e o papel dos pais na educação para o uso dos meios digitais.Podes descarregá-lo AQUI.

 

 

 

Juntos vamos criar uma internet melhor!

(Vídeo Oficial)

Agora deixamos-te aqui um conjunto de recursos e conteúdos em formato digital que podes e deves usar e até jogar! 😉

Banda desenhada – Tiras SeguraNet

Fomentam o sentido crítico, a navegação segura e esclarecida na Internet, através do humor. Consulte a galeria das Tiras SeguraNet.

 

 

 

ALERTAS “O que farias?”

Os Alertas SeguraNet são conjuntos de materias que podem ser utilizados para dinamizar atividades com alunos sobre Segurança na Internet. No portal SeguraNet, encontrará, dois conjuntos de 6 alertas bem como sugestões de utilização dirigidas aos professores:

 

 

 

Jogos

Aplicações interativas que incluem informação e jogos. Estão disponíveis três aplicações, destinadas a três públicos-alvo diferentes:

 

 

 

Guias

Dos guias existentes no Centro de Recursos SeguraNet, destacamos:

 

 

 

Vídeos

Os vídeos podem ser um ótimo ponto de partida para o debate com pais, professores ou alunos.

No Centro de Recurso SeguraNet, encontrará uma seleção de alguns materiais que podem ser utilizados para levantar questões e promover o debate. Entre eles, destacamos:

O Vidente: Vídeo que ilustra as informações que se revelam nas redes sociais.

  • Did you see something weird on the Internet?: Vídeo que ilustra a reação de uma criança perante uma situação estranha na Internet e a importância do papel do encarregado de educação perante este cenário.
  • Be sure You know: Vídeo que alerta para os perigos da comunicação na Internet com pessoas desconhecidas.
  • CyberBullying: Um vídeo que retrata a problemática do Cyberbullying (Childnet International)
  • “Minuto Seguro”, um conjunto de 40 vídeos de cerca de um minuto cada sobre os temas da segurança na Internet.
  • Everyone Knows Sarah: Vídeo que alerta para os riscos de disponibilizar imagens pessoais na Internet.
  • Pensa antes de publicar!: Cuidado com os dados pessoais…
  • Children see children do: Um vídeo que retrata o comportamento dos filhos como espelho do comportamento dos pais.

 

 

 

Clips de áudio e vídeo dos vídeos Minuto Seguro

“Minuto Seguro”, um conjunto de 40 vídeos de cerca de um minuto cada sobre os temas da segurança na Internet. Clips áudio: “Minuto Seguro- parte I”  e “Minuto Seguro- parte II” [no formato mp3].

 

 

 

Apresentações Eletrónicas

No Centro de Recurso SeguraNet existem algumas apresentações eletrónicas que podem servir de base à construção dos seus materiais para apresentações e palestras sobre estas temáticas. Estas apresentações podem ser adaptadas ao público-alvo e ao seu próprio estilo. Estão disponíveis, entre outras, as apresentações utilizadas pela equipa SeguraNet.

Image

Fontes: lerebooks.wordpress.com; seguranet.pt; internetsegura.pt

Read Full Post »

Image«Acreditamos que a literatura é uma das formas mais poderosas de promover a discussão sobre o nosso papel enquanto indivíduos e comunidade. Trazer algumas das vozes que vão produzindo pensamento sobre os grandes temas como o amor, a identidade ou a memória é fundamental para estimular um tecido social que se quer vivo e dinâmico». Estas foram as palavras do presidente da câmara municipal de Castelo Branco, que justificam por si só o regresso à cidade albicastrense do Festival Literário, mas «o balanço muito positivo da primeira edição do Festival Literário de Castelo Branco tornou a sua continuidade um imperativo. A importância do contacto dos nossos alunos com os principais cultores da língua e literatura portuguesas pode e deve ser uma inspiração».
Ler no Público.
 
 
 
 
Começou no dia 5 de fevereiro, a 2ª edição do Festival Literário de Castelo Branco (FLCB), que se prolongou até esta sexta, dia 7. A sessão, que juntou escritores como Maria Manuel Viana e Luís Miguel Rocha, começou de uma forma corrosiva e irreverente em Alcains, concelho de Castelo Branco, onde um grupo de pequenos atores do agrupamento de escolas José Sanches e S. Vicente da Beira declamou em palco um texto de ironia mordaz contra os livros – “Manifesto Anti-Leitura” –  de José Fanha.
Ler e ouvir na Renascença.

 

 

 

O segundo dia do FLCB começou no nosso agrupamento Afonso de Paiva, igualmente na presença de Maria Manuel Viana, autora albicastrense e de Paulo Galindro, ilustrador de livros como O tubarão na banheira, de David Machado, que muitos alunos, agora mais crescidos, se lembravam ainda de uma sua visita há 3 anos atrás. Aos alunos do 3º ciclo do nosso agrupamento (turmas de 7º e 8º ano), Paulo Galindro vinha falar sob o tema “escrever é um acto de rebeldia”, mas trocaram-lhe as voltas e perante um auditório completamente cheio, o ilustrador provou que é preciso ter coragem para enfrentar uma folha em branco e acima de tudo, coragem para se sujar e arriscar!  
Ler e ouvir na Renascença. Ver na RTP.

 

 

 

<<O país precisa de exercitar o sentido crítico>>, disse o escritor Fernando Dacosta, numa sessão dedicada a Natália Correia no Festival Literário de Castelo Branco. O autor, que lançou recentemente o livro O Botequim da Liberdade, uma biografia da poetisa e ativista social açoriana, teceu críticas ao atual estado do país. Na biblioteca municipal de Castelo Branco, Fernando Dacosta falou da hipocrisia da sociedade atual, atestando a afirmação pelas palavras de Natália Correia, que “tinha um defeito que é fatal em Portugal, que é dizer na cara das pessoas o que pensa delas”
Ler e ouvir na Renascença.

 

 

 

O último dia começou novamente no nosso agrupamento e contou com as magníficas presenças do comissário do festival, professor José Pires, que encantou as turmas do 5º e 6º ano da escola Afonso de Paiva, com os jogos das palavras e dos seus sentidos escondidos, deixando, por entre ondas escondidas de cabelos ou de mar, muita vontade de rimar! De seguida, o ilustrador André Letria, autor e editor (Pato Lógico), perante um auditório cheio e muito vibrante, encantou a pequenada que tão bem conhece as histórias do pai, José Jorge Letria e também as do filho, André Letria. E, com um simples “Diz-me o que desenharias se…” o autor conseguiu captar totalmente a atenção dos miúdos, levando os alunos a descobrir a leitura pelo desenho, porque o ilustrador é também ele um escritor. 

 

 

 

A última sessão do dia, sob o mote Estômago: Desejo e engano no canto da boca, foi no Cine-teatro de Castelo Branco e teve à entrada a atuação da Orquestra Viola Beiroa, corolário do desafio lançado na 1ª edição Salvem a Viola Beiroa, entretanto já ganhoCom uma mesa de destaque no jornalismo e na literatura: Afonso Cruz, romancista, distinguido, em 2012, com o Prémio da União Europeia para a Literatura; Daniel Oliveira, subdiretor na SIC e que publicou em 2013 o seu primeiro romance e Fernando Paulouro, jornalista e autor do blogue Notícias do Bloqueio, a magnífica moderação da mesa, coube uma vez mais a Tito Couto da booktailors. Foi o encerrar de uma trilogia – o coração, a cabeça e o estômago, da novela de Camilo Castelo Branco, cabendo naturalmente à última noite, a parte mais animal da mesma. A troca de ideias, a discussão, o pensar, sem descurar o desejo, porque o homem não é só razão, foram os temas desta sessão onde o ser livre e a liberdade pela literatura, encerraram este festival que já começa a deixar pegadas… 

 

 

 

Sob o tema “Escrever é um ato de rebeldia”, esta 2.ª edição do FLCB trouxe perto de 2 dezenas dos melhores autores da atualidade e passou por todos os agrupamentos escolares do concelho, proporcionando conversas animadas a cerca de 6000 alunos de todos os ciclos de escolaridade com escritores e ilustradores sobre diferentes formas de criação e universos literários, assim como a importância da leitura na abertura de portas para outros mundos, da liberdade pela literatura.

 

Com esta edição, o FLCB afirma-se como o principal festival literário do interior do paísQueremos o terceiro!

 

 

 

Fontes: publico.ptblogtailors.com; jornaldeoleiros.com; diariodigitalcastelobranco.pt

Read Full Post »

Older Posts »

CNAPEF

Conselho Nacional de Associações de Profissionais de Educação Física e Desporto

RECURSOS EDUCATIVOS

NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS

ANLite

Audiências, Notícias e Literacia | Audiences, News and Literacy

Blogue do IILP

Promocão e difusão da língua portuguesa

Astrid Lindgren Memorial Award

The World's Largest Children's Literature Award

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

MixLit

O DJ da literatura

abiblioterapeuta.wordpress.com/

A Biblioterapeuta: porque os livros curam.

Alerta Premika

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Hafuboti

little bits of library goodness

Educação para a Sexualidade

Recursos para Jardim de Infância e Ensino Básico

%d bloggers like this: