Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Março, 2013

civilização

 

Pois é e nós por cá, na EB Afonso de Paiva, habilitamo-nos e…. GANHÁMOS!!!

 

PARABÉNS à Marisa Rodrigues (8º4) pelo texto e obrigada à Civilização pelos livros!

 

Anúncios

Read Full Post »

images

 
Numa iniciativa da HUMANUS – Associação Humanidades, acaba de ser lançado um jogo digital, testado e adaptado em contexto escolar, sobre igualdade de género, sexualidade responsável, prevenção do consumo de drogas, alimentação saudável e atividade física/desporto.

O jogo «Vive na boa!», disponível em linha para utilização pelas escolas, é um jogo do tipo «role-play» em que, ao longo do seu desenvolvimento, cada personagem é chamada a dar opinião sobre temas diversos e a ter diferentes atitudes.

O jogo permite o acesso a uma biblioteca sobre temas como a roda dos alimentos, receitas saudáveis, excesso de peso e obesidade, mitos sobre as drogas, evolução da história das ideias sobre feminino e masculino, direitos sexuais e reprodutivos, planeamento familiar, interrupção voluntária da gravidez, entre vários outros.

Saiba mais no sítio web da Associação.

 

Via Erte

 

Read Full Post »

ilse losa

Para assinalar o centenário do nascimento de Ilse Losa, a 20 de março, a professora Manuela Delgado Leão Ramos, criou um blogue como forma de homenagear os 100 anos do seu nascimento.

Aqui fica o link para este sítio, de facto, muito especial, dedicado à autora.

 

 

100º Aniversário de ILSE LOSA (20 março 1913 – 6 janeiro 2006)

 

Escritora portuguesa, autora essencialmente de literatura infantil, nasceu numa aldeia perto de Hanôver, na Alemanha, a 20 de março de 1913, e faleceu a 6 de janeiro de 2006, no Porto. Fugida à perseguição nazi, refugiou-se, em 1934, em Portugal e radicou-se no Porto, adquirindo a nacionalidade portuguesa. Colaborou em várias edições periódicas como O Diabo, Gazeta Musical e de Todas as Artes, Seara Nova, Vértice, Colóquio/Letras, Portucale, JL. Traduziu, para português, vários escritores de língua alemã (Brecht, Max Frisch, Adolf Himmel, entre outros) assim como o dinarmaquês Andersen, e, para alemão, vários autores portugueses. A sua obra narrativa e poética, publicada essencialmente na década de 50, centra-se na retrospetiva autobiográfica, evocando a infância e a adolescência, enquanto vivência ensombrada pela rutura da inocência e da unidade efetuada pela experiência do horror nazi e pela perda da pátria de origem. A simplicidade com que exprime angústias passadas e presentes, com especial menção para o sentimento de se reconhecer estrangeira e estranha quer no espaço natal quer na pátria adotiva, estabelece uma continuidade com a escrita para crianças, domínio a que dedicou uma obra extensa, distinguida, em 1984, com o Prémio Gulbenkian de Literatura Infantil. O seu primeiro romance, O Mundo em que Vivi(1949), retrata o ambiente de guerra vivido, ainda em criança, na Alemanha.
Do conjunto das suas obras, destacam-se ainda Sob Céus Estranhos(1962); Na Quinta das Cerejeiras(1984 – Prémio Calouste Gulbenkian); e Caminhos Sem Destino(1991).

 

Via infopedia

 

 

Read Full Post »

dia_livro_port4

26 de março é a data que pretende assinalar o primeiro livro impresso em português e foi em 1988 que Mário Ventura (que então fazia parte da direcção da Sociedade Portuguesa de Autores), organizou esta iniciativa.

 

Por iniciativa da Sociedade Portuguesa de Autores tem-se vindo a assinalar desde então, a 26 de março, o Dia do Livro Português, dia em que foi impresso o primeiro livro em Portugal. O Pentateuco em Hebraico foi o primeiro livro impresso em Portugal a 26 de março de 1487, saindo das oficinas do judeu Samuel Gacon, na Vila-a-Dentro, em Faro.

 

Em 1497 foi impresso no Porto, o primeiro livro totalmente escrito em Português. Foi impresso e produzido pelo impressor português, Rodrigo Álvares. O livro tinha como nome: Constituições que fez o Senhor Dom Diogo de Sousa, Bispo do Porto.

 

Ao longo dos séculos, o livro representa várias funções, com destaque primário para a evolução do saber e do ser da Humanidade, como grande veículo promotor da cultura, da educação, da ciência e de uma verdadeira e autêntica democratização.

Fontes: caldeirãovoltaire e eventosaprender

Read Full Post »

165484_543070352380855_1928184771_n

 

O Dia Mundial do Teatro celebra-se hoje, dia 27 de março, data criada em 1961 pela UNESCO.

 

O teatro é uma arte milenar criada pela civilização da antiga Grécia e funciona como meio de divulgação da cultura de diferentes povos.

 

Não deixem de consultar a Hemeroteca Digital Municipal de Lisboa, onde podem consultar o acervo documental, constituído por publicações periódicas, datando desde as origens da imprensa periódica portuguesa até à actualidade.

 

 

Read Full Post »

manga_dest

A Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) assinou, em fevereiro de 2013, um Acordo de Cooperação com a NCreatures, um grupo de contadores de histórias visuais. Especialistas em escrever e desenhar histórias ao estilo da banda desenhada japonesa,  editam várias publicações Manga, como as revistas Banzai e Waribashi.  Desenvolvem atividades de formação em escrita e desenho Manga, uma linguagem de expressão e comunicação pela qual o público mais jovem tem particular apetência. Com a colaboração de algumas bibliotecas escolares, iniciaram, em 2012, um movimento de apoio à criação de Clubes Manga nas escolas.

 

A convergência de interesses face às potencialidades do movimento Manga a nível da motivação e incentivo à leitura e escrita por parte dos jovens e do papel das bibliotecas escolares no desenvolvimento de competências de comunicação e expressão esteve na origem deste acordo de cooperação.

Via RBE

 

Nós por cá, vamos começar a tratar de criar um clube Manga! 😉

 

Boas leituras! 🙂

 

Read Full Post »

verne2

 

 

Hoje, dia 24 de março de 2013, são completados cento e oito anos da morte de Júlio Verne – o pai da ficção científica.

O seu neto, Jean-Jules Verne, na biografia ao seu avô dá-nos conta dos seus últimos momentos:

“O meu avô morreu a 24 de março de 1905 (sexta-feira), às oito da manhã. Do sul da França, de onde nós ainda estávamos a arrumar a mudança de casa, o meu irmão mais velho e eu fomos chamados por telegrama para juntar-nos aos nossos parentes e ao nosso outro irmão, no norte, ao lado do leito de Verne em Amiens. Quando ele nos viu a todos ali, deu-nos um olhar profundo que claramente significava: “Bom, vocês estão todos aqui. Agora, eu posso morrer”; então, ele virou-se para a parede, esperando bravamente pela morte.”
(Fonte: Júlio Verne)

 

images

 

Escritor francês, criador do romance de antecipação científica, Jules Verne nasceu a 8 de fevereiro de 1828, na cidade portuária de Nantes. Filho de um advogado proeminente, acompanhou o pai na sua mudança para Paris em busca de uma melhor clientela.
Aí estudou, dividindo o seu tempo entre o curso de Direito e tertúlias literárias, às quais fora apresentado pelo seu tio. Conheceu personalidades importantes da literatura francesa sua contemporânea, como Victor Hugo e Alexandre Dumas Filho, e não tardou ele próprio a escrever sob a sua orientação.
Estreou a sua primeira peça de teatro em Paris, aos vinte e dois anos de idade e, um ano depois, em 1851,o seu primeiro conto de ficção científica, Un Voyage En Ballon. Ainda incapaz de viver exclusivamente daescrita, Verne fez-se valer do seu diploma em Direito, encontrando o seu sustento como operadorfinanceiro. A situação mudou no entanto em 1862, quando o escritor conheceu Jules Hetzel, editor e também autor de livros infanto-juvenis que demonstrou interesse em publicar a sua série “Voyages Extraordinaires”. O episódio Cinq Semaines En Ballon (1863) garantiu a Júlio Verne a popularidade necessária ao seu estabelecimento como escritor a tempo inteiro e inspirou mais tarde, em 1872, a sua famosa obra La Tour du monde en quatre-vingt jours (A Volta ao Mundo em 80 dias).
Procedendo a uma investigação metódica e rigorosa, Verne começou a escrever romances, geralmente de ficção científica, bastante convincentes e realistas. Em Le Voyage Au Centre De La Terre (1864, Viagem ao Centro da Terra), descrevia uma expedição científica ao núcleo terrestre, antecipando um sonho de muitos investigadores. O mesmo aconteceu com De La Terre À La Lune (1865, Da Terra à Lua), romance que encontraria uma continuação em Autour De La Lune (1870, À Volta da Lua) e em que Verne prefigurava em mais de cem anos a primeira expedição lunar.
O carácter visionário da obra de Júlio Verne pode também ser notado em obras como L’Île Mystérieuse(1874, A Ilha Misteriosa) e Vingt Mille Lieus Sous Les Mers (1869-70, Vinte Mil Léguas Submarinas),romance em que o carismático Capitão Nemo profetizava a pirataria submarina alemã da Segunda Guerra Mundial. Outra das suas previsões foi a invenção da televisão.
Em 1867 visitou os Estados Unidos da América, viajando depois pelo Mediterrâneo. Em 1871 instalou-se em Amiens onde, em 1886 sobreviveu a uma tentativa de assassinato pela mão do seu sobrinho. Atingido numa perna, ficou coxo para o resto da sua vida.

Faleceu a 24 de março de 1905.
As obras de Júlio Verne foram mais tarde adaptadas por Walt Disney.

(Fonte: Infopedia)

 

Read Full Post »

Older Posts »

Blogue do IILP

Promocão e difusão da língua portuguesa

Astrid Lindgren Memorial Award

The World's Largest Children's Literature Award

Universo Abierto

Blog de la biblioteca de Traducción y Documentación de la Universidad de Salamanca

MixLit

O DJ da literatura

abiblioterapeuta.wordpress.com/

A Biblioterapeuta: porque os livros curam.

Alerta Premika

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Hafuboti

little bits of library goodness

Educação para a Sexualidade

Recursos para Jardim de Infância e Ensino Básico

TRANSMAGINAR

um (re)encontro com o mundo dos livros...

Cultura LIJ / ISSN 2545-6849-10

Revista de Cultura y Literatura Infantil y Juvenil - ISSN 2545-6849-10 Marzo 2018

Literacia de Informação

Da Informação ao conhecimento com a biblioteca escolar

%d bloggers like this: